Acompanhe nas redes sociais:

20 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 810 / 2015

04/03/2015 - 20:38:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Sem politicagem

Administração tucana em Maceió, com Rui em primeiro mandato, não é diversa do estilo de Teotonio Vilela Filho nos 8 anos como governador de Alagoas. Mas líderes sindicais acham cedo para profecias sobre as eleições de  2016 e Rui deixa dúvida sobre se arrisca uma reeleição.

Ato público

Ainda das manifestações recentes de servidores no calçadão, os discursos na frente do prédio da Prefeitura de Maceió, na Praça dos Palmares, e a linguagem agressiva chegaram aos ouvidos do prefeito Rui Palmeira?A dúvida é diante de não ser habitual Rui Palmeira dar expediente no prédio-sede. Prefere outro imóvel, mesmo que alugado.


Primeiro mandato

Quem se propõe sair candidato a vereador em primeiro mandato, nas eleições de 2016, constrói popularidade com frases não declarando a decisão de forma direta, mas com insinuações que identificam o interesse. E pelo visto, partidos vão ter dificuldades para fazer a seleção. 


Posição declarada

Galba Novaes, ex-vereador de Maceió e deputado estadual em primeiro mandato, posicionou  como se conduzirá na Casa Tavares Bastos:“Não estou aqui para balançar cabeça a tudo. Sou colega de todos, amigos de alguns e não vou ficar votando projetos sem saber o teor das matérias”.


Receita

“Humor cura cobreiro, nó nas tripas, gastrite,inflamação na próstata, emagrece, cancela cartão e descobre corno. Viva o humor. Abaixo o rancor!” Frase é do jornalista José Simão, inserida no livro “Esculhambação Geral da República”. Edição é de 2011. mas de lá para cá o que mudou?


Cortando custos 

Renan Calheiros (PMDB) propôs em pronunciamento recente no Senado, para este ano, um enxugamento do duodécimo da Casa em R$ 18 milhões. Fez o anúncio em sessão transmitida pela TV Senado e sem que houvesse apartes.

 Haverá troco?

Na Ponta Grossa, Vergel do Lago e bairros outros das imediações e estendido a Maceió como um todo, houve falatório e cobras e lagartos pela estranheza de o prefeito Rui Palmeira não ter o mantido a tradição de carnaval da Praça Moleque Namorador. Quebrou uma tradição de 555 anos, mas manteve apoio para o carnaval  em outras regiões da cidade. 


Cinturão Verde

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco)   renovou a certificação do Cinturão Verde da Braskem. Reconhecimento é resultado de um  trabalho de educação ambiental com crianças, jovens e a comunidade.


Cinturão Verde 2

“Há 27 anos o espaço era só um aterro, então começamos o trabalho de recuperação. Foram plantadas mais de 300 mil árvores de 200 espécies e instalado um criadouro conservacionista da fauna silvestre em parceria com o Ibama. Ver o Cinturão Verde consolidado como centro de educação ambiental é gratificante”. Comentário de Mário Calheiros, engenheiro agrônomo.


Resposta

O Ministério Público Estadual recebeu documento da Câmara Municipal de Maceió informando a frequência dos vereadores às sessões plenárias. O encaminhamento foi solicitado pela promotora Marluce Caldas e tem mais de 1.700 páginas.


Petrobras

“Se a Petrobras é nossa cadê a minha parte?” Frase em carta do eleitor, edição recente da IstoÉ, lembra outra interessante pelo estilo brasileiro do “perco o amigo mas não perco a piada”. No caso, divulgação das investigações da Operação Lava Jato. Tem mais suspense que a novela Império.

Reajuste

O dólar não motivará mais surpresa na área econômica caso, em março, haja o anúncio oficializando um novo reajuste. Na área econômica, previsões já divulgadas, é de que o governo não surpreenderá  caso oficialize o novo valor acima de R$ 3,00.


Triste mas real

“O cidadão, em Maceió, não está mais seguro nem nas casas de saúde”. Frase dói mas é real diante de ocorrências recentes sobre riscos de acidentes em hospitais por falta de vistoria nos prédios. Alguns (ou todos?)  administrados pelo Estado.

 
Na frente

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República situa o Nordeste com a taxa  mais alta de incidência de morte violenta entre adolescentes. Levantamento feito a nível nacional teve apoio da Unicef e UERJ e previsão é que até 2019 mais de 42 mil jovens na faixa etária dos 12 a 18 anos vão estar sob risco de serem assassinados.


Reabertura

Na Câmara Municipal de Maceió vereadores reativaram as sessões no plenário.Além de ter representado um reencontro pós o recesso, a sessão de abertura foi bem movimentada por debates. Projetos em tramitação para votação não foram incluídos na pauta. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia