Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 816 / 2015

15/04/2015 - 06:39:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Quebra de braço 

A greve dos funcionários efetivos da Prefeitura de Maceió começa a entrar no segundo mês e não sinaliza otimismo nos entendimentos ou que esteja próxima do fim.  É quebra de braço com bate boca que foge do princípio do “é conversando que se resolve”. Paralisação é por reajuste de salários.

Maioridade

Tem simpatia do maceioense a aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado de Emenda à Constituição (PEC) baixando no País a maioridade penal de 18 para 16 anos. Foram 47 votos favoráveis e 17 contra, mas a decisão vai ainda para votação final em plenário.


Texto  da lei

Proposta constando em projeto de lei em tramitação no Congresso é que jovens com idade acima de 16 anos envolvidos em crimes possam ser condenados a pena em prisão comum. Pela lei em vigor menor com até 18 anos que cometa crime é no máximo internado em um estabelecimento educacional.


Para atenção

A dor no bolso pelo uso de energia neste mês, caso não bata nos percentuais da recebida no anterior (março) o usuário não deve mostrar surpresa.Razões foram divulgada tantas vezes que não necessitam repetição. Mas tem quem lembre Justo Verissimo: “O povo que exploda”.


Só expectativa

Este mês, caso chova na região do São Francisco, não será em volume capaz de normalizar o quadro de estiagem exposto no momento. Informação é recente, divulgada porinstituições ligadas à agricultura da região, prevendo chuvas mas na mesma média de anos anterio-res.


Assembleia de Deus

A Fundação Assembleia de Deus em Alagoas comemorou na segunda-feira (6) o centenário de fundação com uma sessão solene na Câmara Municipal de Maceió. O pastor José Antônio dos Santos, presidente da Assembleia de Deus no Estado, recebeu a Comenda do Mérito Cívico.


Outro tempo

Do pastor Marcelo Gouveia: “Diferente do que se pregava antigamente, hoje não existe muito a separação de igrejas e religiões. Esse é um tabu que está sendo quebrado. Hoje é permitido católicos irem a igrejas evangélicas e realizarem eventos juntos”.

FPJ aprovada

A Frente Parlamentar da Juventude (FPJ), aprovada na Assembleia Legislativa na sessão do último dia 25, foi proposta do deputado David Davino Filho.Acha a proposta importante para aproximar os jovens do parlamento e intermediar junto aos três Poderes ações de políticas públicas para a juventude.

Deficiências 

“Existe o Estatuto da Criança e do Adolescente mas é política criada recente e ainda há deficiência nessa área. Cabe a nós, por isso, reverter esse quadro”. Proposta de David Davino é que os jovens possam opinar na construção de políticas públicas lembrando-os como “futuro do País”


Trechos de praia

Oito trechos de praias estão no momento impróprios para banho em Alagoas. Análises foram feitas em três trechos do litoral Norte e cinco na região Sul. Mas os banhistas habituais se importam com a advertência? Pais que levam os filhos principalmente?


 Direitos da criança

A Câmara Municipal de Maceió aprovou no início deste mês, em primeira e segunda discussão, projeto de lei encaminhado peloExecutivo e a ver sobre Política Municipal de Atendimento dos Direitos da Criança e do Adolescente em Maceió.  A sessão foi em caráter extraordinário.

Mais avanços

“O projeto ainda não é o ideal, já que há muitas outras lutas a serem travadas pela conquista de mais avanços, mas deve ser comemorado”. Comentário do vereador Eduardo Canuto teve aval de Heloisa Helena (Psol) : “O projeto é resultado do consenso, da união de todos”.


Para análise

De Augusto Cesar Louzada Carvalho na IstoÉ (1º de abril, mas sem confundir): “A forma como o PT conduziu sua campanha para eleição à Presidência da República não deixou dúvidas de que, ao invés de planos para o País, o partido tem apenas projetos para se perpetuar no poder”.


Direitos sociais

“Nossos valores são da Casa Grande. Não questionamos quando um garoto branco, rico, com sua Mercedes-Benz atropela e mata um senhor, ciclista e pobre. Não pedimos para que seja punido com rigor. A mídia não massacra sua audiência por dias mostrando e repetindo o caso”. De Cleomar Manhas, da assessoria política do Instituto Social e Econômico (INESP).


Complemento: 

“Mas essa mesma mídia é capaz de mostrar, por anos, o caso de um menino pobre que cometeu um crime hediondo. Um único, pois são poucos os casos semelhantes e é preciso repetir à exaustão até que o público se convença da necessidade de punição com rigor, mesmo que os dados não corroborem a sede de vingança”.

Vistoria

Quando edifícios públicos federais em Maceió, fechados há anos, mas sem manutenção, vão ser recuperados e reabertos como repartições públicas? Observação foi feita por habituais frequentadores  da Praça dos Palmares preocupados com a segurança dos cidadãos que transitam na área e indagam: “A proposta é esperar que desabem?”

Mais avanços

“O projeto ainda não é o ideal, já que há muitas outras lutas a serem travadas pela conquista de mais avanços, mas deve ser comemorado”. Comentário do vereador Eduardo Canuto teve aval de Heloisa Helena (Psol) : “O projeto é resultado do consenso, da união de todos”.


Para análise

De Augusto Cesar Louzada Carvalho na IstoÉ (1º de abril, mas sem confundir): “A forma como o PT conduziu sua campanha para eleição à Presidência da República não deixou dúvidas de que, ao invés de planos para o País, o partido tem apenas projetos para se perpetuar no poder”.

Direitos sociais

“Nossos valores são da Casa Grande. Não questionamos quando um garoto branco, rico, com sua Mercedes-Benz atropela e mata um senhor, ciclista e pobre. Não pedimos para que seja punido com rigor. A mídia não massacra sua audiência por dias mostrando e repetindo o caso”. De Cleomar Manhas, da assessoria política do Instituto Social e Econômico (INESP).

Complemento: “Mas essa mesma mídia é capaz de mostrar, por anos, o caso de um menino pobre que cometeu um crime hediondo. Um único, pois são poucos os casos semelhantes e é preciso repetir à exaustão até que o público se convença da necessidade de punição com rigor, mesmo que os dados não corroborem a sede de vingança”.

Vistoria

Quando edifícios públicos federais em Maceió, fechados há anos, mas sem manutenção, vão ser recuperados e reabertos como repartições públicas? Observação foi feita por habituais frequentadores  da Praça dos Palmares preocupados com a segurança dos cidadãos que transitam na área e indagam: “A proposta é esperar que desabem?”

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia