Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 851 / 2015

11/12/2015 - 11:51:32

TRE acata denúncia e pode cassar mandato de Galba Novaes

Primeiro suplente pelo PRB, Marcelo Gouveia entrou com a ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa

DA Redação
Mandato de Galba Novaes está na corda bamba e decisão cabe à Justiça

A maré não anda nada boa para o deputado estadual Galba Novaes (sem partido) e pode piorar com a possível perda de mandato por infidelidade partidária. É que o desembargador André Carvalho Monteiro acatou denúncia do suplente de deputado e vereador por Maceió, pastor Marcelo Gouveia (PRB) contra Novaes por este ter se desfiliado do Partido Republicano Brasileiro e ingressado nas fileiras do PDT de Ronaldo Lessa. Segundo o despacho, a ação tem amparo na Resolução do TSE nº 22.610 e no art. 22-A da Lei n° 9.096, que tratam entre outras coisas sobre a infidelidade partidária.

Vale lembrar que no ano passado, Galba Novaes deu uma rasteira no então amigo de infância, o suplente de senador Euclydes Mello e lhe tomou a legenda. A mágoa foi maior porque como Euclydes não conseguiu reverter a situação, também perdeu a vaga de suplente de senador do primo Fernando Collor. 

Em setembro desse ano, foi a vez de Galba provar do próprio veneno. Sem qualquer aviso prévio, o partido foi tomado e entregue à família Beltrão. Agora, o comando do partido é de Marcelo Beltrão, prefeito de Jequiá e presidente da AMA (Associação dos Municípios Alagoanos), que deixou o PTB de Collor.

A conversa de bastidores é de que um dos articuladores para o prefeito de Jequiá assumir o PRB foi o deputado federal Marx Beltrão (PMDB) que tenta espaço para sair candidato ao Senado no pleito de 2018.

Magoado, Novaes, que viu escapar a presidência do diretório estadual do partido, encaminhou documento à direção do PRB explicando que a saída da agremiação aconteceu por justa causa. E classificou as ações que levaram a sua saída da legenda como agressivas e odiosas. Mas este não foi o entendimento de Marcelo Gouveia, primeiro suplente de deputado estadual pelo PRB, e tratou de entrar com a “Ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária alegando ausência de justa causa. Agora, cabe ao Pleno do TRE/AL a decisão.

MOTIVO 

Parece que a articulação de Novaes para que Marcos Pereira e Marcelo Crivella fossem agraciados com comendas não surtiu efeitos a seu favor. É que ignorando a homenagem, as atenções foram voltadas para Marcelo Beltrão. Dizem que um dos motivos da troca de comando seria a visibilidade nacional conquistada em defesa da luta municipalista pelo presidente da AMA, que atraiu a atenção do presidente do Diretório Nacional do PRB, Marcos Antônio Pereira, e do dono da sigla, senador Marcelo Crivella (RJ).

Essa não é a primeira vez que Galba Novaes se envolve em polêmica. Ao chegar a Assembleia Legislativa tentou marcar espaço ao peitar o deputado Antônio Albuquerque, mas levou um chega para lá. Na sessão, quase vão às vias de fato e o bate-boca não foi maior porque a turma do deixa para lá interferiu.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia