Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 866 / 2016

10/04/2016 - 11:38:34

2º Bazar da Solidariedade supera primeira edição

Recursos arrecadados foram entregues aos jornalistas Olívia de Cássia e Carlos Miranda, portadores de doenças degenerativas

Maria Salésia [email protected]
Público lota ginásio do Sesc durante bazar promovido pelos jornalistas; Olívia compareceu e Miranda vestiu a camisa no hospital

No sábado, 2, os jornalistas alagoanos se vestiram de branco, arregaçaram as mangas e com “esforço coletivo” promoveram o  2º Bazar da Solidariedade, que bateu todos os recordes e mostrou a força da categoria. O evento teve como meta arrecadar recursos para auxiliar no tratamento dos jornalistas Olívia de Cássia e Carlos Miranda que são portadores de doenças degenerativas. 

Além de um reencontro de amigos e colegas de profissão, o bazar proporcionou ainda outros momentos emocionantes. As mercadorias de boa qualidade e com preços acessíveis foram atrativos a parte para os compradores. Não foi difícil ver no semblante de cada pessoa a satisfação de adquirir uma peça, ou várias, e de alguma forma poder contribuir com a causa.

Na equipe organizadora, principalmente,  era visível o cansaço no semblante. Mas a alegria estampada em cada rosto superava qualquer desconforto. Todos trabalhavam sorrindo, até mesmo nos momentos tumultuados. Naquele sábado aconteceu a festa da solidariedade, do amor ao próximo e a certeza de que realmente “fazer o bem faz bem”.

E naquela mistura de gerações, todos em prol de uma mesma causa, sobrou tempo para os agradecimentos aos envolvidos no Bazar da Solidariedade. O sucesso só foi possível graças a cada doador, conhecido ou anônimo. E assim, o mentor da ideia, jornalista Odilon Rios,em nome da categoria, agradeceu à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que enviou vários voluntários que ao comando da jornalista Iracema Ferro se doaram plenamente; à Polícia Militar que cedeu homens para garantir a segurança do local; ao coronel Coutinho que cedeu seguranças de sua empresa; e aos seguranças do Sesc “pelo conjunto da obra”.

Agradeceu, ainda, aos meios de comunicação: Organização Arnon de Mello (rádios, TV, jornal, web); Sistema Pajuçara de Comunicação (rádio, TV, web); Sistema Correio de Rádio; TV Assembleia; Rádio Jovem Pan; Sistema Fecomércio, através de Wlton Malta, Roxele, Eline, Clóvis e Thácia;  aos organizadores do postos de coleta: AMA com Zélia Cavalcante; Cléia Laurindo Cabeleireira; Sodiê Doces e Santa Lolla Maceió, com Eliana Custódio; Eletrobras com Isa Mendonça;  Ministério Público Estadual com Janaína Ribeiro; Fecomércio, Sesc e Senac com Fabiana Silva;  EXTRA com Vera Alves; Cesmac com Silvia Falcão; Faculdade Mauricio de Nassau com Deisy Nascimento; Sindicato dos jornalistas com Flávio Peixoto e Valdice Gomes; e, ao jornalista Deraldo Francisco pela doação das camisas para os envolvidos com a organização do evento.

Carlos Miranda-

O jornalista de 50 anos, casado, dois filhos, foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) em 2015 e encontra-se tetraplégico. Miranda não compareceu ao evento porque se encontrava hospitalizado. Mas, o grupo # Força Miranda enviou a seguinte mensagem após ele ver algumas fotos que postaram do bazar: “A felicidade e a gratidão em seu olhar foi fácil de identificar. Ele pediu pra dizer pra todos: muito obrigado!” 

Olívia de Cássia

A jornalista Olívia de Cássia Cerqueira, 56, sofre da Doença de Machado-Joseph, conhecida como ataxia espinocerebelar do tipo 3 (ou SCA 3), uma doença crônica hereditária dominante. Presente ao evento, disse que “Para mim, a melhor coisa que aconteceu foi o bazar. Se não fossem os colegas de jornalismo não teria nem conseguido começar o tratamento”, agradeceu.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia