Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 795 / 2014

04/11/2014 - 20:16:00

Viva a Democracia

Alari Romariz Torres Aposentada da Assembleia Legislativa.

O Brasil viveu dias difíceis nas últimas eleições: ataques de ambos os lados, nível baixíssimo nas ofensas, país dividido. Mas enfim, os brasileiros, em pequena maioria, reelegeram a candidata do PT.    

Só nos resta aceitar a decisão de 51% dos eleitores e rezar para que o Brasil melhore, os escândalos acabem, a Presidenta seja mais humilde e todos vivamos em condições menos piores.   

 Passando um ligeiro olhar pelos Estados, comecemos por Alagoas: o grande vencedor foi o PMDB e seu cacique, Renan Calheiros Pai. Ele é o Presidente do Senado e o filho será o Governador do Estado, o irmão Deputado Estadual, Murici está em suas mãos. Virou donatário da Capitania das Alagoas. Esperemos que melhore nosso pequeno pedaço, traga bastante verba para educação, saúde, segurança, estradas, etc... Se não for derrubado outra vez pelos políticos invejosos de plantão, poderá usar sua força para o bem dos alagoanos.     

O PSDB do Téo encolheu. A posição do Governador não foi entendida pelos alagoanos e surpreendeu até a classe política. Seu grande erro foi deixar o Presidente da ALE ser escolhido Conselheiro do Tribunal de Contas. Após os escândalos que dominaram o Legislativo durante tantos anos, não se justifica a escolha do Governador e dos Deputados. Uma verdadeira aberração!!!     

O Nordeste votou maciçamente na Dilma e vem sofrendo terrivelmente por causa da escolha. Estamos sendo tratados como se fôssemos a periferia do Brasil e se dependêssemos todos da bolsa família. Não entendem, aqueles que não concordam com a decisão do Nordeste, a soberania do voto. É a única arma que os eleitores possuem.     

São Paulo, ao contrário, escolheu Aécio e com grande margem de votos, apostou no PSDB, Não adiantou a falta d’água, a violência: o Governador foi eleito no primeiro turno e Aécio conquistou mais de 60% dos paulistas.     Minas e Rio consagraram a vitória do PT. Não dá para entender as escolhas do povo brasileiro: o Estado de Aécio escolheu Dilma e o Rio elegeu Romário para o Senado, votou no PT para a Presidência. É tudo muito interessante!!!      

Voltando aos partidos: o PT e o PMDB continuam sendo os maiores do Congresso Nacional e vão continuar sendo os senhores da situação. O PSDB encolheu e o DEM virou partido nanico. Deus queira que não precise se unir a outros para sobreviver na escala política brasileira. Vários partidos pequenos ajudarão à Presidenta reeleita a completar sua maioria no Congresso.   

 Em São Paulo já se fala em “impichar” a Dilma por causa do escândalo da Petrobrás. Ora, se o povo brasileiro, através do voto, escolheu a moça do PT para governar o país por mais 4 anos, é absurdo se falar em atos ditatoriais. Chega de fazer a população sofrer: se ela quer a Dilma, que a tenha por mais um mandato. Se estamos numa democracia, respeitemos a opção popular.   

 No Legislativo alagoano, a partir do início de 2015, haverá eleição para a nova Mesa Diretora. Como a renovação foi pequena não teremos chance de melhorar a situação dos servidores da ALE. Os compromissos são muitos, as injustiças exageradas, os comissionados chegam a 900, a estrutura da casa é corroída,os desvios são enormes. Então, para achar um Presidente raçudo que tenha coragem de corrigir os erros é praticamente impossível. Mas, como Deus é brasileiro, não perderemos as esperanças .   

 O novo Governador de Alagoas prometeu coisas impossíveis na campanha. Se ele cumprir o mínimo já será melhor do que a situação atual. A primeira expectativa é a escolha do secretariado. Os boatos já circulam: vem gente de fora! Errado! Alagoas possui pessoas competentes e capazes. Será que virão técnicos para as áreas importantes? Deus queira que não sejam escolhidos políticos, amigos do poder, bajuladores de plantão.     

E o Brasil vai andando, cheio de escândalos, a Petrobrás encolhendo, os mensaleiros quase soltos, taturanas reeleitos, os melhores políticos perdendo o mandato, a diplomacia sobrevivendo, a violência crescendo, os traficantes agindo com bastante desenvoltura, as Forças Armadas sucateadas e mal pagas, a Polícia Federal insatisfeita, os Estados dependendo da União.     

Tudo isso representa a pequena parte dos problemas que os novos governantes e a Presidenta reeleita terão para enfrentar. Será que a eleição foi um presente ou uma caixa de surpresas?     Só nos resta aceitar o resultado do pleito, desejar boa sorte aos escolhidos, esperar que eles tenham o bom senso de respeitar o dinheiro público, não dar ousadia à violência, rezar para que os corruptos sejam punidos.     

VIVA A DEMOCRACIA E VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia