Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 817 / 2015

21/04/2015 - 09:18:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Só com licenciadas

É habitual cinquentinhas, moto de baixa cilindrada, circulando em Maceió, mas na observação de pedestres as perguntas são: capacete é para uso obrigatório pelos condutores e caronas? Estão isentos de licenciamento pelo Detran e qual a idade mínima para conduzir?

Motivação

Análise do vereador Dudu Ronalsa: “As cinquentinhas com uso comprovado por muita gente como transporte para lazer e o trabalho. Acrescenta: “Sem dúvida é ganho real a segurança”. Entende que a documentação vai baixar as estatísticas de roubo.


Acidente 

Estatística divulgada recentemente cita o Nordeste a região com os mais altos índices de acidentes envolvendo motocicletas. O quadro, que preocupa ainda hoje, tem a ver com a constatação de Alagoas pontuar entre os Estados com os maiores índices de vendas no País.


Consumo de água

Em Alagoas é recomendável atenção no consumo de água. Advertência é de setores ligados a distribuição preocupados com a estiagem e a escassez em regiões vizinhas.  Em Maceió o quadro ainda não causa problema, mas a Casal começa a tomar precauções.


Turismo

Registros da rede hoteleira de Maceió constatam nesta baixa estação movimento de visitantes como sem preocupação para a época e têm motivo. Pesquisa nacional recente pontua Maceió em 4º na taxa de ocupação. Atrás somente de Natal, Gramado e Porto Seguro.


Custo de vida

Dificuldades no dia a dia do cidadão com o custo de vida não é só de quem recebe salário mínimo. O desconforto tem a ver no reajuste de preços, produtos essenciais na mesa, em valores difíceis do trabalhador acompanhar. É visível no movimento dos supermercados.


Opinião de Dilma

Dilma Rousseff: “A política nacional de valorização do salário mínimo começou a valer no governo Lula e em 2011 mandamos projeto para o Congresso, de politica salarial até este ano e agora uma proposta nova para até 2019. Portanto, até 2019, essa política de ganho real do salário dos trabalhadores mais pobres passa a ser novamente realidade”. 

Terceirização

Na Câmara Federal, dos deputados da bancada de Alagoas que votaram no projeto que legaliza emprego da mão de obra terceirizada só Paulão votou contra. Favoráveis foram Givaldo Carimbão, Pedro Vilela, Marx Beltrão e Arthur Lira. Aprovação foi por maioria. 


Prêmio Braskem

Com 77 trabalhos apresentados e as inscrições fechadas, o 2º Prêmio Braskem de Jornalismo Saúde e Segurança no Trabalho já tem a Comissão Julgadora formada. Além de jornalistas tem profissionais de outras áreas, vindos de vários Estados, mas ligados ao tema. A premiação está dividida em oito categorias e soma cerca de R$ 60 mil.


Fala o povo

Problemas vivenciados pela população do interior alagoano continuam os mesmos de épocas anteriores. Comparativo foi feito por moradores de regiões com frequência na mídia e entre os municípios com populações mais castigadas pelas estiagens e desatenção dos governantes.


Lava Jato

Operação Lava Jato, nome cunhado para as investigações de um dos maiores esquemas de corrupção em Brasília, não transmite confiança entre maceioenses da “lei ser para todos”. Uns não escondem o desgosto pela obrigatoriedade de votar no próximo ano, eleições municipais.

Lembrete

Primeira etapa da campanha de vacina contra o HPV entra nesta nova semana na contagem final para crianças e adolescentes procurarem os postos para serem vacinados. Pelos dados divulgados o número de vacinados é considerado  como ainda “muito baixo”. 


Apoio importante

Projeto de lei da vereadora Heloísa Helena (PSOL) obriga a divulgação de anúncios e outras iniciativas sobre criança desaparecida em Maceió. Dentre as sugestões consta a fixação de cartazes nas rodoviárias, aeroportos, teatros, cinemas e outras casas de espetáculos e em praças. 

Muita atenção

Pedestre corre risco de ser atropelado na travessia do Maceió Shopping/Bompreço e vice-versa. Razão é ser comum motorista em velocidade não recomendável no trecho do portão que une um prédio ao outro. Na sexta-feira (11), volta das 14h30, um motociclista bateu em uma senhora. Foi pancada leve mas que motiva advertência.


Sem capacete

O vereador Kelmann Vieira (PMDB),presidente da Câmara, reforça o combate à insegurança na cidade. Questão tem a ver com o projeto de lei número 6.661, proposto por ele, proibindo a entrada de pessoas usando capacete ou outro tipo de cobertura que dificulte a identificação nos estabelecimentos comerciais.

Compra de voto

O desembargador José Carlos Malta Marques, vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) deixou transparente no discurso da posse que o combate à compra de voto em Alagoas é uma das suas prioridades. Prova de fogo serão as eleições municipais do próximo ano.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia