Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 805 / 2015

21/01/2015 - 08:19:00

Gastos milionários não reduzem índices da violência em Alagoas

Maceió continua liderando o ranking da matança no Brasil, conforme relatório divulgado pela Fundação City Mayors

João Mousinho [email protected]

A cidade de Maceió continua liderando o ranking de homicídios no Brasil. A constatação é da Fundação  City Mayors. Pela terceira vez consecutiva a fundação, que se dedica a estudos urbanos, apontou o registro de 80 homicídios por 100 mil habitantes na capital alagoana. Desde que o Programa Brasil Mais Seguro foi lançado em Alagoas mais de R$ 45 milhões foram gastos pelo governo federal.

Quando os números de execuções são comparados com outras cidades do mundo, Maceió fica na 5ª colocação; atrás apenas de San Pedro Sula (Honduras), Caracas (Venezuela), Acapulco (México)  e Cali (Colômbia). As cidades brasileira de Fortaleza e João Pessoa também estão entre as dez  mais violentas. Paralelo a essa realidade da violência em Alagoas, mais especificamente em Maceió, estão os números dos repasses do Ministério da Justiça para o combate à violência no Estado.

Os valores investidos pela União só nos últimos dois anos foram de R$ 22.789.268,02. As pastas que mais receberam recursos nos últimos anos, como comprova o Portal da Transparência do governo federal, foram as secretarias da Paz e da Defesa Social. As quantias milionárias chamam atenção.Convênios firmados no final de 2014, ainda na gestão Teotonio Vilela Filho (PSDB), cujos valores ainda não foram liberados, deixam como herança para o governador Renan Filho (PMDB) R$ 520.510,37 para aprimorar e estruturar as centrais de custódia e a cadeia de custódia; R$ 357.439,43 para fortalecer a filosofia de Polícia Comunitária através da integração e estruturação do núcleo de policiamento comunitário da Polícia Militar; e, R$ 401.078,00 para o fortalecimento de Delegacia Especializada no atendimento a crianças e adolescentes.

Brasil mais seguro?

Em 2012 o Brasil Mais Seguro foi lançado em Alagoas com pompas de que levaria ao “fim da violência”. Autoridades nacionais e locais se reuniram em torno do propósito de erradicar a violência no Estado, o que não aconteceu ao longo dos anos. Lançado em caráter piloto no estado, o programa recebeu inicialmente do governo federal cerca de R$ 25 milhões em investimentos. O montante se destinava à aquisição de equipamentos, capacitação e aperfeiçoamento da polícia técnica, além de instalação de bases fixas e móveis de videomonitoramento.

Helicóptero do governador vai para Segurança  

O helicóptero “Falcão 02” estava há duas décadas à disposição do Palácio, mas o governador Renan Filho entendeu que a aeronave seria um grande reforço para a pasta da Defesa Social e a doação para o órgão foi realizada. O intuito principal da ação tem o combate à criminalidade no Agreste. A Assessoria da Defesa Social diz que a decisão eleva em 50% as ações na região. Já a aeronave Esquilo, parada há oito meses, também teve revisão concluída e se encontra em condições normais de voo.

10 cidades mais perigosas do Brasil


1º) Maceió 80 homicídios por 100 mil habitantes/

5º lugar no ranking geral2º) Fortaleza73 homicídios por 100 mil habitantes/

7º lugar no ranking geral

3º) João Pessoa67 homicídios por 100 mil habitantes/

9º lugar no ranking geral

4º) Natal58 homicídios por 100 mil habitantes/

12º lugar no ranking geral

5º) Salvador58 homicídios por 100 mil habitantes/

13º lugar no ranking geral

6º) Grande Vitória**57 homicídios por 100 mil habitantes/

14º lugar no ranking geral

7º) São Luís57 homicídios por 100 mil habitantes/

15º lugar no ranking geral

8º) Belém48 homicídios por 100 mil habitantes/

23º lugar no ranking geral

9º) Campina Grande46 homicídios por 100 mil habitantes/

25º lugar no ranking geral10º) Goiânia45 homicídios por 100 mil habitantes/

28º lugar no ranking geral


*Conforme a taxa de homicídios por 100 mil habitantes
10 cidades mais perigosas do mundo 


1º) San Pedro Sula – Honduras

2º)  Caracas – Venezuela

3º) Acapulco – México

4º)  Cali – Colômbia

5º)  Maceió – Brasil 

6º)  Capital District   –  Honduras

7º)  Fortaleza – Brasil 

8º)  Guatemala City – Guatemala

9º)  João Pessoa – Brasil 

10º) Barquisimeto – Venezuela

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia