Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 827 / 2015

01/07/2015 - 09:26:00

REPÓRTER ECONÔMICO

JAIR PIMENTEL - [email protected]

Compras via Internet

Ao fazer compras pela Internet, siga alguma dicas para evitar fraudes, uso indevido de seus dados, entre outros problemas. Antes de fechar a compra, faça pesquisas em vários sites e no do Procon, no caso para verificar se a empresa tem registro de reclamações. Duvide sempre de produtos muito baratos. E mais:Nunca pague com depósito em conta de terceiros. A conta tem que estar no nome da loja virtual, com o seu CNPJ. Veja nas redes socais se há registros anteriores de reclamações. Também verifique o endereço físico da empresa, telefones, e-mails e quais os procedimentos para reclamação, devolução, garantias. etc. Guarde todos os dados das compras: o nome do site, ítens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido.E exija a nota fiscal. 


Montagem de móvel

Se você comprou um móvel e o prazo acertado para a montagem não foi cumprido, saiba que tem o direito de cancelar a compra. Isso porque essa situação evidencia desrespeito ao contrato firmado entre as partes. E você também poderá ser indenizado se, durante a montagem, o móvel for danificado. 


Furto na academia

Mais comum do que se imagina, as academais de ginástica são cenário de pequenos furtos entre seus frequentadores. Celular, por exemplo, é um dos ítens que costuma sumir. O que fazer se isso acontecer com você? Na esfera criminal, o papel da academia se limita a acompanhar a vítima até a delegacia e registrar a ocorrência. Já na esfera cível, encontra-se a responsabilidade da academia por prover a segurança dos clientes e de seus pertences, enquanto eles estiverem dentro do espaço da empresa. 


Venda casada

Essa é uma das práticas mais comuns do comércio. Acontece que uma empresa impõe como condição para fornecer um produto ou serviço a aquisição, por parte do consumidor, de outro produto ou serviço, que normalmente é vendido separadamente. Não aceite e parta para outro local, onde não há essa exigência. 


Cuidado com “os pastinhas”

São aqueles jovens contratados por financeiras oferecendo “dinheiro fácil” para pagamento em longo prazo e com crédito consignado, ou seja, desconto em folha. Eles agem não só nas agências, mas no meio da rua, na porta do INSS, etc. Os aposentados, por exemplo, são bombardeados por ofertas e muitos contratam tudo, fornecendo documentos, tamanha é a insistência. Evite possíveis prejuízos. Fuja deles, quando precisar, vá ao banco ou mesmo a uma financeira. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia