Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 849 / 2015

02/12/2015 - 00:00:00

Meio Ambiente

Nossa Praia 

Um projeto do IMA com o apoio da iniciativa privada, criou o ‘Nossa Praia’, que começou no último sábado (21) e tem o objetivo de mobilizar a população para manter as praias de Alagoas limpas. Além das chamadas eco-pranchas, que foram instaladas nas praias contendo sacolas biodegradáveis, distribuição de lixeiras para carros e mutirões de limpeza, outras atividades estão sendo realizadas por voluntários para conscientizar a população. O projeto continuará com a programação durante todo o verão e qualquer pessoa pode participar, é só efetuar o cadastro no site (ima.al.gov.br/nossapraia). 

Diesel “limpo” 

A Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa Nacional de Controle da Qualidade do Ar (Proconve) constatou que automóveis e caminhões estão poluindo menos o ar nas grandes cidades brasileiras graças ao diesel S-10, que tem um baixo teor de enxofre e seu consumo no País já chega a 30%. Mais de 5.500 postos de combustíveis, ao longo das principais rodovias brasileiras, contam com o novo combustível para o abastecimento da frota de transporte de carga.


Tráfico de animais

Uma reunião realizada pelo Ibama e pelo Cites (Comércio Internacional das Espécies da Flora e da Fauna Selvagens em Perigo de Extinção) teve o objetivo de simplificar os trâmites burocráticos para facilitar a repatriação de animais levados ilegalmente do Brasil para Portugal. A intenção é minimizar os efeitos decorrentes da retirada clandestina de animais silvestres e de seus ovos do território brasileiro.

Rota dos Butiazais

A Rota dos Butiazais, criada pela Embrapa Clima Temperado e apoiada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) é um programa turístico que une preservação da biodiversidade, valorização cultural e geração de renda no bioma Pampa. O acordo para implantação do projeto foi assinado na cidade de Tapes (RS) e destinou R$ 300 mil ao projeto. A Rota dos Butiazais vai envolver o comprometimento das comunidades com a restauração e a manutenção da vegetação nativa, além de gerar oportunidades de emprego e renda.


Ozônio

O Brasil garantiu um recurso de R$ 134 milhões para a proteção da camada de ozônio, aprovado pelo ‘Fundo Multilateral para Implementação do Protocolo de Montreal’, acordo internacional para eliminar as substâncias que degradam a concentração de ozônio responsável por filtrar a incidência dos raios ultravioletas na Terra.  O repasse foi aprovado na 75ª Reunião do Comitê Executivo do Fundo Multilateral para Implementação do Proto

Árvores em risco 

De acordo com um estudo publicado na Science Advances, cerca de metade das 15.000 espécies de árvores na Amazônia está ameaçada pelo desmatamento. Se o cenário continuar no ritmo atual, cerca de 40% da selva original amazônica estará destruída até 2050. A boa notícia é que importantes populações de árvores em perigo estão nas zonas protegidas da região amazônica.  Se este panorama não mudar, o cacau pode recuar em 50% em 35 anos e a palma de açaí em 75%. 

Fogo na Chapada

Os focos de incêndio no Parque Nacional da Chapada Diamantina, que tiveram início dia 12 de novembro, na área de Morro Branco, foram controlados pelas equipes de bombeiros militares. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, as equipes vão permanecer no parque até o início do período chuvoso a fim de prevenir novos focos. Estima-se que cerca de 15 mil a 30 mil hectares do parque tenham sido atingidos pelas chamas. Técnicos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (IcmBio) fazem pesquisas de campo para verificar a situação do parque após o incêndio. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia