Acompanhe nas redes sociais:

18 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 789 / 2014

24/09/2014 - 07:16:00

SURURU

DA REDAÇÃO

Sonegação e fraude

A Secretaria da Fazenda estaria levantando importantes informações referentes à denúncia de compra de kits escolares superfaturados pela Secretaria de Educação de Alagoas. Além da licitação relâmpago, o material escolar provavelmente jamais foi entregue ao alunato. Há fortes indícios de sonegação fiscal e milhares de assinaturas falsas de pais e ges-tores escolares.

Atenção SEFAZ

Está causando muita desconfiança o trâmite do processo 1204 009296/2013.Saiu da PGE em 30 de julho e ainda não chegou à SEFAZ. Há rumores de que se trata de uma devolução indevida de cem milhões de reais a um grande proprie-tário de terras beneficiado pela construção da rodovia AL-101 Sul. Resta saber o nome do funcionário público que guarda na pasta tão grande responsabilidade.


Imbróglio

Antes de festejar as consultorias milionárias “conquistadas” pela LOG, o ex-secretário tucano Luiz Otávio Gomes precisa resolver o imbróglio que ele próprio criou no pólo de Marechal Deodoro. A trapalhada ameaça inviabilizar a implantação da Cerâmica Portobello e mais três indústrias que estão se instalando em área de litígio. 


Cheiro de calote

 Os altos investimentos feitos na implantação de novos cursos, má gestão administrativa e outras irregularidades teriam comprometido a saúde financeira do Cesmac. A instituição está há meses inadimplente com fornecedores e prestadores de serviços, que temem o calote. Com a palavra a Promotoria encarregada de fiscalizar as fundações educacionais.

 
Maiores devedores

O TRT de Alagoas divulgou a lista dos10 maiores devedores de Alagoas. Entre as empresas, três usinas encabeçam a lista negra: Utinga, Taquara e Laginha. Entre as pessoas físicas aparecem como maiores devedores os empresários Áurea Betânia Dorta Accioly, Jeann Kleber Canuto Campos e Maria Valéria Dorta Accioly.

Apoio midiático 

1

O candidato ao governo do Estado, Renan Filho (PMDB), entendeu a importância de andar lado a lado com candidatos proporcionais que têm uma grande gama de votos espontâneos. É o caso dos candidatos a deputado federal, Cícero Almeida, e deputado estadual, Wilson Júnior. 

2

Jefferson Morais sentido o risco de perder seu eleitorado e a falta de estrutura da candidatura de Benedito de Lira, ao governo do Estado, já migrou para a direção de Renan Filho. A trinca da mídia vem andando com Renan, mas o candidato ao Palácio República dos Palmares sabe quem pulou apenas por conveniência para seu lado. 

De que lado?

Outro ex-adversário de coligação, Pedro Vilela, sobrinho de Téo Vilela, também é visto em eventos de campanha ao lado de Renan Filho. A debandada parece ser geral. O tucunário alagoano faz qualquer negócio para eleger Pedro à Câmara Federal. O último representante da sigla em Brasília foi o prefeito Rui Palmeira. 


Desinteresse

Inúmeras pesquisas têm demonstrado o desinteresse do eleitorado alagoano para as eleições proporcionais. No interior os velhos cabrestos eleitorais e os cadastros continuam sendo a tônica. Alguns candidatos da capital irão gastar milhões e não serão eleitos. O banho de água está por vir!


Inacreditável

Servidores municipais só acreditaram quando viram a prefeita Célia Rocha no guia eleitoral participando ativamente da campanha do senador Fernando Collor (PTB). Insatisfeitos, um deles questionou em uma das secretarias quando a população que mais necessita dos serviços da prefeitura vai parar de perseguir os servidores por conta da falta de ação de secretários e principalmente da prefeita.

Sacrifícios e prêmios 1

A situação política do deputado estadual Gilvan Barros (PSDB) se contrapõe à de seu colega de bancada e presidente da Assembleia Fernando Toledo. Indicado por Téo Vilela para ser vice na natimorta chapa tucana encabeçada por ET, Gilvan, ex-prefeito de Girau do Ponciano e detentor de sete mandatos, sacrificou uma reeleição dada como certa e indicou para substituí-lo o filho, Gilvan Barros Jr. Ainda assim, se mantém como aliado de pruimeira linha de Téo.


Sacrifícios e prêmios 2

Presidente da Assembleia nos últimos sete anos, Toledo, que em 2012 garantiu o mandato de prefeita de Cajueiro para a esposa Lucila Toledo, também abriu mão da reeleição e pretende colocar em seu lugar o filho, Bruno Toledo. Mas, ao contrário de Barros, o “sacrifício” foi por um prêmio: conquistou o cargo mais cobiçado entre os politícos alagoanos, o de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.


Queixa geral

Servidores efetivos e comissionados da Barra de Santo Antônio estão há mais de três meses a ver navios, no que se refere a seus salários. O atraso, contudo, vem sendo comentado apenas na surdina, já que é grande o temor entre os quase 800 funcionários de qualquer represália por parte do prefeito Rogério Farias.

Reclamação geral

Voltando a Arapiraca, não é de agora, no período eleitoral, que as reclamações contra a gestão da prefeita Célia Rocha (PTB) vêm acontecendo. Com as campanhas em curso e salários constantemente em atraso, os servidores criticam a administração de maneira mais intensa. 


Reclamação geral 2

Esta semana chegou um convite aos servidores para que eles comparecessem ao comitê do candidato Renan Filho (PMDB). Indignado, um servidor disparou contra a pessoa que trouxe o recado: “Vão pagar os salários no comitê, é?”. O clima ficou um pouco tenso, mas a indagação foi relatada a quem comanda a prefeitura.


Serve para quê?

Motoristas que passam pela Avenida Fernandes Lima, em Maceió, se perguntam para que servem os cubículos da SMTT, se não existem agentes da superintendência. O mais interessante nisso tudo é saber quanto foi o preço de cada cubículo. O verdadeiro preço!

Receio

A vitória quase certa de Cícero Almeida (PRTB) para a Câmara Federal é sinônimo de receio para quem está comandando a Prefeitura de Maceió. A reclamação dos servidores é geral contra alguns secretários municipais, que insistem em não dialogar com os funcionários. Mesmo com todos os escândalos, Almeida é muito mencionado pelos servidores.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia