Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 860 / 2016

27/02/2016 - 10:14:24

Arapiraca é destaque nacional na geração de empregos

Em 14 anos, o município do Agreste alagoano gerou 21 mil novas vagas de trabalho

José Fernando Martins Especial para o EXTRA
Empresa de call center na inauguração com a presença de Renan Filho e da prefeita Célia Rocha

Arapiraca foi o quarto município brasileiro em geração de empregos no ano de 2015, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged). O resultado fez com que a cidade localizada no Agreste alagoano virasse destaque em reportagem publicada recentemente pela Folha de S. Paulo. 

Com o título “Arapiraca, em Alagoas, lidera o ranking de saldo positivo de vagas de emprego”, a reportagem datada do dia 21 de fevereiro destacou que “apenas 126 cidades registraram saldo positivo de empregos em todos os anos desde 2002. Dentre elas, Arapiraca fica em primeiro lugar, com 21 mil novas vagas na soma dos últimos 14 anos. Em 2015, foram 2.076 postos”.

O periódico até tentou explicar qual foi a fórmula que ocasionou o crescimento do município se embasando nas considerações do economista Francisco Rosário, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Em entrevista à Folha de S.Paulo, Rosário explanou que a cidade, situada entre o Sertão e a Zona da Mata, é polo comercial de uma grande área de serviços. “Criou uma região metropolitana em volta e atende até as cidades de Pernambuco”, disse.

Mas para o prefeito em exercício de Arapiraca, Yale Fernandes (PMDB), um dos motivos para o desenvolvimento econômico é o interesse do próprio povo de investir em sua terra. “Essa vocação natural de crescimento está despertando a atenção de investidores de outros estados”, salientou ao EXTRA Alagoas. Ainda segundo Fernandes, as recentes administrações políticas conseguiram preparar um alicerce com obras estruturantes para fortalecer a economia local.

A reportagem da Folha de S.Paulo ainda deixou claro que, se antes os nordestinos iam buscar oportunidades em outras regiões do país, agora acontece um fenômeno inverso. Foi o caso do engenheiro Gustavo Papini, 31. Sabendo que seria difícil encontrar um emprego na sua cidade natal, Goiânia, capital do estado de Goiás, resolveu apostar em Arapiraca, onde está até hoje desde 2013. 

História semelhante é da também engenheira Ângela Cristina Lins, 35, que deixou o Recife por uma oportunidade de trabalho no agreste alagoano. Ambos foram tentar a sorte na cidade que mais gera emprego no Brasil. 

“O fato de Arapiraca ser destaque nacional na geração de empregos consolida nosso trabalho. É uma cidade que possui localização privilegiada, no centro geográfico de Alagoas. Ampliamos o fornecimento de energia elétrica e de abastecimento de água. O gasoduto de Penedo-Arapiraca está prestes a chegar com o gás natural, além de um novo distrito industrial que, em breve, vai alavancar ainda mais esse desenvolvimento”, destacou o prefeito em exercício.

A construção do gasoduto Penedo-Arapiraca, com extensão total de 66 km, será realizada em quatro etapas, sendo as duas primeiras previstas para terminar em abril do próximo ano.

E parece que há novidades para os arapiraquenses quando o assunto é emprego. “Empresários de diferentes segmentos do setor produtivo estiveram recentemente na cidade e já demonstraram o interesse em trazer novos investimentos. A empresa AeC Call Center nos informou que está ampliando a oferta de mais 500 postos de trabalho. Outros empreendimentos na área da construção civil, rede de supermercados e do setor de alimentos e de transportes vão aquecer nossa economia este ano”, considerou.

GASODUTO IRÁ 

IMPULSIONAR 

ECONOMIA

Na terça-feira, 23, o presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal), Marcus Vasconcelos, visitou as obras do gasoduto Penedo-Arapiraca, na cidade ribeirinha, acompanhado do presidente da Gás de Alagoas S.A (Algás), Arnóbio Cavalcanti, e de técnicos dos dois órgãos.

A equipe da Gerência de Gás Natural da Arsal inicia a fiscalização da construção e montagem do gasoduto. Durante toda a obra foram vistoriados aspectos técnicos e administrativos, como cumprimento do cronograma, material e equipamentos utilizados e procedimentos de segurança adotados pela Algás.

Ao final, a obra irá permitir a distribuição do gás natural a partir da Estação da Algás em Penedo, passando pelos municípios de Igreja Nova e São Sebastião até a futura estação da companhia em Arapiraca.

“O governador Renan Filho, sempre que vem à nossa cidade, diz que Arapiraca é a locomotiva de Alagoas. Isso aumenta ainda mais a nossa responsabilidade e vamos continuar trabalhando em parceria com o setor produtivo, agências de fomento e apoio do governo estadual para manter esse ritmo de crescimento, criando políticas públicas e mecanismos para garantir mais oportunidades de empregos e geração de renda para o nosso povo”, finalizou Yale Fernandes.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia