Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 810 / 2015

04/03/2015 - 20:36:00

MEIO AMBIENTE

Estudo

À medida que evoluem, os animais têm tendência a ficar maiores com o passar do tempo, concluíram cientistas em um amplo estudo publicado na última semana, que rastreou milhares de criaturas em um período de meio bilhão de anos.O tamanho médio de animais marinhos, por exemplo, aumentou 150 vezes nos últimos 542 milhões de anos, destacou o estudo, publicado na revista americana “Science”.

Eclipse parcia

lO eclipse parcial do Sol que deve acontecer em 20 de março colocará a prova o sistema elétrico europeu ao reduzir consi-deravelmente a produção fotovoltaica - alerta um estudo publicado no último dia 23 pelo setor. “Em 20 de março, num céu claro, cerca de 35.000 megawatts de energia solar, o equivalente a 80 unidades de produção de tamanho médio, vão desaparecer progressivamente do sistema elétrico europeu antes de se recuperarem progressivamente”, advertiu a pesquisa realizada pela rede de gestores de redes de transporte elétrico e de gás (Entsoe)

.Penugem

Um pássaro amazônico que vive no sudeste do Peru desenvolveu uma curiosa estratégia de defesa contra os predadores. Quando filhote, a chorona-cinza (Laniocera hypopyrra) tem uma penugem que lembra os pelos de uma lagarta venenosa que vive na região. A descoberta do mimetismo foi feita por pesquisadores que participavam de um estudo ecológico sobre aves em 2012 na região. Eles notaram que o padrão das penugens da espécie eram muito peculiares: com fiapos longos de cor laranja vibrante e pontas brancas.


Zoológico 

Mais de uma centena de animais, entre eles ursos, búfalos, dromedários e tigres, foram resgatados de um zoológico em condi-ções deploráveis que pertence a um deputado de Puebla, de acordo com a Procuradoria Federal de Proteção ao Meio Ambiente (Profepa). O zoo “Club de los Animalitos”, localizado em Tehuacán, a 200 km da Cidade do México, “operava em uma construção inadequada para o manejo de um total de 240 exemplares de vida silvestre”.


Seca

As fortes chuvas do início do ano devolveram o verde no vale do San Joaquin, importante região agrícola no centro da Califórnia. Mas em sua caminhonete 4X4, Cannon Michael diz que os temporais não lhe fizeram rever a decisão de reduzir sua área de plantio. Responsáveis por 80% do consumo hídrico da Califórnia num ano normal, os agricultores têm sido o grupo mais afetado pela grave seca que o Estado enfrenta.


Cão policial

Um cão policial americano que sofria de convulsões e artrite recebeu uma emocionante homenagem enquanto estava a caminho da clínica veterinária onde seria sacrificado neste mês.Dezenas de policiais e bombeiros compareceram para fazer uma saudação final a Sultan, um pastor alemão de 13 anos de idade que farejava drogas e bandidos no Departamento de Polícia de Yarmouth, no estado do Maine. Os policiais se despediram do cão e o acompanharam com uma escolta policial no trajeto final rumo à clínica veterinária.


Cordilheira argentina

Pelo menos 13 mil hectares de florestas nativas e centenas de animais foram devastados pelo fogo que se alastrou na cordilheira andina da província argentina de Chubut (sul). Os diversos focos de fogo, que permanecem incontroláveis há uma semana e se expandem a cerca de 1.600 metros de altura numa zona escarpada, já forçaram a saída preventiva de 20 famílias.


Vulcão 

Um vulcão, “potencialmente perigoso” e batizado como El Escondido, foi descoberto por pesquisadores da Colômbia a cerca de 1.700 metros de altura sobre o nível do mar, no departamento de Caldas, região central do país, informou o Serviço Geológico Colombiano (SGC). Os estudos, iniciados em 2013, apontam que o vulcão teve sua última atividade há aproximadamente 30 mil anos. 


Chernobyl

Palco do maior desastre nuclear na história, Chernobyl, na Ucrânia, se tornou um inesperado refúgio para a vida selvagem. Recentemente, o cientista Sergei Gashchak captou imagens da zona de exclusão situada entre a Ucrânia e a Belarus, que foi fechada para habitantes após o desastre.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia