Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 870 / 2016

08/05/2016 - 18:47:19

Repórter Econômico

JAIR PIMENTEL

O plano e o seguro

Recebi e-mail de um leitor querendo saber a diferença entre seguro de vida e previdência privada. Eles são bastante distintos. O primeiro caso é o que se paga para, quando o titular morrer, o herdeiro receber o valor estipulado pago ao longo da vida, em sua totalidade, enquanto o plano de previdência privada se paga mensalmente um determinado valor, indicando quando quer passar a receber (a idade, no caso) mensalmente, em vida. Nesse caso é um complemento da previdência pública (INSS). 

Existe ainda seguro de vida resgatável, que ao final de um período o segurado recebe o capital nas condições estabelecidas no contrato. Os tradicionais seguros são enquadrados como herança e, portanto, a indenização recebida não sofre tributação. Nessa mesma linha da geração de disponibilidade financeira livre de encargos, o mesmo tipo de seguro pode ser contratado com o objetivo de cobrir despesas com a realização de inventário ou, ainda, como forma de liberar percentuais de participação no caso de morte entre sócios de uma empresa. 

Aposentadoria

A previdência complementar trem o caráter de renda, mantendo o seu poder de compra durante a velhice, dependendo apenas de você contratar um valor que se destine a isso. Diferentemente do seguro de vida, quem contrata normalmente vai usufruir da renda. 

A data

O evento a partir do qual a seguradora começa a pagar a renda é a data que o segurado escolhe para se aposentar, ou para começar a receber essa renda. Ou seja, não se trata de qual produto vale mais a pena, já que, como dito, eles têm objetivos distintos. 

Planejando

Quem trabalha na iniciativa privada (carteira assinada) tem direito a aposentadoria pelo INSS, mas obviamente existe a questão da idade e do tempo de serviços prestados. Quem se encontra na faixa dos 30 anos, é bom iniciar o pagamento de um plano de previdência privada, para começar a receber a partir dos 55 anos, por exemplo. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia