Acompanhe nas redes sociais:

23 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 787 / 2014

10/09/2014 - 08:30:00

POR DENTRO DO ESPORTE

João de deus [email protected]

Toque de bola

Torcedores do CRB não escondem a confiança no retorno à Série B. Mas se preocupam pela correria  no contra-ataque. Entendem que na pressa deixa a defesa vulnerável. O Galo, até a 13ª rodada, somou 5 vitórias, 4 derrotas e 4 empates. Tem 15 gols pró, 14 sofridos e rendimento de 48,7%. 

Classificação

Nesta nova rodada (14ª), entra em campo neste fim de semana em terceiro. Soma 19 pontos e fica atrás do Fortaleza (1º) somando já 27 pontos e do Botafogo-PB (2º), com 21; Na sequência vem, em Salgueiro (4º,19 pontos);  Cuiabá (5º) também 19;  ASA (6º) com 18; Paysandu (7º) 16; Treze (8º) 14; Crac (9º) e o Águia de Marabá (10º). 

Do torcedor  

“O estresse nas arquibancadas, nos jogos do Galo, é ver a pressa do time na saída da defesa para o ataque”. Frase é de torcededores que definem o esquema tático fragilizando a defesa nos avanços do adversário, assinalando que o Galo deve jogar mais pra frente sem afobação e atento para não ser pego de surpresa como no gol contra que favoreceu o Treze. 


Um espelho

Olívio, meio-campo do CRB, dá gosto de ver jogar. É técnico, tem visão do jogo e defende com a mesma habilidade que municia o ataque. Seus lançamentos são precisos para finalizações dos atacantes. Na verdade, segundo análise de torcedores, o problema do Galo é na defesa.

Confiança

Torcedores  ASA soltam sorrisos a toa diante   da recuperação na tabela de classificação, bastante próximo da linha de frente, o grupo dos quatro que sobre para a Série B.


Dificuldade

Desde que Vica assumiu o comando técnico o futebol do alvinegro mudou da água para o vinho. A torcida, por isso, deve chegar junto mais forte e apostarem nas chances de aumentar o entusiasmo.Cruzeiro firmeJá o Cruzeiro, pelo futebol técnico e tático que exibe nesta temporada, dificilmente vai se sentir ameaçado  na liderança do Brasileiro, Série A. É considerado o campeão antecipado do primeiro turno. 


Torcida feliz

Ainda Cruzeiro, que enfrentou o Santa Rita em Arapiraca, na quarta-feira, Copa do Brasil, soma neste ano uma coleção de títulos  que não deixa dúvida sobre o bom momento que passa. Além de bi-campeão mineiro e isolado na liderança da Série A, festeja ainda o título de campeão da Libertadores das Américas, ganho no primeiro semestre.  


Como esperado

Jogo Santa Rita 1x 2 Cruzeiro, o segundo das oitavas de final da Copa do Brasil em Arapiraca, não surpreendeu o torcedor. O time mineiro jogou desfalcado e, como esperado, fez prevalecer a sua qualidade técnica. Mas o Santa Rita deu trabalho e se não cansa podia ter pintado zebra. Mas fez muito ao chegar  às oitavas de final.     

Desabafo

“Eu fico puto com essas coisas ainda acontecerem por aqui”. Desabafo do goleiro Aranha (Santos) foi de repúdio pela agressão racista de torcedores do Grêmio. Flagrantes foram exibidos na TV e o time da casa, além de perder o jogo (2x0) foi punido por ter sido dele o mando de campo.


E o Vasco?

O Avaí ignorou o Vasco em São Januário e deu uma goleada histórica: 5x0. Ato da diretoria Cruz de Malta, habitual no Brasil: dispensou o técnico sem analisar que contratações são de responsabilidade dela. É como querer tapar o sol com uma peneira.  

Basquete 

O Brasil, após vencer a França, jogo de estreia do campeonato mundial de basquete masculino, e a Sérvia, exibindo excelente nível técnico, passou a figurar na lista dos favoritos para estar nas semifinais. O mundial foi aberto no sábado passado e os jogos vão até 14 de setembro.

Dunga de volta

Nesta sexta-feira, em Miami (EUA), Dunga reestreia como técnico do Brasil. Jogo é amistoso contra a Colômbia e quarta-feira tem outro, mas contra o Equador em Nova Jersey. Provável time é Jefferson, Maicon, Miranda, Davi Luís e Felipe Luis; Luís Gustavo, Ramires e Oscar; Willian, Neymar e Diego Tardelli.  

Otimismo

Ainda basquete: o Brasil motiva otimismo para repetir na Espanha o feito do mundial de 1978 nas Filipinas. Foi um jogo de vitória suada sobre a Itália, um ponto de diferença e cesta feita a um décimo de segundo do fim do jogo com arremesso de Marcel Souza. Placar foi 86 x 85 e o Brasil subiu no pódio em terceiro. 


Confiante

O ASA embarca nesta sexta-feira para o Pará e no domingo, às 16 horas, enfrenta o Águia de Marabá, jogo da 14ª rodada da Série C. Torcedores carregam otimismo do alvinegro manter a invencibilidade com Vica no comando.O alvinegro alagoano pode neste jogo entrar no G-4.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia