Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 852 / 2015

20/12/2015 - 07:14:17

Assembleia aprova lei de educação financeira

Projeto de lei de autoria do deputado Inácio Loiola visa disseminar noções de economia doméstica na sal

VALDIR JÚNIOR Jornalista

Os estudantes da rede pública estadual de ensino vão poder adquirir conhecimentos sobre noções de educação financeira. Projeto de lei de autoria do deputado estadual Inácio Loiola (PSB) aprovado nesta semana por unanimidade no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas propõe a introdução do conteúdo de orientações básicas sobre educação financeira e economia doméstica na disciplina de matemática do 1º ao 3º ano do ensino médio nas escolas.

O maior legado desse projeto, segundo Inácio, é ajudar a disseminar as noções de educação financeira e economia doméstica na sala de aula motivando o aluno a ser capaz de obter ensinamentos sobre técnicas financeiras, ajudando-o no aprendizado pessoal. Explica ainda que o tema educação financeira debatido na sala de aula vai promover o aluno à formação e estimular sobre como administrar os recursos pessoais e contribuir ainda na organização do orçamento da família.

“O planejamento financeiro é imprescindível no mundo de hoje, e, no nosso Brasil, mais do que nunca. Em tempo de inflação galopante, de alta taxa de juros e de desemprego, faz-se necessário as famílias (o indivíduo) terem consciência e fazer exercício contínuo de gastar menos do que arrecada, pois, do contrário, pode-se levar ao desequilíbrio das contas de casa trazendo sérios danos econômicos e sociais para o seio familiar”, alerta o deputado estadual.

O projeto de lei de educação financeira visa também  estimular o empreendedorismo, uma vez que ajuda o indivíduo a tomar decisões serenas nos investimentos evitando experiências frustradas, e ainda colaborará para a formação acadêmica, social e profissional, e quiçá, ser um empreendedor de sucesso.

Os deputados estaduais Rodrigo Cunha (PSDB), Tarcísio Freire (PSD), Jó Pereira (DEM) e Léo Loureiro (PPL) destacam a relevância da introdução da disciplina nas escolas da rede pública estadual, tendo em vista que contribuirá para a educação e saúde financeira das famílias alagoanas.

O professor da rede pública estadual Ledivaldo Gomes de Melo defende o projeto e não prevê obstáculo de ser inserido na sala de aula, porque o conteúdo introdução à educação financeira e economia doméstica poderá ser introduzido na disciplina matemática e ensinado pelos professores que ministram a disciplina  na rede estadual de ensino. “Basta apenas a Secretaria de Estado de Educação promover a capacitação do corpo docente, o que não é empecilho”. 

O projeto de lei sobre Educação Financeiro segue agora para sanção do governador Renan Filho.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia