Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 848 / 2015

25/11/2015 - 00:00:00

Uma decisão sutil

Temóteo Correia - Ex-deputado estadual

Pão de Açúcar, município do Sertão alagoano, estava vivenciando um processo eleitoral dos mais acirrados de sua história. De um lado, Elísio Maia, um dos coronéis mais temidos da política alagoana. Do outro, uma dupla formada por Jorge Dantas e Cacalo, dois jovens políticos que entendiam que chegara a hora de tomar o poder das mãos do velho cacique.

 

Elísio Maia mandou dar um banho de pichação pela cidade: ‘‘Vote em Elísio Maia para prefeito!’

 

’Os adversários, em provocação, onde havia uma pichação de Elísio, colocavam um não, em letras garrafais, na frente do slogan, que assim ficava ‘‘NÃO Vote em Elísio Maia para prefeito’’  Dia seguinte, a casa de Elísio Maia amanhecera coalhada de partidários, querendo uma satisfação.

 

Não aceitavam aquele deboche. As sugestões eram as mais radicais possíveis. Era um clima de guerra.

 

Elísio Maia acalmou a todos com o compromisso de que daria uma resposta à altura. Convocou seus pichadores e deu a ordem:

 

- Onde tiver ‘‘NÃO Vote em Elísio Maia’’, coloquem uma vírgula e escrevam “PRA VER!”

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia