Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 836 / 2015

02/09/2015 - 07:21:00

Meio Ambiente

Estrume e a energia

Ao instalar um sistema de recuperação de biogás, a fazenda Homestead Dairy consegue transformar o estrume de seus animais em energia suficiente para eletrificar 1.000 casas vizinhas. A fazenda recolhe 265.000 litros de estrume que os 3.400 animais produzem por ano e os envia para ser aquecido num digestor anaeróbico. Este aparelho acelera a decomposição, acaba com o cheiro e captura todos os gases com efeito de estufa. E o sistema permite, ainda, produzir energia e fertilizante. Esse sistema custa € 5,3 milhões, mas se paga em cinco anos.

Ursa de Yellowstone

As autoridades do Parque Nacional de Yellowstone (EUA) sacrificaram a ursa que matou e dilacerou um turista porque detectaram um comportamento anormal no ataque.Segundo os especialistas, uma importante parte do corpo foi consumida e oculta com a intenção de servir de alimento mais tarde, comportamento que não faz parte da defesa do animal. Ataques defensivos não implicam no consumo do corpo da vítima. 

Terceiro maior fabricante de bicicletas 

Em 2014, as empresas portuguesas foram responsáveis por mais de 1,6 milhão de unidades de bicicletas produzidas na Europa, e as suas exportações chegaram aos € 315 milhões.Como resposta a esta evolução, a Abimota, principal empresa responsável por este crescimento significativo, está apresentando iniciativas que visam alargar a fronteira tecnológica da utilização das bikes pelo mundo.

R$ 200 milhões para conservação da Amazônia

Acordos de cooperação entre Brasil e Alemanha vão garantir mais de R$ 200 milhões para a preservação do meio ambiente e regularização ambiental no Brasil. Os investimentos serão feitos por meio do financiamento do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) e do incentivo à realização do Cadastro Ambiental Rural na Amazônia Legal e em áreas de transição para o Cerrado. O aporte dos recursos foi anunciado pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e pelo embaixador da Alemanha no Brasil, Dirk Brengelmann, durante a Conferência Florestas, Clima e Biodiversidade, em Brasília. Uma das metas é financiar a manutenção de 60 milhões de hectares de unidades de conservação na Amazônia pelos próximos 25 anos.  

Extração de níquel

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou multa de R$ 1 milhão por mês e a suspensão das atividades de extração e beneficiamento de níquel da companhia Vale na região do sudeste do Pará. Por causa da poluição e dos danos ambientais, as três aldeias do povo Xikrin e seus 1.300 índios enfrentam casos de malformação fetal e doenças graves. O prejuízo veio, principalmente, pelo impacto sobre o rio Cateté, o qual a comunidade depende para consumo, banho e pesca. Nele constatou-se a ocorrência de concentração de metais fora dos limites estabelecidos em 2013.


12% da reserva de água doce do mundo

 De toda a água de superfície que existe no Planeta, o Brasil tem o privilégio de possuir 12% dela.  Mas nossa água está mal distribuída. Ela se concentra na bacia do Rio Amazonas, onde vive uma parcela pequena da população brasileira. 37% da água potável encanada é perdida com vazamentos nas redes de distribuição e ligações clandestinas. E apenas 39% do esgoto recebe algum tratamento. O restante vai direto para a natureza. Para o governo, a crise tem duas causas principais: a cultura da abundância de água, que levou ao desperdício, e uma falta de chuvas sem precedente.


El Niño além de 2015

O fenômeno climático El Niño se fortaleceu nas últimas duas semanas, segundo o Escritório Australiano de Meteorologia, que agora vê apenas uma “pequena chance” de que o evento termine até o fim deste ano. As temperaturas do Oceano Pacífico nos trópicos estão bem acima dos patamares que definem o El Niño, e os ventos enfraqueceram muito. Três dos cinco modelos monitorados indicam, também, um aquecimento da superfície do oeste do Oceano Índico. 


Reprodução assistida de panda gigante

O zoológico de Tóquio vai tentar que um de seus pandas gigantes tenha filhotes por meio de inseminação artificial. A inseminação artificial dos pandas é realizada no limitado período em que as fêmeas são férteis, vários dias dentro das, aproximadamente, duas semanas, e o zoológico de Tóquio realizou até nove tentativas sem sucesso entre 1994 e 2004. O panda gigante é um dos animais em maior perigo de extinção devido à dificuldade que tem para reproduzir-se, um problema derivado da perda de habitat e da endogamia.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia