Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 795 / 2014

04/11/2014 - 20:08:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Lei da ficha limpa
De Paulo Maluf, dia 15 de outubro: “Ou barra todo mundo ou libera todo mundo”. Frase dita após saber dos mais de 240 mil votos que recebeu para a reeleição de deputado federal. Considerado ficha-suja, ele aguarda julgamento do recurso que ingressou contra a cassação de sua candidatura.

 

Transição

 

O recesso em Brasília começa dia 15 de dezembro e pelos projetos com tramitação parada, parlamentares não escondem a possibilidade de haver sessões extras para apreciar todos e conduzir a votação no plenário. Dentre os engavetados preocupa o do orçamento da União para 2015.

 


Sem desespero

 

Não foi ouvida em Maceió conversa polemizando o resultado das urnas. Quem fala alguma coisa pontua favorável para a organização nas seções de votação e no comportamento do eleitor.Também não foi notada presença de “boca de urna” nas áreas das seções.

 


Sem surpresa

 

Renan Filho (PMDB) governador eleito nada a discutir. Divergência entre eleitores só na formação das novas bancadas, tanto na Câmara Federal como na Assembleia Legislativa. O eleitor deu mostras de ter saído de casa para votar em nomes já decididos e a reeleição de Dilma era previsível.

 


Bons motivos

 

Lojistas do calçadão e shoppings começam a avaliar vagas para abrir emprego temporário. A proposta tem a ver com expectativa positiva para o movimento de vendas neste fim do ano, tradicionalmente mais agitado pela época e a liberação do 13º salário. O consumidor estimula o entusiasmo olhando produtos nas lojas e pesquisando preços. 

 


Só observadores?

 

É insistente, na Praça dos Palmares, motoristas alheios às orientações da SMTT. São infrações habituais tanto por táxi-lotação do interior, retirados da Praça Dom Pedro II, como negociantes do local e quem trabalha no calçadão. Nem a parada de ônibus é dispensado do “tudo posso”

 

Desabafo

 

“Se as condições fossem as mesmas e o futuro não fosse opaco eu faria tudo de novo”. Frase de Delfim Neto teve a ver com a decisão dele, na época em que ministro da Fazenda, de assinar o Ato Institucional nº 5 em 1968 e que resultou no endurecimento do regime militar no País.

 

Respeito ao idoso

 

A Prefeitura de Maceió recadastra idosos até dezembro. A proposta é para atualizar números e trocar a identidade deles por outra, com a digital do portador e chip eletrônico. É documento que dará ao portador passar livre na catraca dos ônibus e sentar onde quiser se o lugar estiver vazio. A nova carteira vigora a partir de primeiro de janeiro.

 


Estórias?

 

Em tempo de eleição é rotina acusações difamatórias. Contudo, finda a campanha e os votos nas urnas, a rotina do o dia a dia retorna à normalidade e entre “mocinhos e bandidos” não aparece ninguém ferido. Pelo contrário, o eleitor ganha festa na comemoração da posse.

 

 
Prêmio Braskem 

 

O Troféu Prêmio Braskem de Jornalismo 2014 é entregue dia 8 de novembro em solenidade a partir das 20h30, na Casa de eventos Musique.  A comissão julgadora tem onze membros e para as melhores reportagens veiculadas na imprensa local nos últimos doze meses seus  autores vão receber uma premiação de R$ 46.500,00 (Com assessoria).

 


Jubileu

 

Cerca de 80 jornalistas e 40 estudantes de jornalismo concorrem ao prêmio, que está completando 25 anos. A edição histórica registra 218 trabalhos inscritos, nas áreas do jornalismo impresso, telejornalismo, radiojornalismo e webjornalismo. Para marcar a passagem do jubileu de prata, os organizadores capricharam na escolha dos jurados e preparam uma grande festa de premiação.

 

Doer no bolso

 

Comerciantes de veículos usados e compra de carro em leilão comentam os novos valores propostos para multa no trânsito podendo alcançar até R$ 900,00. A informação não é oficial, mas o pedestre, que se expõe na rua, aprova a dor no bolso dos infratores. Acha bem-vinda.

 

Fora de controle 

 

Não deve motivar alheamento pesquisa recente, divulgada por uma instituição internacional, situando Maceió como a quinta cidade mais violenta do mundo. O trabalho teve como base o número de habitantes das cidades, extraídos de registros oficiais.

 


Temporada das férias

 

Empresários da rede hoteleira investem em novas unidades para a nova temporada turística no Estado. Pesquisa otimiza favorável para a temporada, com previsão de mais de 50 mil turistas entre dezembro e fins de fevereiro e na orla da Pajuçara obras de hotel  estão avançadas.

 


Quem avisa...

 

Na Rua Araújo Bivar, na Pajuçara, moradores notificados pela Prefeitura desobstruem calçadas que vinham sendo usadas como comércio, estacionamento de veículos e outras mazelas que dificultam  o direito de ir e vir do cidadão nas ruas de Maceió com segurança. Mas e as outras? 

 


Tem chances?

 

Eleitores, habitués das seções eleitorais, debateram quais as chances do Brasil unificar datas das eleições futuras. Conversa, contudo, não chegou a lugar nenhum. Acharam que o brasileiro não tem ainda compreensão da importância dos seus direitos como cidadão. É natural num país de história mal contada.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia