Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 874 / 2016

02/06/2016 - 21:29:58

Globo volta a realizar gravações em Alagoas

Novela aquece o turismo e economia de três municípios do Sertão

Vera Alves [email protected]
Secretárias Janaína de Melo (E) e Patrícia Brasil (C) em fotos com os atores globais

Encravados no alto Sertão de Alagoas, os municípios de Delmiro Gouveia, Olho d’Água do Casado e Piranhas comemoram os dividendos da novela “Velho Chico”, a trama das 21h da Rede Globo de Televisão que está levando a todo o País as belezas dos lugares banhados pelo Rio São Francisco. E a partir da próxima semana, apostam em novo boom turístico, já que novas cenas da novela voltarão a ser gravadas em solo alagoano.

De forma mais direta, “Velho Chico” teve locações realizadas em Piranhas e Olho d’Água da Casado. Nesta última, localizada a 272 km, de Maceió, o destaque é a “casa do capitão Rosa”, como é conhecida na cidade a residência alugada até outubro próximo pela Globo. O imóvel, pertencente ao assentamento Gastone Beltrão, foi palco das cenas da primeira fase da trama e serviu de moradia para o capitão Ernesto Rosa - personagem vivido pelo ator Rodrigo Lombardi -, principal inimigo do coronel Afrânio de Sá Ribeiro (Rodrigo Santoro na primeira fase e Antônio Fagundes na segunda).

Além da casa do capitão Rosa, a produção da Globo alugou outro imóvel também no assentamento para servir como apoio ao elenco e equipe técnica. Contratou, também, moradores locais para darem suporte e como figurinistas. 

Secretária de Cultura e Turismo de Olho d’Água do Casado, Janaína de Melo confirma que as gravações da novela estão favorecendo a economia local, ao colocarem o nome da cidade em evidência para todo o País. Revela, inclusive, terem despertado o interesse de turistas em investirem no município, além de terem despertado na gestão municipal o incentivo para novos projetos, como o de avistamento de espécies raras de aves só existentes naquela região de caatinga, além da criação da Casa de Cultura de Olho d´Água do Casado, que funcionará no prédio da antiga Estação Ferroviária. 

“Nossa proposta é transformar o local em um museu que irá retratar as manifestações culturais e também expor espécies dos sítios arqueológicos e paleontológicos da nossa região”, conta, ao lembrar que Olho d´Água do Casado é conhecida como o Portal dos Cânions por seu maior atrativo, o cânion do São Francisco, além dos sítios arqueológicos com pinturas e gravuras rupestres, favorecendo a realização de trilhas ecológicas.

Piranhas também comemora o crescimento do número de visitantes desde que as primeiras cenas de “Velho Chico” foram ao ar, na segunda quinzena de março. Além dos bons resultados para a economia, a secretária de Cultura e Turismo, Patrícia Brasil, enfatiza o aumento da auto-estima da população local. No que diz respeito ao comércio da cidade, revela que todas as pousadas e hotéis da cidade tiveram 100% de ocupação ao longo dos meses de janeiro e fevereiro, quando foram gravadas as cenas da primeira fase da novela com destaque para a exuberância do Rio São Francisco.

O vai e vem de atores e atrizes consagrados provocou um verdadeiro rebuliço na cidade, conta Patrícia, que atuou como cicerone do elenco da novela, junto com a colega de Olho d’Água do Casado, Janaína de Melo. Artistas como Rodrigo Santoro e Rodrigo Lombardi – os rivais da primeira fase -, Chico Diaz (Belmiro) e Leopoldo Pacheco (doutor Emílio) podiam ser vistos cotidianamente nas duas cidades, bem como atrizes do peso de Fabíula Nascimento (Eulália, esposa do capitão Rosa) e Dira Paes, que, a despeito de somente ter surgido em cena na segunda fase como a professora Beatriz, e a novata Marina Nery (Leonor, esposa de Afrânio) também participaram das andanças e trilhas ecológicas com os colegas de elenco pelos municípios alagoanos.

Patrícia Brasil lembra, ainda, que toda a grade de programação da Globo esteve voltada à região, desde o Bom Dia Brasil até o Jornal da Globo, passando pelos programas de entretenimento como Ana Maria Braga e Caldeirão do Hulk. Este último, aliás, levou a Olho d’Água do Casado um de seus mais consagrados quadros, o Lar doce Lar, cuja exibição em cadeia nacional está prevista para este sábado, 4 de junho.

BONS NEGÓCIOS

Com uma localização privilegiada e a invejável posição de 30ª melhor cidade brasileira no ranking das 100 melhores em termos de infraestrutura, Delmiro Gouveia lucrou muito financeiramente com Velho Chico, revela o assessor Especial da prefeitura João Edson Viana. A rede hoteleira, desde os hotéis de grande porte às pequenas pousadas, esteve totalmente ocupada nos meses de janeiro e fevereiro. “Quem tinha carro alugou, porque a demanda era muito grande”, diz. 

Igualmente banhado pelo Rio São Francisco e distante 301 km de Maceió, Delmiro Gouveia faz divisa com os estados de Sergipe (Canindé do São Francisco), Bahia (Glória) e Pernambuco (Jatobá) e também foi agraciado com gravações da novela nos cânions do São Francisco, além de ter hospedado grande parte do elenco e da produção, uma equipe de mais de 120 pessoas.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia