Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 797 / 2014

19/11/2014 - 00:34:00

Maceió adere ao Movimento Brasil Livre e promove manifestação

Passeata acontece neste sábado,15, a partir das 9h, saindo da Feirinha da Pajuçara até Jaraguá

Maria Salesia [email protected]

Maceió se une a outras cidades do Brasil e neste sábado, 15, data da Proclamação da República, participa do Movimento Brasil Livre (MBL),  manifestação em prol de um Brasil unido pela ética, democracia e liberdade. Na capital alagoana, o ato tem início às 9 horas, na Feirinha de Artesanato da Pajuçara, e segue em passeata até o Monumento Memorial da República, no bairro de Jaraguá. No local serão vendidos adesivos, camisas e bandeiras.

No Estado, o MBL será lançado oficialmente durante o ato cívico, mas ele nasceu logo após as eleições de 2014, embalado pelo desejo de muitos cidadãos preocupados com questões sérias que ocupam a pauta política do País, como a reforma política, a regulação da mídia e a corrupção institucionalizada.

“Somos um movimento suprapartidário e estamos acima dos interesses particulares de todos os partidos políticos, mas aceitamos a participação de seus representantes desde que concordem com as determinações do Movimento”, esclareceu o empresário Leonardo Dias, membro do MBL.Segundo Dias, o Brasil Livre nasceu de um anseio popular e em menos de 15 dias o MBL juntou cerca de 3.000 pessoas ao seu redor.

São estudantes, empresários, bancários, advogados, médicos, engenheiros, jornalistas e outras categorias, sendo de diversas etnias e credos, de diferentes classes sociais e de todas as regiões do Brasil. Diferentemente do que alguns meios propagam, diz ele, o Movimento tem metas ambiciosas, porém altruístas.

O objetivo é trabalhar na construção de propostas de leis que possam melhorar a vida dos cidadãos. “Foram formadas comissões focadas em diversas áreas (educação, saúde, segurança, mobilidade urbana, tributos e desenvolvimento econômico) que terão a responsabilidade de ouvir as demandas da comunidade, elaborar projetos e apresentá-los às nossas autoridades eleitas, que, claro, serão cobradas e fiscalizadas”, disse.

Outra proposta do Movimento é despertar o patriotismo que cada um guarda no peito contra todas as formas de opressão ao povo, seja pela corrupção ou pela incompetência.

“A data da Proclamação da República é perfeita para o primeiro ato cívico do Movimento Brasil Livre. Alagoas foi berço desse histórico ato, e nós, com um Movimento igualmente nascido na ‘terra dos marechais’, não poderíamos deixar de empunhar a nossa bandeira”, comparou Dias.

Ele acrescentou ainda que é importante frisar que o movimento não defende a intervenção militar e nem quer fazer “oba oba” pró impeachment da presidente Dilma.“Todos estão convidados a participar deste momento histórico de nossa democracia”, reforçou Dias.


ADESÃO

Na sua página oficial do Facebook, o MBL lista várias cidades que aderiram ao Movimento. Neste dia 15 estarão nas ruas: Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Campo Grande, Porto Alegre, Goiânia, Florianópolis, Belém, Fortaleza, Natal, Aracaju, entre outras.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia