Acompanhe nas redes sociais:

13 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 832 / 2015

05/08/2015 - 18:33:00

POR DENTRO DO ESPORTE

joão de deus [email protected]

Falta de sorte?!

No CRB, torcedores lastimaram o que chamaram de “falta de sorte” a derrota por 1 a 0, em Goiás, terça-feira, para o Atlético. Mas, como dizem, é passado. Figa agora é para o sábado, às 16h, em Curitiba, onde pega o Paraná. Na classificação, o time da casa é 13º e o Galo, agora, é o 14º.

Copa do Mundo

A Seleção Brasileira pegará o Chile na abertura das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, com jogo em Santiago. O sorteio foi em São Petersburgo, na Rússia.Também vão compor o grupo Venezuela e Argentina. São jogos de ida e volta, e os meses prováveis são outubro e novembro.

    
Polêmica

Pelo Campeonato Brasileiro, haverá agora em comum jogos pela manhã, às 11 horas, nas regiões mais frias e fins de semana. Da proposta, o horário ganha fôlego e pode vir a ser ampliado por registrar rendas melhores que nos finais de tarde. Mas essa fase é de experiência. 

 Bola pra frente

No ASA, a torcida não viu como natural a derrota por 3 a 0 para o Vila Nova e perda da invencibilidade. O motivo talvez foi o jogo ter sido em Goiás. Mas neste domingo, às 19 horas, contra o Confiança, clássico regional em Arapiraca, é importante que ele faça o seu dever de casa.  

     
Trabalhar forte

“Na hora em que encaixamos a marcação, sofremos o gol de contra-ataque. É coisa do futebol, e nós sabíamos que ia ser difícil. Respeitamos eles, mas isso não podia acontecer. Agora é trabalhar forte para melhorar”. O desabafo de Cal tem a ver com a perda da invencibilidade do ASA na Série C.  


Novo desafio

Vica, no novo clássico do Coaracy da Mata Fonseca, trabalhou a semana em busca de definir substitutos para Uéderan (atacante) e o volante Jorginho, contundidos. Mas, em contrapartida, não deve ter André Nunes e Max Carrasco, que estão entregues ao Departamento Médico.       
Diretoria eleita

 Rafael Tenório, presidente do CSA em segundo mandato, é pauta fechada. Aos torcedores, cabe agora fazer valer a “União e Força” recomendada no escudo do clube. Rafael, eleito por 123 dos 138 votantes, está confiante no apoio da galera para reabilitar o Azulão dos tropeços neste ano. O vice de futebol é Carlos Alberto Andrade.  


União e Força

Apesar da situação do clube, a confiança da torcida azulina é de dar a volta por cima. E a motivação tem a ver com o trabalho de reorganização do clube, que busca, no paralelo ao futebol, reativar o setor social. É hora de arrumar a casa, já que o tempo parado permite.        
Sul-Americana

Decididos os oito finalistas da Copa do Brasil, ficam agora oficializados os clubes que estarão na Copa Sul-Americana, com partidas da fase inicial marcadas provavelmente para outubro e novembro.  São eles: Atlético-PR, Sport (PE), Goiás, Chapecoense, Ponte Preta, Joinville, Bahia e Brasília.  


Zona de queda

É interessante, ainda, o torcedor conhecer na Série B, até a rodada do fim da semana passada, quais os clubes na fronteira com a Série C: 17º, Mogim Mirim, 13 pontos; 18º, Atlético de Goianense, 12 pontos; Boa Esporte, também 12 pontos; e o Ceará, 8 pontos.


Datas confirmadas

A Federação Alagoana de Futebol, após uma paralisação por questão jurídica, definiu datas para os jogos do quadrangular final do alagoano, categoria Júnior. Vão estar na decisão: CRB, ASA, Dimensão Saúde e Desportiva Aliança. Campeão e vice vão estar na Copa São Paulo. 

Alagoana campeã

Priscila Vital, nesta temporada, coleciona medalhas. A alagoana foi campeã em duas competições de nível internacional. Uma na sexta-feira (25), no Rio Winter Internacional Open adulto, faixa azul pena. Outra em São Paulo, Mundial da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo (CBJJE), com 21 participantes, cuja adversária na final foi uma argentina.

“Nunca lutei tanto”

De Pricilla: “Nunca tinha lutado tanto em um campeonato. As lutas foram bem duras com meninas de outros países e de outros estados”. Pricilla já treina para novas competições: o São Paulo Internacional Open, este mês, e o Sul-americano, em novembro. De Daniel Martins, técnico de Pricilla: “Ela chegou ao nível das melhores lutadoras do mundo em sua categoria”.     

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia