Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 825 / 2015

17/06/2015 - 19:13:00

Usineiro comanda empresa que devastou região do antigo lixão

Capitaneada por João Tenório, Litoral Norte Empreendimentos Imobiliários é responsável pela destruição ambiental nas grotas de três bairros: Barro Duro, São Jorge e Cruz das Almas

DA REDAÇÃO

Já foi o tempo em que as grotas dos centros urbanas eram ocupadas apenas por famílias pobres, geralmente expulsas do campo pela mecanização agrícola. Agora, esses terrenos pertencem a grandes empresas, ávidas por criar novas áreas de expansão e auferir altos lucros  com a especulação imobiliária. Tudo isso à custa de pesados danos ambientais e riscos de tragédias futuras, graças à conivência e a omissão dos órgãos oficiais de fiscalização. 

É o caso da área que vai da Cruz das Almas até a av. Rotary, região de grotas e vales que estão sendo criminosamente aterrados para dar lugar a milionários empreendimentos imobiliários comerciais e residenciais. Toda a área hoje pertence à Litoral Norte Empreendimentos Imobiliários Ltda, empresa capitaneada pelo usineiro João Tenório e que tem como principais sócios a esposa Maria Fernanda Quintella Brandão Vilela, o filho José Tenório de Albuquerque Lins Neto e o genro Gaspar de Almeida Carvalho, também dono da Resulta Investimentos Ltda.

Além do clã dos Tenório, participam da sociedade Andrea Maria Lyra Maranhão, Jerônimo Ehrhardt Maranhão, Gustavo Cabral Maranhão, Paulo Ricardo Rigon Minuzzi, João Tenório Cavalcante, Thiago Moura de Albuquerque Alves e Renato Saraiva Coutinho, todos oriundos da oligarquia do açúcar. Constituída em 2012 com capital social de R$ 16 milhões, a empresa comandada pelo ex-senador João Tenório tem como atividade principal a incorporação de empreendimentos imobiliários, além da construção de edifícios, compra e venda de imóveis e outras obras de engenharia civil não especificadas.

 Com tanta gente importante no seu comando, é lícito imaginar a facilidade com que a Litoral Norte Empreendimentos Imobiliários Ltda.  transita ente os órgãos de fiscalização ambiental que deveriam cumprir suas obrigações constitucionais na preservação da natureza. Difícil será esconder a responsabilidade de cada um desses órgãos oficiais se ocorrer alguma tragédia no futuro envolvendo esses empreendimentos imobiliários que estão sendo construídos no entorno do antigo lixão com aval do poder público. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia