Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 791 / 2014

08/10/2014 - 19:05:00

Projeto Arte no Canteiro contempla trabalhadores da construção em Rio Largo

Iniciativa leva teatro, quadrinhos, saúde e segurança aos canteiros de obras

DA REDAÇÃO

O projeto Arte no Canteiro, desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi/AL) esteve na quarta-feira (1), em mais um canteiro de obra da região metropolitana de Maceió.

Desta vez, os contemplados foram os trabalhadores do Residencial Barnabé Oiticica I e II, da Construtora Solidez Engenharia, situado no quilômetro 87 da BR 104, no bairro Mata do Rolo, em Rio Largo. Com o objetivo principal de conscientizar os trabalhadores da construção civil alagoana sobre saúde e segurança, de forma inovadora, lúdica e bem humorada, foi encenada uma apresentação teatral na área de convivência da obra. Idealizado pela diretora cultural Lina Rosa Vieira, o Arte no Canteiro realizará cem apresentações teatrais em empresas filiadas ao Sinduscon/AL e Ademi/AL.

O enredo  abordou temas fundamentais para o bom andamento das obras, como prevenção de acidentes no trabalho com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), combate ao desperdício de materiais e tempo, uso racional da água e luz, alcoolismo e limpeza do canteiro de obras.

Além disso, serão disponibilizados nas indústrias DVDs e cartilhas educativas sobre os temas. A peça aconteceu no canteiro de obras sobre um palco diferenciado composto por uma estrutura metálica em formato de andaimes, com cinco tablados. No centro dessa grande estrutura, há um guindaste de construção, que transporta os atores suspensos por cabos de aço, em performances marcantes circulando todo o espaço cênico.

A encenação valoriza tanto a qualidade estética quanto a do conteúdo. Para estimular a interação, os operários assistem às apresentações sentados em escadas pequenas comuns ao dia a dia deles. “É preciso lembrar que a grande maioria dos trabalhadores estará assistindo a um espetáculo de teatro pela primeira vez.

O caráter inaugural dessa conexão com a arte faz a vivência ser ainda mais marcante”. Com duração de 45 minutos, a apresentação faz do teatro de objetos o ponto forte para envolver o trabalhador. Assim, seus instrumentos de trabalho ganham vida e se tornam os personagens da história. As principais peças são o “Pedro Desempenadeira”, o “Balde Miro” e a “Pá Tricia”.

Equipamentos de segurança também fazem parte da encenação, como as luvas, os capacetes, as botas, os óculos de proteção e cintos de segurança. Para movimentar ainda mais o enredo, há a participação das furadeiras, das britadeiras, das pás, dos caixotes, dos carrinhos e dos tonéis. “Esta será uma ação que terá grandes resultados, pois, através da arte, irá divertir, sensibilizar, informar, educar e conscientizar os trabalhadores da indústria da construção civil no Estado”, destaca o presidente da Fiea, industrial José Carlos Lyra de Andrade. 

O projeto já foi realizado nos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraíba e agora chega a Pernambuco e Alagoas, contemplando mais de 100 mil trabalhadores. A expectativa é de que participem do projeto cerca de 20.000 trabalhadores da construção civil alagoana. Os espetáculos acontecem no início do turno de cada obra, podendo haver dois por dia (manhã e tarde) de segunda a sexta. Se as máscaras da comédia e da tragédia são o símbolo do teatro, o Arte no Canteiro buscar fazer da comédia a prevenção da tragédia. Vida longa para os trabalhadores.Hoje tem mais espetáculo.

SERVIÇO
SEXTA, 03/10 – RESID. BOSQUE DAS ACÁCIAS – TELESIL ENG.Av. Cachoeira do Meirim, S/N – Benedito Mendes – Maceió – Próx. Fábrica Coca ColaContato: Augusto Cezar – Tel. 82 9326-1252

1ª apresentação: 15h00           

2ª apresentação: 16h20

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia