Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 813 / 2015

30/03/2015 - 22:12:00

SURURU

Feudo dos cartórios

DA REDAÇÃO

A denúncia de vícios no edital do concurso público para titulares de cartórios revela que essas serventias extrajudiciais permanecerão sob domínio de feudos familiares. Como na época das capitanias hereditárias.Todos os cartórios de Alagoas são comandados por herdeiros que passam esses cargos de pai para filhos. E ninguém está disposto a entregar a “mina” tão facilmente.  E não será um concurso público de cartas marcadas que vai mudar essa situação. Existem cartórios que faturam mais que usina de açúcar e seus “donos” farão tudo, até o diabo, para manter essas serventias sob controle familiar. Um edital sob medida é o caminho “legal” para manter os cartórios sob regime hereditário. 

Mellina fora!

O Ministério Público Estadual pediu o afastamento da secretária de Cultura, Mellina Freitas, acusada de desviar mais de R$ 15 milhões durante sua gestão à frente da Prefeitura de Piranhas. A medida poupa o governador Renan Filho do vexame de ter em sua equipe uma aliada denunciada por improbidade administrativa. 

Concurso enrolado

Não foi por falta de aviso que o concurso para titulares de cartórios em Alagoas está mais enrolado que papel higiênico. Desde o início o deputado Isnaldo Bulhões vem defendendo a necessidade de uma lei estadual para regulamentar o concurso. Mas até agora o TJ tem feito ouvido de mercador. 

Metendo a mão 


Tem vice-prefeito “metendo a mão” no financeiro de secre-tarias do município para poder pagar as despesas da campanha do padrasto. Informações dão conta de que nos próximos dias a situação será exposta nos noticiários. Uma verdadeira bomba está para estourar. 


Maus lençóis 


Teotônio Vilela Filho agora sem o poder de governador  pode estar em maus lençóis com a justiça, especificamente com o Tribunal de Contas. Pois, segundo o Ministério Público de Contas há irregularidades na prestação de contas do tucano referente ao ano de 2011.  


Ou não!

Só não se sabe se o parecer do MP de Contas sobre as contas de 2011 será mais um processo arquivado. Basta lembrar que um grande aliado de Téo está no TC, o ex-deputado estadual Fernando Toledo (PSDB). 

A bomba do BNDES!  

A Procuradoria-Geral da República deu parecer contrário a um mandado de segurança que o BNDES apresentou no STF, a fim de evitar que o TCU tenha acesso às informações sobre os financiamentos concedidos ao grupo J&F, mais conhecido como JBS/Friboi.O BNDES alega que a entrega dos dados requeridos pelo TCU feririam o sigilo bancário. No parecer, o subpro-curador-geral da República Paulo Gustavo Gonet Branco disse o óbvio: que financiamentos com recursos públicos devem ser transparentes.

Caberá ao ministro Luiz Fux decidir a parada.Como o grupo J&F é o maior financiador das campanhas do PT, a revelação das informações do BNDES pode significar a abertura de uma caixa de Pandora para o partido que lava dinhei-ro com doações oficiais. ((Diogo Mainardi) 


TV Farol
A TV Farol afiliada a TV Cultura em Alagoas, canal 8 na NET e 16 na local, recebeu na quarta-feira (18) o diretor da emissora nacional, Fábio Borba que exigiu que a família Caldas não faça politicagem na TV. Vai ser osso duro de roer para o jornalista Arnaldo Ferreira que montou uma equipe fortalecida com medalhões do jornalismo. Ele terá que blindar seus companheiros. 


TRF-5
O TRF-5 está com novo desembargador. É o mestre em Direito e professor da Ufal Paulo Machado Cordeiro, 58 anos. Natural do Rio, ele viveu na Bahia e desde 1991 adotou Alagoas como sua terra, onde foi nomeado juiz federal. Foi diretor do Foro da Seção Judiciária de Alagoas por oito anos. 

Síndrome de Down

Nos dias 27 e 28 de março, Maceió vai sediar o 1º Seminário Alagoano sobre Sindróme de Down. O evento acontece no auditório da Unit, em Cruz das Almas. Inscrições no Acesso Vip, no Parque Shopping, em Cruz das Almas. Informações pelos telefones (82) 9935-5851/ 9127-9042/ 9152-5959.


Síndrome de Down II

O evento tem como atração principal o senador Romário Faria (PSB-RJ). Ele participará de uma mesa redonda na sexta-feira, 27, às 16 horas, com o tema “Direitos das pessoas com deficiências: Se reconhecendo como sujeito de direitos”.


Fies 1
E o presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Francisco Wildo Lacerda, acabou com a pretensão das faculdades particulares de Alagoas que se insurgiram contra as novas regras do Fies. Elas haviam conseguido suspender as novas regras  para concessão do financiamento estudantil.


Fies 2
A decisão do desembargador Lacerda é mais um gol dentro no jogo de disputas entre as fábricas de diploma espalhadas por todo o país e o Ministério da Educação.  Pelas regras, o estudante tem que ter obtido pelomenos 450 pontos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia