Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 860 / 2016

25/02/2016 - 20:37:22

Secretários de Rui Palmeira devem ser candidatos

Lideranças do PDT e PMDB podem indicar sucessores

João Mousinho [email protected]
Adriana Vilela, Ib Brêda, Tácio Melo e Davi Maia são possíveis candidatos a uma vaga na Câmara de Vereadores de Maceió

O prefeito Rui Palmeira (PSDB) deseja não somente se reeleger, mas ampliar sua bancada para o segundo mandato. A evidência fica mais visível quando o assunto é a disputa pela Câmara de Maceió. Pelo menos quatro secretários de Palmeira devem tentar uma vaga na Casa Mário Guimarães: o superintendente da Sima, Ib Brêda (PR), a secretária Executiva do Gabinete do Prefeito, Adriana Vilela (PSDB), o secretário de Proteção ao Meio ambiente , Davi Maia (DEM) e o superintendente da SMTT, Tácio Melo da Silveira (Solidariedade). 

Tácio é uma das principais apostas de Palmeira, que bancou sua permanência na SMTT mesmo com os constantes desgastes com o vereador Silvânio Barbosa (PSD), opositor ferrenho do superintendente e apoiador declarado do retorno de Cícero Almeida (PSD) para a Prefeitura de Maceió. Até o final de março em conjunto com os outros secretários, Tácio deve deixar o posto que o marcou na atual gestão. 

Adriana Vilela deve somar forças com a vereadora Tereza Nelma (PSDB) e tentar garantir sua vaga na Câmara de Maceió. Adriana vai representar o clã dos Vilela na disputa do próximo mês de outubro. 

Davi Maia conta com o apoio do Democratas, partido comandado pelo secretário de Saúde, José Thomaz Nonô. Hoje o DEM conta com o vereador Luiz Carlos da Adefal, que ocupou a vaga do Pastor João Luiz (DEM), eleito em 2014 como deputado estadual. Davi deve ser o principal expoente da sigla durante o processo eleitoral. 

Com apoio do deputado federal Maurício Quintella (PR), o superintendente da Sima, Ib Brêda (PR), deve se aventurar nas próximas eleições. O partido conta com apoio do sempre candidato Lobão, que deve somar seus votos para atingir o quociente eleitoral. O PR tentar emplacar pelo menos dois nomes em 2016. 

Xadrez político

O prefeito Rui Palmeira tenta aglutinar para o seu palanque o PMDB e PDT. Os atuais vereadores Antônio Hollanda (PMDB), Kelman Vieira (PMDB), Galba Neto (PMDB) e Wilson Júnior (PDT) integram a bancada do prefeito, mas seus partidos ainda não bateram o martelo em relação à sua reeleição. As vagas nas secretarias podem ser um atrativo para captar novos aliados. 

O PMDB parece aguardar a decisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), para movimentar qualquer peça. Já foi especulado que o PMDB indicaria o vice-prefeito ou teria secretarias de peso a partir de 2017, mas de concreto até agora nada. 

Já o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) recebeu, recentemente, em Brasília, o prefeito Rui Palmeira. Há fontes que garantem que dois cargos de secretários vagos estariam sendo garantidas para a sigla. A articulação partiria dos principais expoentes da sigla em âmbito municipal, estadual e federal, respectivamente: Wilson Júnior, Galba Novaes e Ronaldo Lessa. 

Em conversas de bastidores, o nome do ex-secretário Edvan Santos aparece com força; figura discreta no meio político e um técnico conhecido por sua competência, ele pode ser um dos nomes para somar na administração de Palmeira. Já quando a indicação parte para o campo político o nome de Thales Novaes também aparece entre os indicados. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia