Acompanhe nas redes sociais:

26 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 847 / 2015

17/11/2015 - 21:01:00

Sururu

Faxina no Detran

Da redação

O Detral-AL promove campanha de mudança de comportamento de seus servidores visando acabar com a  sensação de impunidade e corrupção que tem marcado a história do órgão. A faxina moral começou pelo Serviço de Vistoria de Veículos, um dos setores mais afetados pela ação de marginais travestidos de servidores públicos, em conluio com máfias ligadas à legalização de veículos roubados.  O próximo alvo dessa limpeza geral será o setor ligado à emissão de carteira de habilitação. Nessa luta pela moralidade no departamento de trânsito, o diretor do Detran-AL,  advogado Kaká Gouveia, conta com o apoio irrestrito do governador Renan Filho, do Ministério Público e da sociedade com o um todo. Sem nenhum demérito para os demais auxiliares de Renan Filho, Kaká Gouveia - assim como o secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça - tem feito a diferença no novo governo e conquistado o respeito dos alagoanos. 

 

Malha fina 

 

O funcionário Roberto Pereira Martins foi o primeiro a cair na malha fina do Detran-AL, que investiga a acumulação remunerada de cargos,  vetada pelo artigo 37 da Constituição Federal.Roberto Martins - que é vice-presidente do sindicato dos servidores do Detran-AL - recebe salário do órgão e da Prefeitura de Girau do Ponciano, onde também é servidor.  O caso está sendo investigado pelo Ministério Publico. 

 


Itaipu

 

A usina hidrelétrica de Itaipu atingiu, na manhã de quinta-feira (12), a produção acumulada de 2,3 bilhões de megawatts-hora (MWh). Toda essa energia foi produzida durante 31 anos e sete meses, a contar de maio de 1984, quando a usina binacional começou a operar.

 


Dívidas de R$ 524 bilhões

 

Esse é o valor correspondente a 76.861 procedimentos de contestação de multas aplicadas pela Receita Federal a pessoas físicas e jurídicas. A Polícia Federal investiga esquema de venda de sentenças para reduzir débitos. 

 

O laranja de Almeida 

 

1 Anderson Melo, que cuida das finanças ocultas do deputado Cícero Almeida, não tem dado a cara na agora Rádio Globo, que o deputado adquiriu num contrato guardado a sete chaves junto ao empresário João Lyra. Ninguém sabe de onde veio o dinheiro para comprar a emissora, mas sabe-se que foram milhões, numa operação às escondidas da Receita Federal e consequentemente do Ministério das Comunicações.

 

2 Já se fala nos corredores da emissora que foi de João Lyra, com quem o deputado acertou compromissos, mas até agora o vendedor não viu a cor do dinheiro. Anderson Melo é aquela figura apagada, sinistra, que deve movimentar o caixa 2 de Almeidao deputado que, por lei, não pode ser dono de emissora de rádio. Mesmo assim, não paga a quem deve. Nem aos funcionários e tampouco aos fornecedores, inclusive o aluguel do imóvel que já gira em sete meses de calote.

 

3 A situação está ficando tão complicada para o deputado Cícero Almeida e seu aspone Anderson Melo, que denúncias estariam sendo feitas à Polícia Federal e à Receita Federal para descobrir a sonegação de impostos e a triangulação de um esquema próprio de Al Capone.  

 

                                    
Mutirão fiscal

 

Entre terça e sexta-feira da próxima semana (17 a 20), inadimplentes com IPVA, IPTU, ICMS, ISS e outros tributos terão a chance de se regularizar através do Mutirão Fiscal.  Trata-se de iniciativa conjunta do Poder Judiciário, governo do Estado e Prefeitura de Maceió e que prevê a redução significativa de multas a quem for se regularizar.

 

Fim da linha 

 

O prefeito de São Luiz do Quitunde, Eraldo Pedro, foi afastado do cargo por 8 votos a 1 pelo Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL). A decisão foi tomada com base no rombo deixado pelo chefe de executivo na previdência local. 

 

Extirpada 

 

A quadrilha que loteou o município de São Luiz do Quitunde foi exonerada com uma única canetada. Pessoas que nunca tiveram o mínimo de consciência pública dilapidaram o patrimônio do município durante três anos. 

 

Na mira

 

O julgamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que poderia afastar o desembargador e presidente do Tribunal de Justiça (TJ/AL), Washington Luiz, causou alvoroço na Justiça local e no meio político. Devido ao elevado número de matérias a sessão do CNJ da última terça foi encerrada sem o destino do magistrado ser traçado. 

 

PF 

 

Quem esteve fazendo uma visita na sede da Polícia Federal (PF) foi o prefeito de Rio Largo, Toninho Lins. A gestão de Toninho é marcada por uma série de escândalos administrativos. Difícil é saber qual foi o trato da conversa devido à quantidade de encrencas que ele acumula junto à Justiça estadual e agora também na federal.

 


Ideologia 

 

A polêmica matéria sobre ideologia de gênero foi votada essa semana na Câmara de Maceió. Foi bisonha a participação de vereadores da bancada “cristã” fazendo palanque político com o assunto. 

 

Assassino 

 

O ex-deputado Luiz Pedro, condenado há pouco mais de um mês por assassinato, apareceu recentemente na entrega de obras da gestão do prefeito Rui Palmeira. A imagem de Luiz Pedro é negativa perante a opinião pública. Da próxima vez os “conselheiros” de Rui deveriam ser mais habilidosos para evitar a exposição pública dele junto a figuras tidas como nefastas pelos alagoanos.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia