Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 821 / 2015

20/05/2015 - 20:16:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

VLT nos trilhos?

A CBTU sinaliza otimismo de o VLT circular na linha Maceió/Rio Largo. Revisando a linha com reforço o entusiasmo do senador Benedito de Lira exibindo cenas do trem na TV, horário do guia eleitoral. E mais: na estação de Jaraguá, os trilhos antigos estavam sendo retirados, sinal de que o VLT, começando a circular, vai ter o percurso até o bairro.  

Insistência

O maceioense, pelo fato de não sentir ainda o problema do paulistano de escassez de água, não deve se descuidar daprudência no uso. Advertência de técnicos da Casalà população para evitar  uso abusivo vem sendo explícita.  Ou o racionamento ainda não foi notado?

Terceirizadas

O Ministério Público do Trabalho revelou, em matéria divulgada dia 20 de abril, pelo Correio Braziliense, que as fraudesno Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) cresceram nos últimos anos de formaassustadora e cita empresasterceirizadas como as mais habituais na prática da irregularidade. E pior é a crise financeira impondomais sacrifício ao trabalhador.


Projetos

Silvânia Barbosa (PPS) teve promulgado na Câmara Municipal de Maceió os projetos decriação da Rua da Criança e do Lazer; queprédios municipaissejam pintadosnas cores da bandeira de Maceió; sinalização horizontal diferenciada em torno de unidades públicas de ensino,inclusive creche; eo “Cidadão Legislador”ofereçampropostas para projetos de lei ou requerimento.


Outra proposta

Ainda da vereadora Silvânia Barbosa constou a proposta para dispensa de pintura padronizadanos prédios públicos, exceção nos casos de exigência de cores especiais por normas nacional/ internacionais ou imóveis tombados pelo patrimônio histórico e cultural.


Imundície

Problemas das praias de Maceió são gerados pela sujeira deixada por banhistas. Observação é de pescadores e teve a ver com o aparecimento recente da mancha nas proximidades dos arrecifes, trecho próximo à piscina natural.  Imundície nas praias hoje não é mais surpresa.

 Outro pepino?

Renan Filho (PMDB) começa a pegar outro pepino naSecretariada Agricultura. No casooesvaziamentodo quadrotécnicocom pedidos de aposentadorias por tempo de serviço. A dúvida? Ascontrataçõesvão ser feitas atravésde concurso ou com comissionados?


Agricultura

“Como anda a agricultura em Alagoas?” Pergunta foi recentea um grupo de agricultoresmas a resposta veio com outra indagação: “Como são apresentados os dados oficiais agrícolas de produção divulgados pelo  governo?” Até hoje, segundo eles, nenhum foi liberado.


Uma atenção

Em Maceiólojasusamlonas para proteção do sol, mas são orientadas pela Prefeitura ou é a revelia? Caso foi levantado por ser comum altura baixa, bloqueio a passagem do pedestre e uso de cano ou ferro pontiagudospara suportar a ventania. Nos bairros principalmente.


Do que falam

A Operação Lava Jato, pela inclusão de políticos no Congresso Nacional na lista de possíveis envolvidos, causa embaraço para o governo agilizara tramitação de projetos necessitando de aprovação?  É questão que tem sido comentada abertamente nas redes sociais.

 
Ministérios

Parou no nascedouro uma proposta transpirada em Brasília e divulgada recentemente na mídia nacional e que tem a vercom sugestãodo número deministérioscomo alternativa para desonerar a folha de pagamento do governo federal. Ou em miúdos, demissão em massa de servidores.

Repressão

A SMTT vem sendo rigorosa na fiscalização e motoristareclamando dador no bolso mas sem que tenha razão. Já a Smccu, do mesmo modo, educa donos de bar, loja e restaurante para deixar passagemlivre para o pedestre na calçada. Mas, muitos são aindaalheios à orientação

Baixa cilindrada

Vereadores devem intermediarnegociação da prefeitura e o governo do Estado sobre proposta pararegulamentar motos com baixa cilindrada (cinquentinhas).Proposta que culminou na decisão foi tomada em audiência pública na sexta-feira passada (8)e defendida por Carlos Ronalsa e Silvânio Barbosa.


Do argumento

Do vereador Silvânio Barbosa: “Existem muitas dúvidas, já que há atribuições do Estado, do município e governo federal. E é preciso lembrar que os proprietários são,na maioria absoluta, trabalhadores assalariados, de baixa renda e sem condições de pagar os valores cobrados pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou as taxas de licenciamento”.


É do Brasil

O Planalto fala em ano difícil, maslibera dos cofres públicos mais de R$ 800 milhões para gastança pelospartidos políticos.A proposta, se é legal ou não, tem questionamento nas ruas e base da indignação pelo momento que o País passa. Pergunta: “Esses recursos não teriam serventia maior se fossem direcionados às causas sociaisque o País enfrenta?”

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia