Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 824 / 2015

10/06/2015 - 16:32:00

MEIO AMBIENTE

Poluição do ar  

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou, no fim do mês de maio, uma resolução que faz uma chamada para os países redobrarem seus esforços de redução dos impactos da poluição do ar. Cerca de 3,7 milhões de mortes são atribuídas à contaminação lançada ao ar livre, enquanto 4,3 milhões de mortes são resultantes de contaminação de ambientes mal ventilados. Segundo a OMS, a poluição atmosférica no Brasil será a causa de 250.000 mortes nos próximos 15 anos. 

Reciclagem da água do banho 

Batizada de Showeair, a invenção do engenheiro Pedro Ricardo Paulino une o útil ao rentável.  Recicla a água que cai pelo ralo e realimenta a ducha. Dois filtros purificam a água com raios ultravioletas e ozônio, e com uma bomba, a água volta ao chuveiro. Terminado o banho, a água vai para o reservatório do vaso sanitário, diminuindo o consumo de água da descarga. E como a água que circula pelo sistema já foi aquecida na primeira vez em que passou pelo chuveiro, o banho gasta menos energia: a economia estimada é de até 70%. O chuveiro custa em torno de R$ 8 mil a R$ 15 mil e ainda não foi lançado no mercado.

Alterações climáticas e a Cannabis

Segundo pesquisadores, a Cannabis consegue prosperar em condições de escassez de água e com altas concentrações de CO2. Eles acreditam que os alcaloides presentes na maconha se concentram mais em climas quentes, a exemplo do tabaco e da coca. Algumas pesquisas indicam que até mesmo suas propriedades psicotrópicas são potencializadas em condições estressantes. Drones para semear árvores A startup do americano Lauren Fletcher, BioCarbon Engineering, desenvolveu um projeto que utiliza a tecnologia dos drones para mapear, plantar e monitorar o crescimento de mudas de árvores. Os drones descem a dois ou três metros acima do solo e lançam uma espécie de casulo, que contem sementes pré-germinadas, cobertas por um hidrogel com nutrientes. O veículo aéreo tem capacidade para plantar dez sementes por minuto. Fletcher acredita que será possível plantar 36 mil mudas de árvores por dia.Ele sonha em semear 1 bilhão de árvores por ano.


Ciclovia solar 

O projeto SolaRoad criou na Holanda uma ciclovia protótipo que capta luz solar e a transforma em energia elétrica. Em seus seis meses de teste, gerou energia suficiente para abastecer uma casa com eletricidade por um ano. Com 7 quilômetros de extensão, a ciclovia é feita de uma base de concreto que varia de 2,5 a 3,5 metros de largura coberta por uma camada de células solares de silício. O sistema gerador fica protegido por uma placa de vidro temperado resistente às pedalas dos ciclistas e, segundo os criadores, forte o suficiente para suportar até mesmo o peso de um caminhão.

Baleias azuis

As colisões entre baleias azuis e navios são cada vez mais frequentes e podem explicar porque a população de baleias azuis permanece baixa. Pesquisadores da Endangered Species Research concluíram através de um estudo que as gigantes azuis não sabem como reagir quando se veem diante de grandes navios, porque em sua escala evolutiva elas não têm predadores. Uma baleia deve mergulhar cerca de 30 metros para escapar de um navio em movimento. As baleias observadas no estudo afundaram a apenas cerca de meio metro por segundo, o que não era rápido o suficiente para sair da rota de um navio. Os pesquisadores esperam descobrir formas de minimizar o risco de colisões ou diminuir a velocidade.


Costa Rica e energia renovável

Desde o começo do ano, a Costa Rica não usa combustível fóssil para obter energia. Alguns motoristas ainda usam em seus carros, mas nas casas, indústrias e empresas, toda a energia empregada é de origem renovável. Isso aconteceu devido a um ano de cheias, que manteve as hidrelétricas ocupadas. A produção de energia tem sido tão grande que toda a energia prevista para o ano de 2015 já está coberta. Outras fontes de energia como a eólica, solar e geotermal também estão sendo empregadas para substituir carvão, gás e petróleo. Os costarriquenhos gostaram da novidade: estão pagando 12% a menos na conta de luz.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia