Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 814 / 2015

08/04/2015 - 10:20:00

Para Renan Filho, NE é alavanca do desenvolvimento do Brasil

Aliança com o governo federal dinamiza economia regional, gera emprego, distribui renda e fortalece a presença do Estado como indutor do crescimento econômico nacional

Camila Fernandes Fotos: Thiago Araújo

O governador Renan Filho protagonizou reunião no Palácio do Planalto para demonstrar apoio e estreitar parceria com o governo federal, na tarde da última quarta-feira (25). O gestor alagoano e os demais oito governadores do Nordeste foram recebidos pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, para negociar a continuidade dos investimentos na região, em especial das obras do PAC, a captação de crédito, melhorias na saúde e ações emergenciais para combater a seca no semiárido. 

 Na ocasião, as autoridades fizeram publicamente uma defesa institucional da chefe de Estado, com a entrega simbólica da “Carta de apoio à presidente”. Recebeu destaque na pauta, o acesso a financiamentos internos e externos, de acordo com a capacidade de endividamento de cada estado, voltados à infraestrutura e contrapartidas em convênios federais.  

Também foi pleiteada a continuidade dos investimentos em andamento no Nordeste, em especial as obras do PAC, do programa Minha Casa, Minha Vida, da Petrobras e em recursos hídricos, respeitando o momento de ajuste fiscal do país.  Alternativas de novas fontes para o financiamento da saúde, com a taxação de recursos para este fim, a ampliação dos serviços e leitos oferecidos ao cidadão também foram abordados.

Foi definido ainda como prioridade o funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública, com programas como o “Brasil Mais Seguro”, “Crack, é possível vencer”, além da melhoria no sistema prisional da região.  Por fim, os governantes solicitaram a criação de um fundo para combater a estiagem e a seca, com poços, carros pipa e adutoras. Renan Filho também abordou a subvenção do pagamento da cana de açúcar aos produtores da região.  

Ao final do encontro no Planalto, Renan Filho demonstrou otimismo com relação à postura da presidente Dilma Rousseff e reafirmou a importância do desenvolvimento do Nordeste como alavanca para a retomada do crescimento econômico do país.“Este encontro representa o primeiro passo para a ampliação do diálogo entre os estados do Nordeste brasileiro e o governo federal para garantirmos dinamismo da economia regional, gerando emprego, distribuição de renda e fortalecendo a presença do Estado como indutor do crescimento econômico nacional”, completou o governador alagoano. 

A presidente Dilma Rous-seff agradeceu o apoio do grupo e reforçou como prioridade a estabilidade institucional e democrática do país. Ela enfatizou a importância dos projetos estruturantes no Nordeste, com prioridade para as obras da transposição do São Francisco, bem como o avanço nas negociações de recursos advindos de grandes fortunas para a área da saúde. Tais decisões, no entanto, dependem de aprovação do ajuste fiscal, conforme citado pelo governo federal.

 Uma nova agenda, prevista para 20 de abril, irá reunir governadores, deputados e senadores dos estados nordestinos, visando convergir esforços e buscar soluções concretas para os desafios da região de forma alinhada entre os agentes políticos em diversos níveis.  Além do gestor alagoano, participaram da reunião os governadores Camilo Santana (CE), Flávio Dino (MA), Jackson Barreto (SE), Paulo Câmara (PÉ),  Ricardo Coutinho (PB), Robinson Faria (RN), Rui Costa (BA) e Wellington Dias (PI). 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia