Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 836 / 2015

02/09/2015 - 08:05:00

Palmeira dos Índios aprova piso salarial para os servidores vinculados ao Crea

Da redação

Um projeto de lei de autoria do Poder Executivo Municipal de Palmeira dos Índios, aprovado na última segunda-feira pelos vereadores da cidade, vai assegurar que os servidores municipais, vinculados ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL), tenham seus salários ajustados ao piso salarial. A lei é válida para profissionais de nível superior nas áreas da tecnológica, Engenharia e Agronomia. Agora, para o cumprimento, falta apenas a sanção do prefeito da cidade, James Ribeiro.

Com a lei, Palmeira dos Índios se torna pioneira no processo da implantação do piso para as categorias,tornando o município capacitado para receber o diploma de Prefeitura Legal, expedido pelo Crea-AL. O presidente do Conselho, engenheiro civil Fernando Dacal, participou da sessão na Câmara de Vereadores e destacou o papel fundamental na valorização do profissional.

“Palmeira é notícia nacional da engenharia. Na semana passada estiveram em Maceió 26 presidentes de Creas, e eles tomaram conhecimento da disposição do prefeito James Ribeiro em mandar para esta Câmara um projeto fundamental para a valorização das nossas profissões. Hoje, toma posse em Brasília a nova diretoria da Mútua, e deixamos de ir lá para estarmos aqui prestigiando esta sessão”, disse o presidente.

 também usou a tribuna para registrar sua satisfação em participar da importante sessão extraordinária, afirmando que, ao estabelecer o piso para os engenheiros servidores do município, acelera a valorização da carreira dos técnicos e de todos os filiados ao Crea. “Estamos dando um passo à frente para que as outras prefeituras possam nos acompanhar na elaboração de projeto semelhante ao nosso e que valorize o seu corpo técnico”, afirmou James.

Estavam na mesa condutora da sessão, além do presidente Dacal: o diretor-regional da Mútua Alagoas, Fábio Loureiro; os vereadores Salomão Torres (presidente do legislativo municipal) e Fábio Targino; o prefeito da cidade, James Ribeiro; Dr. Pedro Paulo; Ernande da Saúde; e o procurador do município, Roberto Pontes.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia