Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 867 / 2016

08/05/2016 - 19:17:49

SOS Alagoas

Cunha Pinto

Mudança radical 

Políticos, em Maceió, não falam ainda sobre as eleições  de outubro às prefeituras e para vereadores. É “cala-boca”  ante o prazo das convenções se  aproximando  (julho)  e 32 partidos aptos a  apresentar candidatos. Já o eleitor não dá a mínima para a campanha.

Fidelidade partidária

Eleitor prega fidelidade a partido, mas quem dentre eles sabem quanto são e quais os pré-candidatos em outubro.  E perguntam: “Em Maceió, além de Rui(PSDB) tentando a reeleição que outros  nomes  o eleitor  ouviu falar?”

Das conversas 

Ainda em Maceió e a ver a campanha de outubro, conversa é que candidatos a vereador entulham partidos, a  maioria, contudo, sabendo que vão longe as chances de passar pela  triagem. 

Carga pesada 

Filiados antigos em  partidos tidos como de esquerda começam a definir  como “carga pesada”  as  denúncias contra o PT, agora frequentes e a ver entre  suspeitos na prática de atos ímprobos o ex-presidente Lula.

Para relaxar

 “Um homem só consegue ter absoluta  certeza de que está proporcionando prazer à  sua mulher quando  morre e deixa um bom seguro”.  A frase foi extraída do “O Avantajado,”  livro de pensamentos e edição histórica da turma do Casseta& Planeta.

Cumplicidade? 

É antiga – e bota antiga nisso – a violência urbana avançando Brasil afora e governo e Congresso alheios à matança nas ruas. Questão comentada por cidadãos definiu como piada afirmação de no “Brasil lugar de bandido ser na cadeia”.

Polícia dá retorno

Mas a Secretaria de Segurança Pública vem na contrapartida e opinião  também de maceioenses dá mostra de que as operações policiais na cidade oferecem retorno na confiança do cidadão. Uns falam que  “lugar de bandido é na cadeia ou no cemitério”.

Ato insensato

Tentar escapar de ação policial dirigindo veículo de forma insensata, atropelar pedestre e não socorrer devia ser caso de cadeia sem direito a fiança. Sem isto é favorecer a impunidade no Brasil e contraria o dito popular de que  o “crime não compensa”. 

Espelha o caso

No Farol, fim da semana passada, uma motorista com sinais de embriaguês bateu em outro  veículo que capotou. O acidente foi durante perseguição policial após atropelar uma pedestre e não  socorrer. Mas já é rotina em Maceió motorista  flagrado  em  fins de noite dirigindo embriagado.

Cadê os outros?

O impeachment da presidente Dilma não deve ser seguido de ato propondo  eleições  gerais no Pais? Ou o brasileiro tem convicção de que só basta a saída dela para o País voltar a ter dias melhores?

Eleições gerais 

Mas entre eleitores  e ante a crise politica que o País vive, quem acha  que o Congresso aprove  eleições gerais no País fora da agenda que a define para 2018? 

Sugestão de realização eleição para todos os cargos ainda este ano chegou a ser debatida em sessão do Congresso, mas não foi levada a sério.

Depoimento

O senador Delcídio do Amaral tem agenda para depor no Senado dia 19 próximo. Confirmação, já divulgada, motiva  expectativa pelo que possa falar sobre  a Operação Lava Jato  e resultou  na prisão dele, determinada pelo juiz Sérgio Moro. 

Sob ameaça  

“Vou contar coisas que muita gente não quer ouvir”. A frase, que motiva suspense, é de Delcídio do Amaral, divulgada na Revista Veja, edição 2473 de 13 de abril,  em conversa pelo  telefone com João Alberto (PMDB-MA), presidente do Conselho de Ética do Senado.

Tá ruim 

No Maceió Shopping (Jatiúca) é flagrante a queda no movimento, isso se comparado ao início do ano. É quadro observado por  frequentadores assíduos como efeito da crise que  se estende para o  supermercado ao lado.

Novos filiados

O deputado Marcos Barbosa se filiou no Partido Republicano Brasileiro (PRB),ficha assinada  na quinta-feira da semana passada (17). Barbosa está em quarto mandato na Assembleia  Legislativa e o PRB passa a ter um representante na Casa de Tavares Bastos.

Mesmo propósito

De Marcos Barbosa: “É um prazer estar no PRB  e tenham a certeza que vou cumprir com a  minha  obrigação no partido que estive e aqui  chego, no PRB,  com o mesmo propósito. No caso, o de trabalhar sempre mais em prol da sociedade alagoana”.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia