Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 846 / 2015

11/11/2015 - 00:52:00

Maceió tem 4 pré-candidatos a prefeito

Pesquisa aponta o deputado federal Cícero Almeida como principal rival do prefeito Rui Palmeira

João Mousinho [email protected]

Faltando menos de um ano para o pleito de 2016 a cidade de Maceió tem pelo menos quatro pré-candidatos a prefeito. Quem declarou o desejo de disputar o comando do executivo  da capital foi o deputado federal Paulão (PT), que em 2015 compôs o Chapão que elegeu o governador Renan Filho (PMDB). Por sua vez, o chefe do Executivo estadual ainda não se posicionou quanto ao seu apoio no próximo ano. 

A própria executiva do PMDB ainda faz mistério se a sigla terá candidato próprio ou se há possibilidade de apoiar o atual prefeito Rui Palmeira (PSDB). Outro deputado federal que deve colocar seu nome a prova é Cícero Almeida (PSD). O ex-prefeito declarou que não gosta de Brasília e que seu caminho político é em Alagoas. 

Assim como Paulão, o deputado federal Cícero Almeida também compôs o Chapão, o que pode lhe credenciar a ser o nome da oposição. Em recente levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, o ex-prefeito lidera a pesquisa estimulada, com 24% da aprovação popular. No mesmo ranking Rui Palmeira está em segundo lugar com 23,7%.    

Os números trazem Heloísa Helena (Rede) na terceira colocação e o ex-prefeito e atual deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) na quarta posição. A vereadora e ex-senadora adiantou que não concorre a nenhum cargo eletivo em 2016, pois estará dedicada à consolidação da Rede, partido liderado nacionalmente por ela e pela presidenciável Marina Silva. 

O deputado federal Ronaldo Lessa disse por duas oportunidades, nas convenções municipal e estadual da sua sigla, que não seria candidato a prefeito de Maceió por entender que sua missão em Brasília ainda não foi cumprida. O prefeito Rui Palmeira esteve recentemente tratando de emendas parlamentares com Lessa na capital federal. 

A conversa no gabinete de Lessa é um forte indício de que o PDT pode rumar com Rui. O atual cenário aponta para um diálogo mediado por Lessa – liderando o Chapão – para uma composição com o atual prefeito. A preocupação do grupo que saiu vitorioso nas eleições governamentais de 2015 é que não ocorra a fragmentação dessa composição, algo que parece muito difícil. 

O recordista de votos em 2015, o deputado federal João Henrique Caldas (PSB), o JHC, é outro que demonstra disposição para entrar no páreo em 2016. Na mesma pesquisa do Instituto Paraná, JHC apareceu na quinta colocação com 6,4% das intenções de votos. A PSB de Kátia Born garantiu carta branca para o deputado federal alcançar voos mais altos. 

Perda do mandato

Os deputados Cícero Almeida e João Henrique Caldas foram acionados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo PRTB e Solidariedade, respectivamente. As executivas nacionais das siglas garantem que ambos são infiéis, já que um ano após seus êxitos nas urnas trocaram de partido. 

A estratégia dos deputados federais foi garantir uma sigla que os abrigasse com a garantia de concorrer ao Executivo de Maceió. Mesmo com a possibilidade da perda do cargo, os parlamentares podem concorrer ao pleito de 2016, pois a matéria não trata de inelegibilidade. 

Outro federal na disputa 

O deputado federal Givaldo Carimbão (Pros) é outro que deve disputar mais uma eleição. Carimbão revelou o desejo de disputar a Prefeitura de Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano. O parlamentar deve ser o nome apoiado pelo atual prefeito Lula Cabeleira. 

 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia