Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 859 / 2016

23/02/2016 - 18:17:35

Apocalipse brasileiro

ALOISIO VILELA

Ultimamente tenho lido todas as matérias sobre a política brasileira. Confesso que são algumas notícias oriundas do Poder Judiciário ou os pronunciamentos de determinados parlamentares que, às vezes, me fazem vislumbrar, mesmo que seja a bilhões e bilhões de anos luz, uma tênue luz no fim do tenebroso túnel que, infelizmente, encontra-se metido o atual momento político brasileiro. 

A democracia, entre outros, tem como principais pressupostos básicos, a alternância do poder através do voto e a honestidade. O cumprimento destas obrigações exige a atuação de outros poderes que ajam imparcialmente e tenham a função de fiscalizar e fazer cumprir a lei, isto é, que sejam totalmente autônomos e fortes o suficiente para aplicarem as sanções necessárias aos personagens políticos que, comprovadamente, cometeram erros e, também, nos que foram e continuam sendo coniventes com os que erraram, pois uma democracia onde medidas como essas não são tomadas compara-se a um dos piores regimes deexceção.  

Acredito que nosso Judiciário e Legislativo há muito atingiram estacapacidade. É por este motivo, por achar que possuímos um Judiciário e um Legislativo que não admitem que ninguém esteja acima do bem e do mal, que ninguém se considere acima da lei, que ninguém seja inatingível, que tenho absoluta certeza de que todos aqueles que merecem ser punidos serão, sem dúvida alguma, alvos do merecidocastigo, seja ele qual for, porque se a lei não for devidamente aplicada por quem de direito e a quem merece, o sofrido povo brasileiro perceberá a inércia dos poderes que têm por obrigação precípua a defesa e fiscalização da democracia, se revoltará e sairá às ruas para exercer com as próprias mãos a justiçaquelhe falta. 

A história comprova que movimentos populares com esta origem e objetivo são extremamente violentos e completamente descontrolados, pois ao não mais respeitarem a lei e a ordem vigentes, comete-se atrocidades inauditas, as instituições são completamente desmoralizadas, patrimônios materiais e morais destruídos e inocentes e justos trucidados, isto porque revoluções como esta, no grupo que sobe, a heterogeneidade de idéias entre os novos donos do poder, o ódio e a exacerbada vontade de cometer vingança são tão grandes que se age mais por instinto do que porracionalidade.

Em assim sendo, como evitar um gigantesco banho de sangue no país que, infelizmente, necessitar que seu território sirva de palco para tão dantesco acontecimento?

Portanto, se não acreditarmos na eficácia do Judiciário e do Legislativo, é chegada a hora do apocalipse brasileiro e só nos resta acreditar nas baionetas ensangüentadas e nos milhares de corpos sem vida.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia