Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 876 / 2016

16/06/2016 - 19:08:42

Diretor-presidente do Detran/AL e vice-presidente da AND coordena encontro

Antônio Carlos Gouveia diz que nesse momento de crise as reuniões da Associação são estratégicas e têm a missão de debater e propor soluções

Redação com assessoria
Antônio Carlos Gouveia e demais diretores dos Detrans pedem mais participação nas decisões

O diretor-presidente do Detran /AL e vice-presidente da AND (Associação Nacional dos Detrans), Antônio Carlos Gouveia, se reuniu esta semana em Brasília com os demais diretores e técnicos dos Detrans de todo o país para debater sobre legislação, projetos, mobilidade urbana, segurança viária e outros assuntos relacionados ao trânsito.  

No encontro, promovido pela AND, foram discutidas ainda as recentes alterações ao Código de Trânsito Brasileiro. Segundo Gouveia, que coordenou o evento, nos três dias do encontro foram compartilhados problemas e dúvidas comuns aos estados. E a partir dessa troca de experiência, “encontramos soluções conjuntas e trocamos experiências”, disse.

O vice-presidente da AND e diretor do Detran/AL acrescentou que  “Alagoas está no meio dessas discussões, participando ativamente das mudanças e das propostas inovadoras para o trânsito no País”.

Na ocasião, Gouveia falou da responsabilidade da Associação neste período de crise e do comprometimento da entidade. “Nesse momento difícil para as instituições dos poderes públicos, as reuniões da AND são estratégicas e temos a missão de debater e propor soluções”, afirmou.

MAIS PODER

Os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) vão pedir ao presidente interino Michel Temer maior participação nas decisões nacionais sobre trânsito, mobilidade, segurança  viária e formação de condutores.  Na verdade, a AND - entidade que representa as autarquias - quer mais diálogo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e a indicação de um representante no Conselho Nacional de Trânsito (Contran).  

O presidente da AND e diretor-geral do Detran Paraná, Marcos Traad, reclama que historicamente  os problemas são transferidos para os estados, que não são ouvidos e, na maioria das vezes, pegos de surpresa com decisões que causam problemas operacionais ou que são revogadas. “Vamos continuar insistindo para sermos ouvidos”, disse Traad.  

Outro assunto em pauta é que nos próximos dias a Associação deve solicitar audiência com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, para apresentar as reivindicações e falar das expectativas para o Denatran. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia