Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 874 / 2016

10/06/2016 - 18:52:27

Meio Ambiente

Jardim vertical

Foi idealizado por Jean Nouvel, especialista em jardins verticiais, um jardim vertical numa torre de 22 andares. A torre com quase 100 metros de altura, vai ser construída em São Paulo e será meio hotel, meio residência. Denominado Torre Rosewood, o edifício será o ponto agregador de um local que se encontra em fase de remodelação por parte do Grupo Allard.

Extracão

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, defendeu a manutenção dos preços fixados pelo Programa de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGM-Bio) para a safra 2016/2017. O valor proposto pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) traz um reajuste de 17%, que representa o custo variável de produção. Com esse valor, o governo federal garante a remuneração mínima. O ministro sugere que, seja garantido pelo menos um reajuste de 15,4% (R$2,87).

Abelhas sem ferrão

O Projeto de Meliponário, que tem por objetivo a preservação de abelhas sem ferrão, começou a ser executado esta semana pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro. As abelhas sem ferrão são os principais agentes de transporte de pólen e fecundação para grande parte das árvores, e produzem ainda própolis, cera e mel. Patrocinado pela empresa global Brasil Kirin, o projeto foi iniciado em 2010 e contabiliza atualmente 21 colmeias de abelhas sem ferrão das espécies: Jataí, Mandaçaia, Mirim, Iraí e Guaraipo.

Coletor de névoa 

Localizados em direção contrária ao vento, os “coletores de névoa” são telas de polipropileno instaladas entre dois postes, para captar gotas d`água que acontecem devido a um fenômeno denominado camanchaca. A camanchaca é um tipo de névoa costeira, que cai de madrugada no deserto chileno, por causa da grande quantidade de radiação solar que o oceano Pacífico recebe nesta zona ventosa, produzindo grande evaporação de água. Um metro quadrado pode recolher em um dia até 14 litros de água, mas a água que é recolhida não é 100% potável, devido aos minerais que arrasta a partir do mar. Atualmente, 40 telas este tipo funcionam no deserto do Atacama (Chile). 

Corais na foz do 

Rio Amazonas 

Um grande conjunto de recifes foi encontrado na foz do Rio Amazonas, por pesquisadores de várias universidades brasileiras. Os recifes se estendem por cerca de 900 km, da costa do Maranhão à Guiana Francesa, numa profundidade que varia de 60 a 150 metros, e apresenta rica biodiversidade.

Até o momento, só 15% do local foi mapeado.

Espécies invasoras

Animais exóticos nocivos aos ecossistemas brasileiros passarão por intervenções através do Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento de Espécies Exóticas Invasoras. O objetivo é prevenir e mitigar os impactos negativos sobre a biodiversidade nativa.  

Tartarugas

Policiais militares da 4ª Companhia Independen-te do Amazonas e os analistas ambientais do Instituto Chico Mendes (ICMBio), apreenderam tartarugas-da-amazônia que seriam vendidas ilegalmente na cidade de Lábrea. A apreensão é resultado da Operação Tufão, realizada entre os dias 21 e 24 de maio, na região dos rios Iquiri, Ituxi, Curequete e Sepatini. No total, foram resgatados 779 animais vivos, e pelo menos outros vinte já estavam mortos. É a maior apreensão de quelônios já feita no Amazonas.

Cardeal-amarelo

Considerada extinta na região há mais de uma década, a ave Gubernatrix cristata, conhecida como cardeal-amarelo, foi vista no começo de maio no Rio Grande do Sul, próximo à fronteira com o Uruguai. É a primeira vez em 15 anos que um macho adulto da espécie é visto em seu ambiente natural. O cardeal-amarelo é um dos pássaros mais ameaçados de extinção no Brasil. A estimativa é que existam cerca de 50 aves da espécie em todo o território brasileiro.

Cardeal-amarelo

Considerada extinta na região há mais de uma década, a ave Gubernatrix cristata, conhecida como cardeal-amarelo, foi vista no começo de maio no Rio Grande do Sul, próximo à fronteira com o Uruguai. É a primeira vez em 15 anos que um macho adulto da espécie é visto em seu ambiente natural. O cardeal-amarelo é um dos pássaros mais ameaçados de extinção no Brasil. A estimativa é que existam cerca de 50 aves da espécie em todo o território brasileiro.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia