Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 792 / 2014

15/10/2014 - 20:20:00

Assembleia e Câmara têm renovação “branca”

Deputados eleitos representam a velha política de Alagoas

João Mousinho [email protected]

Dos 27 deputados estaduais vitoriosos em Alagoas na votação de domingo passado 10 foram eleitos pela primeira vez e um retorna à Casa de Tavares Bastos, Francisco Tenório (PMN).

A renovação no parlamento estadual passa por filhos de deputados, ex-prefeito, ex-vereador e vereadores de mandato. O campeão do eleitorado foi o ex-superintendente do Procon e filho da deputada federal Ceci Cunha, assassinada em 1998, o advogado Rodrigo Cunha (PSDB) que obteve 60.759 mil votos. A segunda maior votação foi de Jó Pereira (DEM) com 60.759 votos. A eleita é irmã do deputado Joãozinho Pereira (PSDB), que preferiu não disputar o pleito desse ano de olho na disputa à Prefeitura de São Miguel dos Campos, em 2016.

Os “Pereira” representam o grupo político liderado pelo senador Benedito de Lira (PP). Outro tucano eleito foi o deputado Bruno Toledo, filho do atual presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo (PSDB). Bruno exerceu funções administrativas no município de Cajueiro, onde sua mãe, Lucila Toledo, é prefeita. O presidente da ALE vai ocupar uma vaga de conselheiro no Tribunal de Contas e deixa o seu legado no parlamento. O ex-prefeito de Lagoa da Canoa Jairzinho Lira (PRTB), foi eleito com 41.580 votos.

Ele é filho do deputado eleito em 2010 Almir Lira, mas que não tomou posse em 2011 pois veio a falecer. Jairzinho ficou conhecido por uma campanha estruturada tanto no interior como nas cidades circunvizinhas a capital. Outro filho de deputado e eleito é Gilvan Barros Filho (PSDB).

No início da campanha desse ano o deputado estadual Gilvan Barros (PSDB) aceitou o convite do governador Teotonio Vilela (PSDB) e foi compor como vice-governador na chapa encabeçada por Eduardo Tavares (PSDB). Com a desistência de Tavares, Gilvan saiu da chapa e focou apenas na eleição do filho. Pouco conhecido do eleitorado da capital, Tarcizo Freire (PSD) é vereador por Arapiraca. O candidato foi eleito com 29.244 votos.

Para muitos analistas políticos, Freire foi uma surpresa na coligação do governador eleito Renan Filho (PMDB). Com trabalho social desenvolvido no Agreste, ele  é mais uma voz da região ao lado de Ricardo Nezinho (PMDB) e Severino Pessôa. Galba Novaes (PRB) vereador por Maceió por inúmeros mandatos foi eleito deputado estadual com 26.832 votos. Galba antes do pleito deixou a superintendência da Pesca em Alagoas.

O deputado eleito fazia parte do grupo do senador Fernando Collor (PTB), mas por ter a presidência do PRB fez a escolha de coligar com o grupo palaciano para ter chances reais de ser eleito, o que aconteceu. Davi Davino Filho (PSB) foi eleito deputado estadual com 18.562 votos. O mais jovem deputado eleito dessa legislatura, tem 25 anos e é filho do vereador por Maceió Davi Davino. Atualmente Davi Davino, pai, é o segundo secretário da Mesa da Câmara. Há algumas legislaturas Davi exerce funções estratégicas e de liderança na Casa Mário Guimarães. 

O vereador por Maceió Pastor João Luiz (DEM) foi eleito com 17.480 votos. João Luiz tentou consecutivamente uma vaga na Assembleia Legislativa, mas nunca tinha conseguido lograr êxito. Ele foi beneficiado por estar na coligação de Rodrigo Cunha e, assim como Davi Davino, foi “puxado” pela votação expressiva do ex-superintendente do Procon. 

O deputado estadual eleito com a menor quantidade de votos para próxima legislatura foi Carimbão Júnior (Pros) com 14.879 votos. O futuro deputado é filho do deputado federal Givaldo Carimbão (Pros) que se reelegeu. Júnior exerceu cargo comissionado no governo de Vilela na Secretaria Especial de Promoção da Paz (Sepaz) comandada pelo pai. 

Muito do mesmo em Brasília 

Dos nove eleitos para Câmara Federal por Alagoas cinco vão exercer pela primeira vez o mandato de deputado federal. O deputado Paulão (PT) é o sexto nome a ser eleito de forma direta, já que está na atual legislatura porque o deputado federal Joaquim Beltrão foi eleito prefeito de Coruripe abrindo vaga para o petista. 

O deputado estadual João Henrique Caldas (SD), o JHC, foi eleito deputado federal com a maior quantidade de votos da eleição proporcional: 135.929. JHC é filho do deputado federal João Caldas, que está no lugar do licenciado Arthur Lira (PP) e da ex-prefeita de Ibateguara, Eudócia Caldas. 

JHC ficou conhecido por denunciar uma série de esquemas de corrupção na Assembleia Legislativa e por devolver aos cofres públicos mais de R$ 3 milhões fruto de gratificações “sem explicações”. O segundo colocado em votos para a Câmara foi o ex-prefeito de Coruripe, Marx Beltrão. Marx é filho do deputado estadual João Beltrão (PRTB).

O candidato a deputado federal foi eleito com 123.317 votos. O sobrinho do governador Teotonio Vilela (PSDB), Pedro Vilela (PSDB), foi eleito deputado federal com 119.582 votos. Pedro era o candidato declarado do prefeito de Maceió Rui Palmeira e exerceu o comando da pasta do Esporte em sua gestão.  

O ex-governador de Alagoas e ex-prefeito da capital Ronaldo Lessa (PDT) viu na candidatura de deputado federal uma oportunidade de não ter o término de sua carreira política. Um dos lideres da articulação na Frente de Oposição, o ex-governador contou com a estrutura de campanha de Renan e Collor para obter 88.125 votos. 

O último novato da Câmara Federal é o ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB). Inúmeras pesquisas de consumo interno davam como certa a eleição de Almeida, mas a realidade foi bem diferente. A equipe do Almeida fazia uma projeção de mais de 150 mil votos; quando no último domingo foram computados apenas 64.435 votos. Cícero que pretendia disputar o retorno à Prefeitura de Maceió em 2016 deverá costurar o apoio da Frente de Oposição, do contrário deverá ficar em Brasília nos próximos quatro anos. 

Deputados estaduais eleitos

- RODRIGO CUNHA (PSDB) 60.759 votos (4,25 %) -

NOVO- JÓ PEREIRA (DEM)  52.931votos (3,70 %) -

NOVA- RICARDO NEZINHO (PMDB) 44.058 votos (3,08 %)-

BRUNO TOLEDO (PSDB) 43.740 votos (3,06 %) -

NOVO- INACIO LOIOLA (PSB) 43.468 votos (3,04 %)-

ANTONIO ALBUQUERQUE (PRTB) 42.864 votos (3,00 %)-

MARCELO VICTOR (PROS) 41.829 votos (2,93 %)- J

AIRZINHO LIRA (PRTB) 41.580 votos (2,91 %) -

NOVO- SERGIO TOLEDO (PDT) 41.465 votos (2,90 %)-

OLAVO CALHEIROS (PMDB) 38.288 votos (2,68 %)-

JOÃO BELTRÃO (PRTB) 31.017 votos (2,17 %)-

SEVERINO PESSÔA (PPS) 30.806 votos (2,16 %)-

THAISE GUEDES (PSC) 30.175 votos (2,11 %)-

TARCIZO FREIRE (PSD) 29.244 votos (2,05 %) -

NOVO-MARCOS BARBOSA (PPS) 27.892 votos (1,95 %)-

ISNALDO BULHÕES (PDT) 27.534 votos (1,93 %)-

DUDU HOLLANDA (PSD) 27.305 votos (1,91 %)-

GALBA NOVAES (PRB) 26.832 votos (1,88 %) -

NOVO- MARQUINHOS MADEIRA (PT) 26.797 votos (1,88 %)-

EDVAL GAIA (PSDB) 25.972 votos (1,82 %)-

LUIZ DANTAS (PMDB) 24.189 votos (1,69 %)-

RONALDO MEDEIROS (PT) 18.767 votos (1,31 %)-

DAVI DAVINO (PSB) 18.562 votos (1,30 %) -

NOVO- PASTOR JOÃO LUIZ (DEM) 17.480 votos (1,22 %) -

NOVO- CARIMBÃO JÚNIOR (PROS) 14.879 votos (1,04 %) -

Deputados federais eleitos 

- JHC (SD) - 135.929 votos (9,82 %) -

NOVO  - MARX BELTRÃO (PMDB) - 123.317 votos (8,91 %) -

NOVO- PEDRO VILELA (PSDB) - 119.582 votos (8,64 %) -

NOVO- ARTHUR LIRA (PP) - 98.231 (7,09 %)-

RONALDO LESSA (PDT) - 88.125 votos (6,36 %) -  

NOVO- GIVALDO CARIMBÃO (PROS) - 82.582 votos (5,96 %)-

MAURICIO QUINTELLA (PR) - 76.706 votos (5,54 %)-

CÍCERO ALMEIDA (PRTB) - 64.435 votos (4,65 %) -

NOVO- PAULÃO (PT) - 53.284 (3,85 %) 

NOVO- GILVAN BARROS FILHO (PSDB) 34.307 votos (2,40 %) - NOVO-- FRANCISCO TENORIO (PMN) 24.757 votos (1,73 %) - (RETORNO)

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia