Acompanhe nas redes sociais:

23 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 853 / 2015

23/12/2015 - 18:36:26

Minador do Negrão sob comando de parentes e aderentes de prefeita

Socorro Ferro nomeia filha, genros e sobrinhos para os principais cargos de sua administração

Da Redação
Socorro Cardoso eliminou o ‘Ferro’ do nome público, mas mantém modus operandi da família

Encravado no agreste alagoano e a 175km de Maceió, Minador do Negrão é hoje um município literalmente comandado por parentes e aderentes da prefeita Maria Socorro Cardoso Ferro, uma tucana eleita em 2013 pela terceira vez e pertencente a uma das famílias mais tradicionais – e temidas – da região. Os Ferro são conhecidos pela rivalidade entre duas correntes da família, uma é a da prefeita e outra ligada ao deputado estadual Cícero Ferro.

A prefeita, aliás, abriu mão do Ferro na caminhada pública. Hoje é conhecida como Socorro Cardoso. Ela é viúva de Jacó Ferro, primo de Cícero e seu desafeto; ele foi assassinado em janeiro de 2005, um ano depois do atentado contra o parlamentar em que também saiu ferido seu motorista e segurança – e também primo –José Maria Ferro.

Em fevereiro do ano passado, quatro dos cinco acusados de tentarem matar Cícero Ferro foram levados a júri popular e condenados. José Ilton Ferro, conhecido como Zé Nilton, foi condenado a 11 anos e 11 meses. Dois de seus filhos e um sobrinho também receberam o veredito de culpados: Wagner Cardoso Ferro foi condenado a 12 anos e nove meses, e o irmão Wanderley a 11 anos e 11 meses. O primo deles, Jackson Ferro, recebeu a pena maior: 14 anos e dez meses. Todos eram ligados a Jacó Ferro, por cujo assassinato Cícero Ferro é apontado como mandante.

Em 2008, Socorro, que já havia sido prefeita de Minador no período de 1993 a 1997, venceu a disputa pela prefeitura travada contra Eladja Ferro, esposa de Cícero Ferro. Voltou a se confrontar com ele nas eleições municipais de 2012, quando a filha do parlamentar, Thalita Ferro, se habilitou à disputa pela prefeitura mas acabou desistindo da candidatura alegando problemas pessoais e de saúde.

E para 2016, a prefeita já anunciou quem será seu candidato: o sobrinho Gleysson Correia Cardoso Ferro, seu ex-secretário de Transportes, cargo hoje ocupado por outro sobrinho, Ricardo Cardoso Ferro. É também uma sobrinha da prefeita que está à frente da Secretaria de Educação, Marília Cardoso e cuja mãe, Wilma Cardoso, é diretora-geral das escolas da zona rural.

Nos cargos mais importantes do Executivo municipal estão a filha Nadja Cardoso – secretária de Administração e chefe de Gabinete – e o marido desta, Pedro Porangaba Lemos. O genro da prefeita é o secretário de Finanças, cargo que já ocupava na gestão anterior de Socorro Cardoso Ferro.

Outro genro da prefeita, Valbério Marinho Colatino, é o secretário de Esportes. Ele é casado com Nielly Cardoso, gerente administrativa da Unidade de Saúde da Família no Sítio Jiquiri, zona rural de Minador do Negrão.

O evidente nepotismo em Minador do Negrão contraria a Súmula Vinculante nº 13, editada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2008 para barrar os exageros de apadrinhamento de familiares nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

O que diz a Súmula Vinculante

Editada em agosto de 2008, a Súmula Vinculante nº 13 do STF afirma: “A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal”.

O problema é que, passados sete anos, ela ainda gera diferentes interpretações, quando seu objetivo era justamente o de evitar  controvérsias naquilo que pudesse ser considerado como nepotismo. 

Mas afinal o que é o nepotismo? É o favorecimento dos vínculos de parentesco nas relações de trabalho ou emprego, conforme definição adotada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão regulador das atividades do Poder Judiciário, ao qual cabe a análise dos casos em que são questionadas as nomeações nas três esferas de poder.

CONFIRA A LISTA DOS PARENTES DA PREFEITA

Nadja Cardoso: 

filha da prefeita

Secretária de Administração e Chefe de Gabinete

Pedro Porangaba: 

genro da prefeita (casado com Nadja)

Secretário de Finanças

Nielly Cardoso: 

filha da prefeita

Enfermeira-chefe de posto de saúde

Valbério Marinho Colatino: 

genro da prefeita 

(casado com Nielly Cardoso)

Secretário de Esportes

Ricardo Cardoso Ferro: 

sobrinho da prefeita

Secretário de Transportes

Marília Cardoso: 

sobrinha da prefeita

Secretária de Educação

Wilma Cardoso: 

mãe de Marília

Diretora Geral das Escolas da Zona Rural

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia