Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 824 / 2015

10/06/2015 - 16:23:00

Exmo. Sr. Dr. Ruy Palmeira, prefeito de Maceió

José Arnaldo Lisboa - [email protected]

Primeiramente, gostaria de me declarar como merecedor de respeito, sou trabalhador e não tenho manchas morais. Os que me conhecem, os que já trabalharam comigo e os que leem meus artigos, já sabem que não gosto de fofocas, que sou sincero nos meus pronunciamentos e que, também, sou respeitador, tanto das autoridades, como dos estranhos e amigos. Gostaria que vossa excelência compreendesse as palavras que aqui ficarão registradas, não como insulto, não como desrespeito e sim como ouvinte e como observador.

Falam muito sobre a fortuna que vossa excelência gasta com as propagandas insistentes e diárias. Inclusive, que vossa excelência já torrou todas as verbas que seriam para todo o ano de 2015 e que passa o dia nas rádios, dando entrevistas. Falam nas toneladas de lixo acumulado nas praças, nas ruas e nas avenidas. Sejam ou não verdades, prefeito, eu estou servindo de intermediário, entre inúmeros amigos e leitores, para que o senhor saiba que, nem tudo é visto como bom para o povo. Alguns amigos e leitores, me cobram as promessas de vossa excelência, para resolver os problemas do nosso Sistema de Transporte Coletivo de Passageiros de Maceió.

Por que eles me cobram? Cobram, porque eles já sabem que eu passei mais de 40 anos com atividades profissionais ligadas a transportes e trânsito. Alguns amigos e leitores, sabem que eu me interessei por esses assuntos, durante 22 anos como Diretor da Divisão de Transito do DER/AL. Sabem que eu fui assessor de planejamento do Detran/Al.

Sabem que eu já fui Presidente do Conselho Estadual de Transito; sabem que eu já fui Assessor Especial de Transportes da SMTT; sabem que eu já fui conferencista num Congresso Nacional em Salvador, com a presença de 400 coongressistas de todo o Brasil; sabem que eu sou autor do livro “Quem Paga a Batida?”, sabem que eu sou autor das placas de “Estacionamento Proibido”, de “Estacionamento Permitido” de “Contra-Mão” e de “Início de Preferência”, todas constantes do Código de Trânsito Brasileiro.

Alguns sabem que eu já escrevi mais de 100 artigos sobre trânsito e, sabem que eu já fiz 37 palestras em Lions, em Rotarys e em Escolas de Maceió.       

Desculpem a minha falta de modéstia, mas, eu precisava dizer tudo isso, já que me cobram, constantemente, pelas promessas de vossa excelência, sobre as licitações para as linhas de coletivos de Maceió. Povo está lembrado, prefeito e, não aceita ser enganado, zombado e blefado. O que está acontecendo, prefeito? O povo precisa saber, por que juízes, procuradores, empresários de transportes coletivos e o povo de um modo geral, estão sendo enganados.

Ora, as licitações estão sendo prometidas desde o início do Governo de vossa excelência, inclusive, desde os governos dos seus antecessores. O que está havendo, prefeito? Diga ao povo. Nós queremos saber!!!. Cadê as licitações, cadê as tão badaladas “consultas públicas” que já foram realizadas? Cadê as tais de “mobilidades” tão faladas e, onde já foram gastos milhões de reais? Tomara que não aconteça, o que já me disseram! Cuidado em um dos seus auxiliares!!!!! 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia