Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 827 / 2015

01/07/2015 - 09:57:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Maioridade penal

Gerou polêmica entre  maceioenses  aprovação, na  comissão  especial  da  Câmara  Federal, do projeto  de lei  propondo  a  redução  da  maioridade  penal  dos 18  para 16  anos  e  no paralelo  casos  de  crimes  hediondos : latrocínio,  estupro,  homicídio  doloso  intencional,  e  lesão  corporal  grave,  seguida  ou  não  de  morte,  e o de roubo  qualificado.

Novos passos

Ainda do  projeto de lei que  reduz a  idade  penal, que  entre setores  interessados  tramita  a passo  de tartaruga, quando vier a ser votado,  em  dois  turnos,  o primeiro  terá que  ter  308 votos favoráveis, no mínimo  e ter encaminhamento  e decisão final  no  segundo turno.  Mas qual a razão  da   demora ninguém explica.  


Desperdício

Mesmo a época sendo de inverno  é  prudente, também  em  Maceió,  atenção  no  consumo  de água.  Da razão, além dos  rios  com  volume  baixo  de água, não deve chover  o suficiente para  esbanjo no  uso  diário. E em conta o princípio do ser “melhor prevenir do que remediar”.   


Mais penalizadas

Associação dos Municípios  Alagoanos  (AMA)  também confirma  escassez  de  água  em 38  municípios  do  Sertão  e do  Semiárido.  Prefeitos das cidades  mais  penalizadas  se reuniram com  técnicos  da Defesa Civil  Estadual em busca de apoio para as regiões mais carentes.  


Divergentes

Alagoanos divergem sobre  medidas  do  ministro  Joaquim  Levy   para  minimizar  o  quadro perverso do  momento  por  que  passa  a economia  no  País. Teve até manifesto  assinado  por  professores  da  Fundação  Getúlio  Vargas,  Insper,   Fipe (São  Paulo)  e  da Faap.

Justiça inova

Concursos públicos  em âmbito  federal,  mas  só para  a  magistratura, devem reservar  20%  das vagas  para  candidatos  negros.  A proposta estaria  aprovada  no  Conselho  Nacional  de Justiça,  mas  só para  a carreira  de  magistratura  e validade  no País  até  2024. Questão foi divulgada  na revista  Carta Capital,  datada  do  dia 17  ainda deste  mês.


Curiosidade

É natural  em  conversas, e  interessante  de  saber, até quando  vai durar  e em  quanto ficarão os  gastos  com  as investigações  da Operação Lava Jato.  É parte ainda da curiosidade, e estranheza, que  políticos  denunciados continuem exercendo mandato. 

Nojentos!

Em Maceió, nesses tempos  de   chuvas,  é comum  ruas  alagadas  face aos esgotos entupidos. Mas fazer o que  diante do  mau hábito  das  famílias  emporcalhando ruas  por acharem  que  a responsabilidade da limpeza e  da higiene  da cidade  é obrigação somente  da  Prefeitura.  


“Bem feito”

Entre maceioenses  teve  quem  pontuou  no  “bem feito”  ação  de venezuelanos impedindo senadores brasileiros de descerem do avião  da  FAB  para  se solidarizarem  com  políticos  presos. A indignação teve  ainda  a ver  com  o uso de aeronave da Força  Aérea  Brasileira.

  Sem comentários?

Conversas em Maceió,  se houveram,  não repercutiram.  Caso em questão uma decisão recente na Câmara Federal sobre a reforma  política  e  propostas discutidas a mais demorada  foi a  inclusão da fidelidade partidária  na Constituição Federal  e, outra,   “janela” de  30  dias  para  políticos  troca-troca  de  partidos.          

Uma dúvida

Ainda da análise, conclusão  é  que esse tipo de comportamento espalha  benefícios  para  deputados  estaduais  e vereadores,  mas  finca  dúvida  no  estímulo  para mudanças  nas  bancadas.  PTB e  o  PROS ficaram  com  outras  propostas  de menor  repercussão mas  possíveis  ainda de  aprovação.      

Tem sustentação?

“Votações do ajuste fiscal  e da reforma política  abalaram  o controle  de Temer,  Renan e  Eduardo  Cunha  sobre  os congressistas“. Comentário foi  divulgado na  revista  Carta Capital,  coluna Rosa dos Ventos  e edição  da  primeira  semana  deste  mês,  mas  sem haver  resposta.


Audiência pública

O  Dia  do Idoso,   comemorado  dia 15 último,  pautou,  mas na segunda, 22,  Audiência  Pública  na  Câmara  Municipal  de Maceió., proposta pela  vereadora  Fátima  Santiago  (PP). Além  de representantes  dos  conselhos  estadual e municipal e da  Pastoral  do Idoso  e centros  sociais, a sessão  teve  também  acompanhando  do público  nas  galerias.     

Previsões sóbrias

Da vereadora  Fátima  Santiago: “Até 2030, mais de 30% da população  brasileira  será de pessoas com mais de 65 anos, indica o IBGE, e esta é  uma  situação  preocupante,  porque  significa mais   gente precisando  de  assistência  médica  e de Instituições  de Longa Permanência. Nos  antigos  abrigos,  infelizmente,  não  vemos  uma preparação  para  esta realidade”. 


 Concursos 

Quem  abrir  o site concursos.com.br  se depara  com uma  gama  de  propostas  Brasil  afora e que  entusiasma  pelas  previsões  para realização  de concurso público neste  novo  semestre, em  vários  Estados  e  vagas  para  profissionais  de várias  áreas.  Mas um  senão:  Alagoas, fica fora da listagem?  

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia