Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 855 / 2016

18/01/2016 - 16:35:24

ABC DO INTERIOR

Roberto Baía

Eleições em 

Campo Grande

O ex-prefeito Cícero Pinheiro (PMDB) continua sendo a grande liderança de Campo Grande no Agreste alagoano. Em 2012, contra tudo e todos, quase foi eleito, não obtendo êxito por uma pequena diferença de 100 votos. Em 2014, elegeu todos os candidatos que apoiou e tem agora em 2016 o total respaldo do governador Renan Filho (PMDB) e do senador Renan Calheiros (PMDB) para retornar ao comando do município.

Desistência

O atual prefeito de Campo Grande, Miguel Higino (PP), que chegou a ser afastado por mais de seis meses do cargo, anunciou que não irá mais disputar a reeleição. O ex-prefeito Arnaldo Higino, por sua vez, se encontra enquadrado na Lei da Ficha Suja, por ter tido reprovadas suas contas no TCE/AL, o que foi homologada pela Câmara Municipal de Vereadores, conforme noticiado pelo site do TRE/AL.

Direito de resposta

O vice-prefeito, Erasminho Dias, juntamente com os vereadores Valter da Farmácia (presidente da Câmara), Vânia de “João de Deta”, Larissa Palmeira e Zé Eduardo, aproveitando o Direito de Resposta, garantido pela Constituição Federal, vem esclarecer que continuam unidos e atuando de forma responsável em defesa da população e do município de Traipu. O vice-prefeito esclarece que também é vítima da política de atraso salarial, e, atualmente, está com sete meses de atraso em seu salário.

Ainda, o vice-prefeito Erasminho Dias esclarece que jamais procurou ou foi procurado pela atual gestora, Conceição Tavares, para qualquer tipo de negociação.

Por último, o vice-prefeito explica que as pesquisas realizadas o colocam numa posição de preferência do povo de Traipu, e que isso tem causado o desespero de ex-gestores, plenamente rejeitados pela maioria da população de Traipu.

 Nota de 

Esclarecimento

O presidente da Câmara de Vereadores de Traipu, Valter da Farmácia, esclarece que de forma democrática e respeitosa foi procurado pelos vereadores do grupo de sustentação da prefeita e que o objetivo foi melhorar as boas relações institucionais que já são mantidas no dia a dia da instituição.

Vai fechar

A Prefeitura de Arapiraca emitiu ontem uma Nota Oficial com a finalidade de esclarecer alguns pontos relacionados à atividade de abate e comercialização de animais no município, cujo antigo matadouro será fechado por determinação do MP.

Diz a nota: “Atendendo a uma determinação do Ministério Público e demais órgãos de controle sanitário e ambiental, como a Adeal e o IMA, promoveu a operacionalização privada do matadouro frigorífico, pois a atividade não é de caráter público e não cabe mais à prefeitura investir ou subsidiar essa atividade”.

Licitação

“A Frigovale Alagoas é uma empresa privada, que venceu processo de licitação para a concessão do espaço para a atividade que inclui a prestação de serviço de abate e a comercialização dos subprodutos”.

“Entendendo que a nova dinâmica para o abate de animais para consumo numa empresa licenciada, destinada a essa operação, envolveria custos maiores para os produtores, a Prefeitura de Arapiraca tomou todas as providências possíveis para auxiliar os pequenos marchantes e fateiras, como a manutenção dos serviços de transporte e as diligências junto à Frigovale, para reduzir na medida do possível os custos dos produtos a serem adquiridos no frigorífico”.

Antigo matadouro

Na nota oficial a prefeitura assegura que “é de responsabilidade do município zelar pelo cumprimento das normas e atender às determinações legais nas esferas social, sanitária, ambiental e trabalhista nessa atividade”.

“Nesse sentido, as atividades de abate que ocorrem no antigo matadouro público de Arapiraca deverão acontecer somente até o dia 18 de janeiro de 2016, data em que esse estabelecimento será definitivamente fechado, conforme determina o Ministério Público e orientam os demais órgãos de controle”.

Frigovale

A Prefeitura de Arapiraca também informou que a empresa Frigovale irá retomar suas atividades a partir do dia 20 de janeiro de 2016, dentro das condições já estabelecidas no contrato.

ASA de Arapiraca

Com assessoria: Com trabalhos de fortalecimento muscular realizados na academia Better Life na manhã de quarta-feira (13), o elenco da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) continua com a sua rotina de treinamentos durante toda esta pré-temporada.

No ritmo

Elevando a carga e colocando os jogadores em um ritmo intenso, o preparador físico Serginho Brasília tem cobrado bastante para que os atletas alvinegros cheguem ao Campeonato Alagoano voando. No período da tarde, o técnico Vica e o seu auxiliar Rúben Furtenbach fizeram treinamentos técnicos e táticos no gramado do Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, exigindo das jogadas individuais e nos posicionamentos táticos da equipe. Os destaques desta tarde ficaram por conta dos atletas Rafael, Bruno Souto e Eninho.

PELO INTERIOR

... A cidade de Arapiraca está organizando uma grande festa para receber, no próximo mês de maio, a passagem da Tocha Olímpica.

... Segundo o que foi revelado na reunião ocorrida na manhã de quarta-feira (13), a Tocha estará na cidade na última semana de maio.

... O encontro para definir os detalhes do evento aconteceu na sala de reuniões do Centro Administrativo Municipal.

... Os trabalhos foram coordenados pela secretária de Planejamento, Cícera Pinheiro, que reafirmou o compromisso da gestão da prefeita Célia Rocha em fazer um grande evento em Arapiraca.

... A reunião contou com a presença dos gerentes regionais do Comitê Organizador da Passagem da Tocha Olímpica, Rian Maia e Filippo Faria, além das secretárias de Cultura e Turismo, Tânia Santos; Esportes e Lazer; de Indústria e Comércio e Serviços, Myrka Lúcio, bem como de representantes da Secretaria de Educação e de outros órgãos da prefeitura, 3º Batalhão Militar, Corpo de Bombeiros, SMTT, e de escolas particulares de Arapiraca.

... Os agricultores irrigantes dos perímetros irrigados do Boacica, em Igreja Nova (AL), e do Itiúba, em Porto Real do Colégio (AL), têm agora uma chance de renegociar junto à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) seus débitos referentes ao K1, uma tarifa paga pelos agricultores pela implantação da infraestrutura de irrigação de uso comum. 

... O prazo de renegociação se encerra em 2 de fevereiro de 2016 e aqueles que não procurarem a Codevasf poderão ter as dívidas executadas na Justiça, correndo o risco de ter o fornecimento de água suspenso e o lote retomado pela Codevasf.

... “Essa é uma tarifa que representa uma contraprestação do produtor pelos investimentos realizados pela Codevasf para a infraestrutura de irrigação de uso comum do perímetro irrigado”, informa Roberto Machado, chefe do Setor de Cobrança da Codevasf em Alagoas. 

Ele explica que em 2002 o Ministério da Integração Nacional extinguiu a cobrança da tarifa de água K1 para agricultores irrigantes com lotes em perímetros públicos de irrigação de Alagoas e Sergipe e que os débitos em negociação se referem a dívidas geradas antes da extinção da tarifa.

 ... “O que havia de débito de K1 até junho de 2002 deveria ter sido pago pelo agricultor. Muitos já quitaram seus débitos de K1 e hoje não há mais a cobrança dessa tarifa para esses lotes. Em contrapartida, outros lotes ainda possuem valores a vencer, pois mesmo não havendo mais a cobrança desde 2002, esses débitos foram renegociados”, diz Machado.

... Aos nossos leitores desejamos um excelente final, com muita paz e saúde. Até a próxima edição! 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia