Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 858 / 2016

11/02/2016 - 11:10:22

Outro monumental escândalo!!!

José Arnaldo Lisboa Martins

Ninguém sabe qual é o maior escândalo, no Brasil e no mundo, se é o da Petrobras ou o da Transposição das Águas do Rio São Francisco. São escândalos debitados ao Sr. Lula, mas ele ainda não foi punido e, caso aconteça a impunidade, será melhor que fechem todos os juizados e tribunais para que os prédios sejam transformados em salas de cinema e teatros. Vocês devem estar lembrados que no primeiro governo do Sr. Lula, há uns 13 anos, colocaram na cabeça do ex-presidente que seria uma “boa ideia” fazer essa transposição, de modo que o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba e Pernambuco ficassem abastecidos com as águas do Velho Chico. Todos os técnicos de renome, tanto do estrangeiro como do Brasil, foram contra a ideia, principalmente os do Instituto Joaquim Nabuco, especialistas em Hidráulica, Hidrodinâmica, Geologia, Eletrotécnica e outras especializações da Engenharia. Todos opinariam contra a ideia, dizendo que a seca nordestina não seria resolvida desta maneira e que seria um absurdo fazer um canal com 2.000 quilômetros só para que os empresários cearenses ganhassem milhões de reais com a criação de camarões para exportação. Aconteceu que o Sr. Lula tinha compromissos com 14 empreiteiras para o dinheiro chegar logo aos canteiros de obras. O projeto para ser executado teria que desviar 280 metros cúbicos de água por segundo, mesmo não sendo beneficiado a Bahia, Sergipe e Alagoas, hoje flagelados pela seca, com a falta de água para beber, para os animais, para as plantações e demais necessidades. Vão ser retirados do Rio São Francisco 252 milhões de litros de água por hora e levados, também, para irrigação das fazendas de empresários, amigos do Sr. Lula. O Velho Chico ficará mais seco e irá prejudicar a geração da energia elétrica, nas hidrelétricas, como está acontecendo com a represa do Sobradinho. Da tomada d´água entre Bahia e Pernambuco até Cabrobó-CE, será construído um canal numa distância de 2.000 quilômetros, distância esta que vai de Maceió até o Rio de Janeiro, aproximadamente. Só com a evaporação a céu aberto, as bombas deverão elevar as águas a uma altura de 160 metros, pois, precisarão de 1.060 megawatts que serão gerados, numa usina, como a de Sobradinho, além de ser construído um túnel com 1.500 metros, que correspondem ao comprimento de 15 campos de futebol. 

É uma maluquice! É um desperdício de dinheiro, porém “o absurdo do século” estava parado pelo Tribunal de Contas da União por causa de gritantes irregularidades e pelas grandes rachaduras nas obras. Ora, o Rio São Francisco está secando e só Deus é que deveria criar rios e canais com mais de 2.000 quilômetros através de quatro estados da federação.

Em tempo – O promotor de Justiça Itamar Gama é um excelente amigo que tenho e que gosta de ler meus textos. Que bom!!! 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia