Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 833 / 2015

13/08/2015 - 07:40:00

Prefeito assina projeto que institui o piso salarial de agrônomos e engenheiros

Projeto de lei foi assinado no Crea pelo prefeito James Ribeiro e vai ser encaminhado para votação pela Câmara de Vereadores

Da Redação

Palmeira dos Índios é a primeira cidade de Alagoas a criar um projeto de lei que determina o cumprimento do piso salarial para os profissionais vinculados ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL). A boa notícia foi oficializada após o prefeito James Ribeiro assinar, ao lado do presidente do Conselho, Fernando Dacal, o documento que irá beneficiar os servidores públicos municipais. 

O que é lei precisa ser cumprido. E é essa legalidade que o Crea e a Prefeitura de Palmeira estão buscando. “Estamos cumprindo as leis federais 5.194 e 4.950-A de 1966, que fixam o piso profissional da área tecnológica em seis salários mínimos. Assim, adianto que qualquer município alagoano que tiver a mesma decisão terá o nosso apoio e será homenageado pelo Crea Alagoas”, falou o presidente Fernando Dacal.

Ainda existem mais conquistas. A iniciativa municipal da cidade sertaneja receberá o selo “Prefeitura Legal”, um certificado do Crea Alagoas que garante o reconhecimento do Sistema Confea/Crea com o valor dado ao trabalhador. 

“O certificado é uma resposta ao valor dado pela administração municipal ao profissional, que agora passa a ser respeitado. Mais uma vez, mostramos a força da nossa profissão, e o resultado está aí, com essa conquista aos profissionais de Palmeira. Essa valorização é uma luta não só do Crea, mas também de todas as entidades e conselheiros do órgão. O prefeito James está de parabéns pela sensibilidade e a atenção disponibilizada a todos os integrantes do sistema”, comemorou Dacal, informando, ainda, que estará presente no dia da votação do projeto na Câmara de Vereadores.

O prefeito James já adiantou que, no máximo, até o final de agosto, o Legislativo da cidade deve aprovar o projeto, para, em seguida, ser sancionado. “Nosso objetivo é fazer com que Palmeira seja um município legal, cumpridor da lei. Isso reflete em nossas ações, que objetiva sempre a valorização do servidor público”, disse Ribeiro, destacando a importante participação do Crea na cobrança para que essa iniciativa fosse efetivada.

Um dos beneficiados com o projeto é o engenheiro civil Daniel Furtado. Servidor público e representante dos profissionais, Daniel esteve presente à reunião que selou a conquista também para os tecnólogos do município. “É um grande avanço para a categoria que compõe o quadro técnico municipal. Fico muito feliz em ter participado desse momento histórico”, destacou Daniel.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia