Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 866 / 2016

10/04/2016 - 11:43:27

Eu quero saber depois!!

José Arnaldo Lisboa

Um homem com “H” maiúsculo, não aceita ser chamado de covarde, principalmente, se ele for de formação sertaneja, daqueles que não gostam de conversinha fiada, “no pé do ouvido”.  Nós alagoanos de Mata Grande, somos assim. Às vezes, nós somos educados em colégios, temos formação cristã e índole pacifica, mas, não toleramos insultos e humilhações. Nós sertanejos somos assim e nos criamos assim, pois, as escolas não são capazes de mudar o nosso caráter ou nosso comportamento social. Eu gosto do sertão e gosto do povo sertanejo e, não gostamos quando alguém nos chama de “covarde”. Para um homem de vergonha, que não vive se envolvendo em escândalos ou em trambiques, ser chamado de “covarde”, é o fim da picada. Ficamos brabos e perdemos a compostura. Coisa semelhante aconteceu, quando o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, chamou os ministros do Supremo Tribunal Federal de “covardes”. E o pior de tudo, é que os senhores ministros nada disseram, nada reclamaram e continuaram em silêncio, como se nada tivesse acontecido. 

Dentre todos os escândalos acontecidos, esse ultrapassou todos os limites de tolerância e de falta de despeito a uma autoridade e a um dos Poderes Constituídos na nossa “capenga república”. Todo mundo leu e ouviu, quando o Sr. Lula disse, dentre outras coisas, que o Supremo Tribunal Federal se “acovardou”, ao deixar que ele fosse obrigado a prestar depoimento perante a Polícia Federal. Ora, se o Supremo Tribunal Federal é composto de ministros e, se os senhores ministros se acovardaram, nada mais falta para acontecer, em termos de desmoralização das nossas instituições. O Sr. Lula, certamente, irá enfrentar processos, tendo os senhores Ministros como julgadores, os mesmos que foram chamados por ele, como “covardes”. Eu estou curioso para saber, como essa Côrte vai se comportar, diante de tamanho insulto. O Sr. Lula sempre foi ousado e falastrão, porém, dessa vez, passou dos limites, em frontal desrespeito ao Supremo. O mundo inteiro leu ou ouviu, quando o Sr. Lula humilhou os nossos julgadores. 

Agora, vamos esperar os futuros acontecimentos, para sabermos se, realmente, o Lula tinha razão, quando disse que os nossos ministros se “acovardaram”. Vamos ver se eles se comportarão, mesmo, como “covardes” ou se darão uma lição de vergonha, quando dizendo ao Sr. Lula que, nós sertanejos, saberíamos como fazer, nessas ocasiões. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia