Acompanhe nas redes sociais:

12 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 796 / 2014

12/11/2014 - 21:00:00

MEIO AMBIENTE

Áreas agrícolas
Mais de 40% das terras agricultáveis da China estão em processo de degradação, disse a agência de notícias oficial Xinhua, o que reduz a capacidade de produção de alimentos no país mais populoso do mundo. O solo escuro e fértil da província de Heilongjiang, no norte do país, que compõe o cinturão de alimentos chinês, está ficando mais fino, enquanto as áreas agrícolas do sul da China sofre com acidificação, disse a reportagem, citando estatísticas do ministério da Agricultura.

Queima de roupas

As autoridades chinesas proibiram que a população incinere as roupas dos mortos em Pequim, como parte dos esforço para garantir um céu menos poluído durante a reunião do Fórum de Cooperação Ásia Pacífico (APEC), informa a imprensa estatal.Antes da chegada de Barack Obama, Vladimir Putin e outros 20 che-fes de Estado e de Governo para o encontro de amanhã (8) a segunda-feira (10), a capital chinesa adotou medidas contra a poluição, um verdadeiro problema na megalópole.

Carcaça de baleia

Um australiano de 26 anos pediu desculpas publicamente por subir em uma carcaça de baleia que boiava no mar, atraindo a atenção de tubarões. O episódio ocorreu perto de Perth, no oeste da Austrália. O jovem, identificado apenas como Harrison pela emissora Channel 7, disse que passeava de barco com amigos quando surgiu a ideia - que ele mesmo chamou de “estúpida” - de nadar até a baleia. 

Pássaros sumidos

A Europa perdeu 421 milhões de pássaros em 30 anos e a atual gestão ambiental não consegue evitar o abate de muitas espécies até recentemente comuns, revela um estudo divulgado no dia 3 pela revista científica “Ecology Letters”. Este alarmante desaparecimento de aves europeias está ligado a métodos modernos de agricultura e à perda de habitat.


Robô disfarçado

Destemido, o sósia de um filhote de pinguim avança sobre quatro rodas na direção de um grupo de bebês pinguins de carne e osso, bem debaixo dos bicos dos adultos, que não parecem se incomodar com sua presença. A infiltração é por uma boa causa: o robô, gracioso e fofinho, é um espião controlado remotamente, criado por cientistas que querem monitorar os ariscos pinguins, sem estressá-los.


Período de estiagem

O período da piracema, época de reprodução dos peixes, pode sofrer as consequências da estiagem na região de Itapetininga (SP). Isso porque o volume de água na Cachoeira do Saltinho, em Campina do Monte Alegre (SP) está muito baixo e poderá dificultar a subida dos peixes. As águas da cachoeira desembocam no rio Paranapanema. A piracema começou no dia  1º de outubro e vai até fevereiro de 2015 - a pesca está proibida neste período.

Aquecimento global 

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC, na sigla em inglês) divulgou no domingo passado (2) em Copenhague, na Dinamarca, o mais recente relatório sobre mudança climática e alertou que os danos causados por estas mudanças poderão ser irreversíveis, mas ainda há formas de evitá-los. O relatório foi publicado depois de uma semana de debates intensos entre cientistas e autoridades de governos de todo o mundo.


Efeito estufa 

A temperatura média na superfície da Terra e dos oceanos aumentou 0,85ºC entre 1880 e 2012, um aquecimento de velocidade inédita, destacou o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês). Segundo os cientistas, o mundo tem pouco tempo para conseguir manter o aumento global da temperatura abaixo do limite de 2ºC, a meta da comunidade internacional.


Fotos de natureza

Carlos Pérez Naval tem oito anos e venceu um dos mais importantes prêmios de fotografia do mundo, O Young Wildlife Photographer of the Year, do Museu de História Natural de Londres, com a imagem de um escorpião. A mãe de Carlos, Eva, contou à BBC que ele começou a fotografar quando era muito pequeno, ainda usando uma câmera compacta.Mas, aos cinco anos, Carlos começou a usar uma câmera reflex durante uma viagem ao Brasil, quando visitou o Pantanal.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia