Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 792 / 2014

14/10/2014 - 20:20:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Economia cambaleante

Em Alagoas o verde dos canaviais já não é insistente às margens das rodovias e lastimável neste novo é  se confrontado com o passado não tão distante. Um preço alto gerado por gestões danosas para fornecedores de cana. E a época, de corte da cana, permite perguntar: das usinas, não são poucas, quantas começaram moagem da safra 2014/015?

Para lembrar

Jaraguá é hoje mero corredor de transporte, apesar de ser Patrimônio Histórico e Cultural do Estado. Já o Cais do Porto, sem nenhuma serventia, reflete um povo que não valoriza a história e decepciona turistas em visita à cidade. Próprio de um Estado que não preserva a sua história.  


Cantiga de grilo

 Cidadãos aborrecidos pelos entraves nas áreas de saúde, segurança e educação, não demonstram mais confiança na palavra de homens públicos. “Se promessas não cumpridas resultassem em castigo ia faltar candidato à reeleição”. Comentário foi em roda de pequenos empresários.


Mesma dúvida

Teotonio Vilela (PSDB) inicia a fase de arrumação das malas para mudança de endereço e a dúvida é sobre se continua na política partidária, veste pijama ou segue a linha de Fernando Henrique Cardoso, que não se candidata mas se mantém ativo nos bastidores. 
TransparênciaPortal da Transparência do Governo de Alagoas tem bons índices de visitas. Foi implantado como proposta de dar transparência transparência às ações da administração estadual. Desde que passou a ser divulgado no site oficial do Estado vem registrando boa receptividade. 


Ronda

A Polícia Militar, que faz rondas móveis em Maceió, anda esquecida de passar em áreas das imediações do Colégio Expoente, na Avenida Governador Lamenha Filho, bairro do Feitosa. Denúncia de moradores da área revela como rotina assalto a mão armada com bandidos em motocicletas. Nos fins de tarde principalmente.

Ansiedade

O segundo turno das eleições cria expectativa pelo surpreendente crescimento de Aécio Neves (PSDB). Superou fácil o antecipado favoritismo de Marina Silva e ele no segundo turno motiva apreensão. Em Alagoas até petistas de linha mais radical em Alagoas mostram apreensão.

Privilégio?

A SMTT dificultou na hora do rush o tráfego na Avenida Maceió fechando a Rua Minas Gerais para ônibus em direção ao Farol. Motivo: incomodava os moradores. Só que o problema mudou de lugar: foi para ao redor do Sesc, o que embanana o movimento na direção Farol/ Praia e se estende ao Salgadinho.


Da exigência

Eleitores nas filas para votar conduziram o tempo de espera em conversa focando apreensão pelos reajustes há dias na pauta das especulações e foco na energia elétrica e combustíveis. Confirmados despencam avalanche de custos no bolso do trabalhador, já com salários defasados.


Sem pressão

Em Maceió o eleitor deu lição de cidadania votando no 1º turno sem aceitar pressão de cabos eleitorais caçando voto de última hora. A presteza dos mesários também mereceu elogios na 118ª seção eleitoral, instalada em uma das salas do Colégio Virgínio de Campos, na Ponta da Terra.

De volta a Brasília

O senador Benedito de Lira (PP) dá a eleição para o governo de Alagoas como passado e anuncia que retorna a Brasília “para dar continuidade ao meu trabalho como senador” E finalizando comentou: “Trouxe recursos para Alagoas e agora, não será diferente”. O mandato dele no Senado expira em dezembro de 2018.

Sem surpresas

As eleições ocorreram como o esperado. Sem tumultos e sem surpresas nas urnas. Teria sido perfeita não houvesse o habitual problema com urnas eletrônicas. Mas no todo somou ponto positivo e deixa a expectativa de no segundo turno também não haver problemas.


Atenção ao nome

“O alagoano Jonathas de Andrade foi citado pelo colecionador de artes Eduardo Constantini, de nome internacional no mercado das artes, entre os “artistas brasileiros que merecem atenção e que deverão ter os seus trabalhos disputados no mercado das artes em breve”. (Com IstoÉ, edição de 10 de setembro).


Martírios? 

Palácio Floriano Peixoto tudo bem, pois é nome oficial. Agora cidadãos não entendem a outra denominação: Martírios. É questão que para a maioria merece um esclarecimento. Isso se leva em conta o que cidadãos definem como temporada de boa vida para quem está “inquilino” no imóvel.


Sangue novo

Renan Filho foi eleito governador de Alagoas com 740 mil 360 votos (53,41%). Começou na política em Murici, onde foi prefeito e hoje é deputado federal com mandato em Brasília até 31de dezembro. Em janeiro, dia 1º, assume o governo. Festejou os 35 anos de idade na quarta-feira.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia