Acompanhe nas redes sociais:

23 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 857 / 2016

31/01/2016 - 08:32:11

TJ e Instituto Cidadão capacitam servidores

Implantação do eSocial das empresas e órgãos públicos é alvo do primeiro curso

Assessoria
Servidores do Judiciário estão sendo capacitados no eSocial, que vigora em janeiro de 2017

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) deu início, na última segunda-feira (25), ao ciclo de capacitações voltadas aos servidores da área administrativa do Poder Judiciário. A previsão é de que 40 cursos sejam realizados até o final deste ano. O primeiro treinamento foi “eSocial e DCTF Prev para órgãos públicos”, que abordou o projeto do governo federal de unificar o envio de informações por meio de um canal digital único.

O curso, realizado na sede da Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), tem carga horária de 40 horas. Foram disponibilizadas 30 vagas para serem preenchidas por servidores do Departamento Financeiro de Pessoal (Defip), da Diretoria Adjunta de Contabilidade e Finanças (Diconf), da Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), do Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário (Funjuris), da Subdireção e da Procuradoria do TJ/AL.

A capacitação foi conduzida pela professora Luciana Lemos, integrante da equipe do Instituto Cidadão, que destacou a importância de se preparar com antecipação para a implantação do eSocial, prevista para janeiro de 2017.

“Assim como teve com o eSocial das domésticas, que todo mundo enfrentou problemas no início, não vai ser diferente com o eSocial das empresas e órgãos públicos. A intenção do curso é de capacitar o pessoal da área financeira, recursos humanos, gestão de pessoas para que, com a chegada do programa, o TJ/AL já esteja preparado para enviar essas informações sem dificuldades”, explicou a professora.

O Instituto Cidadão, responsável pelos treinamentos, deverá realizar ainda cursos sobre Gestão e Fiscalização de Contratos; Contratação Pública; Gestão de Pessoas - aspecto gerencial; Liderança no Setor Público; Auditoria Interna; Desenvolvimento de Chefia e Liderança; Controle interno; Excel avançado; Maximizando a produtividade dos servidores públicos; Gestores de alta performance no serviço; e, Regras Previdenciárias, Aposentadoria, Pensão, entre outros.

De acordo com o diretor de Gestão de Pessoas do TJAL, Abelardo Braga, a iniciativa de ofertar esses cursos visa otimizar os trabalhos da área administrativa do Poder Judiciário. “Durante o ano de 2015 conversamos com os setores e identificamos a necessidade de realizar um curso amplo na área administrativa porque estava bastante carente. Então o presidente Washington Luiz Damasceno e o diretor da Esmal, desembargador James Magalhães, cobraram do setor de Recursos Humanos uma grade de cursos para o ano de 2016”, explicou.

As capacitações serão ofertadas diretamente para o público-alvo. O objetivo é melhorar a prestação do serviço público por meio do investimento no treinamento dos servidores. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia