Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 827 / 2015

01/07/2015 - 09:15:00

SURURU

Parasitas do erário

DA REDAÇÃO

Merece aplauso a decisão corajosa do presidente do Tribunal de Contas de Alagoas, conselheiro Otávio Lessa, de demitir - por abandono de emprego - todos os servidores que recebem sem trabalhar.  A lista é grande e entre os parasitas dos cofres públicos estão ex-prefeitos do Interior, filhos de ex-conselheiros do próprio TC e membros de famílias ilustres que sempre confundiram o público com o privado.Vale destacar que esses “servidores” nunca deram um dia de serviço no TC, mesmo recebendo altos salários. A irregularidade vem desde que o tibunal existe e até agora nenhum presidente da Corte havia tido coragem de afrontar esses apadrinhados. 

 

Péssimo exemplo

 

É lamentável que a Unit mantenha em seu quadro de docentes um professor acusado de preconceito, discriminação e difamação. A situação de Raphael Araújo é tanto mais grave por ser ele coordenador do curso de Comunicação Social e que deveria dar bom exemplo aos alunos.

 

 
10 anos do CNMPO

 

Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) comemorou terça feira, 23, em Brasília, os 10 anos de atividades, homenageando os conselheiros que integraram a primeira composição. O Procurador de Justiça Luciano Chagas da Silva, presente à sessão, único alagoano a integrar o Conselho até agora, foi homenageado e saudado pelo procurador-geral da República e presidente do Conselho, Rodrigo Janot, agradecendo a manifestação em nome dos demais conselheiros.

 


Aposentados
A Câmara dos Deputados aprovou na quarta, 24, por 206 votos a favor e 179 contra, emenda que estende às aposentadorias e pensões o mesmopercentual de aumento do salário mínimo.O projeto segue agora para análise do Senado.Entre os votos contrários, quatro foram da bancada de Alagoas: Arthur Lira, Maurício Quintella, Givaldo Carimbão e Paulão.Cícero Almeida, Ronaldo Lessa e Pedro Vilela votaram a favor.Os nomes dos deputados Marx Beltrão e JHC não constam da lista de votação.

 

Deu no Antagonista 

 

“Habeas Corpus pede que Lula não seja preso por juiz da Lava Jato”.A manchete da Folha de S. Paulo se refere a um documento protocolado na última quarta-feira. O Instituto Lula negou a autoria do pedido, mas ele está aqui:

 

Mudança do Já
A Aliança Comercial de Maceió entidade que representa os lojistas do Centro da cidade, está pedindo ao governo do Estado que reveja a decisão de retirar sua unidade do Já do local.Em nota à imprensa, a Aliança destaca que a mudança vai prejudicar centenas de pessoas que circulam pelo Centro, muitas das quais em busca de resolver pendências nos órgãos do governo e que não dispõem de condições financeiras para estarem se deslocando com frequência a outros bairros.

 


Comércio
E por falar em Aliança Comercial, a entidade avisa à população que as lojas do Centro estarão funcionando normalmente nesta sexta-feira. Com chuva ou sem chuva!

 

Em festa

 

Nosso colaborador, engenheiro José Arnaldo Lisboa Martins, é o mais novo avô do EXTRA. Na quarta, 24, em pleno Dia de São João, nasceu Pietro, filho do advogado Petras Ferreira Lisboa Martins e sua esposa Marcela.

 


Embate 1
As manobras para levar de volta ao cargo o prefeito cassado de Joaquim Gomes, Toinho Batista, não puseram fim ao embate entre aliados do prefeito e correligionários de sua vice, Ana Genilda. Até ontem, advogados dela insistiam em que a cassação do prefeito, na quarta, foi ilegal.Toinho Batista foi reconduzido ao cargo numa sessão dirigida pelo grupo de vereadores presos no ano passado depois de serem flagrados recebendo “mensalinho”.

 


Embate 2
Entre idas e vindas de Toinho Batista, salta aos olhos as decisões do Pleno do TJ, e mais notadamente do presidente da Corte, Washington Luiz, em benefício dos  aliados do prefeito. É que elas desqualificam por completo as decisões dos juízes da 17ª Vara Criminal da Capital, responsável pelo afastamento dos vereadores.

 


Embate 3
É de se estranhar as recentes decisões da alta Corte da Justiça estadual diante da defesa veemente que fez da 17ª Vara, ao menos perante a opinião pública, quando da votação do projeto de lei para sua regulamentação na Assembleia Legislativa.

 


CNJ de olho
Não custa avisar e que ninguém se engane. O Conselho Nacional de Justiça está atento ao dia a dia do Judiciário alagoano.Há quem garanta que o processo do juiz da Comarca de Marechal Deodoro, Léo Denisson, suspeito de venda de sentença, é só um dentre os vários que estão na mira do CNJ.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia