Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 829 / 2015

15/07/2015 - 14:55:00

POR DENTRO DO ESPORTE

João de deus [email protected]

CSA em novos tempos

No Mutange, torcedores pressentem novos tempos.Acham, inclusive que Rafael Tenório é “o cara para conduzir o clube numa volta por cima”. Eleição será nesta nova semana, dia 14, e ele encabeça a chapa Operação Resgate. Proposta é formar a diretoria com nomes que tenham histórico no clube.

Galo da Pajuçara 

Já o CRB, neste sábado, volta a jogar no Rei Pelé e adversário é o Luverdense. Os dois estão próximos na classificação e torcida do Galo da Pajuçara não esconde a confiança de o time voltar a somar pontos. Opinião na torcida não libera ainda confiança para otimismo.

 
Mais tempero

Na derrota do CRB para o Santa Cruz, no Recife (2x1) a imprensa pernambucana definiu o público no Arruda como bom, o equilíbrio das equipes niveladas por cima no futebol brasileiro como todo e também o fato de os dois, nessas rodadas iniciais, estarem próximos na tabela da classificação.


Levantar cabeça

O plantel do CRB tem qualidade técnica para crescer na Série B, o técnico Mazola Junior entende do traçado, então qual o problema se sequer faz o dever de casa? Espelha esta realidade a sucessão de tropeços no Trapichão e tem a ver com o Boa Esporte, além da derrota no Recife para o Santa Cruz. Se tem algo errado é hora de buscar solução.

Série D 

O Coruripe treina para a estreia, próximo dia 19, na Série D do Brasileiro. Pega o Globo, do Rio Grande do Norte, que joga em casa. A diretoria do Hulk alagoano está confiante tanto numa boa estreia como na proposta de alcançar classificação para a fase seguinte. Os adversários são do mesmo nível técnico.  

Mesmo nível

CRB e ASA, em séries diferentes mas no mesmo nível técnico, direcionam a proposta de administrarem os clubes com “pés no chão.” Ter equilíbrio financeiro mantendo os planteis em sua maioria da temporada anterior e custos enxutos. Reforços só os necessários. Em Arapiraca o técnico Vica espelha a nova realidade. Faz a terceira (ou quarta?) temporada no clube.

Figa positiva

“Que fique a lição!” Frase ouvida de azulino dá crédito a Rafael Tenório na presidência do CSA para soerguer o clube. Mas, no paralelo, lembram que “uma andorinha só não faz verão”. Pregam o que explicita a frase “União e Força” na bandeira do clube. 

Frase antiga 

“Futebol é ópio do povo e narcotráfico da mídia”. Outra frase, mas do jornalista Millôr Fernandes, é merecedora também de atenção e é dos tempos em que o Brasil ganhava títulos mundiais, inclusive, quatro Copas. São lembranças que ficam para sempre.

Sem descanso

A temporada do futebol, Brasil afora, não libera sinais de retração nos clubes na procura por reforços. E dentre os ultimamente mais habituais, apareceram na linha de frente Palmeiras, São Paulo e Corinthians, sobrecarregados por jogos nacionais e internacionais. 


Dispensas 

O futebol, como caixinha de surpresas, deixa torcedores na dúvida: até o fim desta temporada quantas mais demissões de técnicos, estrelados principalmente, vão acontecer? Curiosidade tem a ver com as quedas de Felipe Scolari, Murici Ramalho e Vanderlei Luxemburgo. 

Opinião de Vica

“A credibilidade do futebol tá abalada. E se a gente parar para pensar sobre quem está sendo o louco que vem investindo no futebol? Tanto no Brasil quanto no mundo. São escândalos em cima de escândalos. Então, se é difícil para um grande clube, imagine o ASA.” Foi dito no G1.  

Copa Maceió

O Ginásio Arivaldo Maia, no Jacintinho, tem sido palco de eventos esportivos, futebol de salão principalmente, promovidos pela Secretaria Municipal de Esportes e horário habitual das 18 às 22 horas. A Copa Radialista Arivaldo Maia, recente, inscreveu CNEC/ Boca da Mata, Red Bull/ Serraria, Benfica, Atlético F.S, SDA Futsal, 100 compromisso, Criciúma e Copo cheio. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia