Acompanhe nas redes sociais:

18 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 784 / 2014

20/08/2014 - 02:08:00

PEDRO OLIVEIRA

O marketing pode ganhar eleição

Muitos candidatos ainda não compreenderam que marketing político nas mídias sociais parte do pressuposto da criação de um relacionamento mais próximo entre o candidato e seu eleitorado, já que é essencialmente, marketing de relacionamento.  É essencial a ideia de que faz toda a diferença nas campanhas de marketing eleitoral nas mídias sociais; o retorno do candidato para os eleitores e o uso desse feedback como base para o refinamento de propostas de campanha.

O uso das mídias sociais em uma campanha eleitoral só faz sentido se houver plena consciência por parte do candidato e sua equipe, que questionamentos nesse canal precisam ser respondidos, ou seja, é vital que haja interação entre as duas partes. O eleitor digital exige uma resposta para seus questionamentos e o silêncio por parte do candidato ou a “notória resposta terceirizada” é um sinal imediato de desrespeito com o possível eleitor.Não se iluda; ter um perfil em uma rede social não vai garantir a eleição de ninguém.

O que realmente elege um candidato é uma ação de marke-ting digital planejada e estritamente sincronizada com outras ações da campanha, inclusive as do marketing convencional. O candidato ao governo Renan Filho ao que parece entendeu perfeitamente  este importante leitura e sai na frente  com um profissional e competente marketing.

Esta semana convocou um selecionado grupo de jornalistas e blogueiros para apresentar o seu site de campanha (por sinal de excelente formato e conteúdo) e na oportunidade conversou com esses profissionais de imprensa sobre estratégias de inter-relacionamento nas redes sociais.

Fez questão de dizer que tem se comunicado permanentemente e interagido com seus eleitores, como também o seu vice Luciano Barbosa, e com eles discutido ideias, plano de governo e soluções para os problemas de Alagoas.Mostrou-se competente e muito bem assessorado no quesito “comunicação com o eleitor” e canal aberto com a imprensa.Não vai parar por ai.

Confessou-me na oportunidade sua disposição de estreitar e tornar frequentes conversas com jornalistas políticos e formadores de opinião com “pauta aberta para ouvir e falar aberta e francamente”.Levou a vantagem de sair na frente, mas isto não quer dizer que os adversários não farão o mesmo. Pelo menos é o que se espera, pois há muito está claro que o marketing pode ganhar a eleição.

A decepção de JHC

É sempre assim: “quem fala demais acaba mordendo a língua”. Foi exatamente o que aconteceu com o deputado João Henrique Caldas, pretendente a uma vaga na Câmara Federal. Uma  premeditada visita à casa do desembargador Antônio Sapucaia, recebido gentilmente por ele e sua esposa Marli, bastou para que espalhasse nas redes sociais que teria o apoio do casal na sua candidatura. Meu amigo Sapucaia não tem votos ( e nem sabe se vai votar nas próximas eleições de tão decepcionado com os políticos), mas certamente sua imagem de magistrado integro, de defensor intransigente do moral e do legal, ajudaria a qualquer candidato. Indagado sobre o pretendido apoio respondeu o magistrado: “Não vou apoiar a candidatura de ninguém. Não tenho apoio para dar a ninguém não. E provavelmente, não vou votar em ninguém. De maneira alguma. De jeito nenhum”. Esse é o Sapucaia que conheço há 40 anos.


Nos grotões, bem acompanhado

É inegável a popularidade do candidato Benedito de Lira e sua aceitação, principalmente nos camadas mais populares da população. Em Maceió suas caminhadas pelos bairros da periferia têm reunido um invejável número de seguidores e cada evento vira uma festa. Apertando mãos, abraçando e enfrentando o corpo-a-corpo ainda leva em suas incursões a partir desta semana o prefeito  Rui  Palmeira, que oficializou seu apoio e ganhou as ruas em companhia do Biu. 


A PALAVRA DOS CANDIDATOSBENEDITO DE LIRA

A meta de Benedito de Lira é expandir o VLT por meio de um ramal entre a Estação Central e o Aeroporto dos Palmares, passando pelos bairros do Poço, Man-gabeiras, Jacintinho, Barro Duro e Benedito Bentes.

 O projeto elaborado pela CBTU oferece a opção de traçado que aproveita o Vale do Reginaldo. Esta alternativa certamente tornará o empreendimento mais arrojado porque, além dos custos da ferrovia, serão necessários investimentos para a urbanização e obras de compensanção ambiental de áreas degradadas. Segundo Benedito de Lira, caberá ao governo de Alagoas a responsabilidade pela obra mas será necessário buscar recursos em pelo menos três importantes Ministérios: Cidades, Transportes e Meio Ambiente.

Como todos sabem, o senador Benedito de Lira é maior responsável pelo VLT em Alagoas que hoje transporta cerca de 200 mil passageiros por mês, nos embarques e desembarques das 14 estações entre Maceió e Lourenço de Albuquerque.

RENAN FILHO

“Caro Pedro, aproveitando e agradecendo sua presença na reunião com os blogueiros, na segunda-feira, para o lançamento do site de campanha, retomo o tema que conversamos naquela ocasião. Considero três atitudes essenciais para o governo que pretendemos fazer: Ética, Transparência e Proximidade (entre governante e povo). O alagoano saberá, com clareza, o que o Estado acorda em contratos, valores, prazos, além do que o povo terá espaço incondicional em nosso governo. Lideranças comunitárias não encontrarão portas fechadas.

Pois para se fazer uma boa gestão e otimizar os recursos é preciso ouvir, e estamos fazendo; na sequência, é fundamental planejar e para só então, executar.E para essa proximidade, para a transparência e para a garantia da ética no trato da coisa pública, a interação oferecida pela internet, através das redes sociais, é algo fundamental, uma ferramenta contemporânea ao alcance da maioria da população.Nosso governo vai interagir, em tempo real, com a população, também e intensamente, via as redes sociais, ampliando o exercício da democracia participativa.”


CALENDÁRIO ELEITORAL- ELEIÇÕES 2014

AGOSTO - SÁBADO, 16/8
Último dia para os partidos políticos recorrerem da decisão do Juiz Eleitoral sobre a nomeação dos membros da Mesa Receptora, observado o prazo de 3 dias, contados da publicação da decisão.Último dia para os responsáveis por todas as repartições, órgãos e unidades do serviço público oficiarem ao Juízo Eleitoral, informando o número, a espécie e a lotação dos veículos e embarcações de que dispõem para o primeiro e eventual segundo turnos de votação.


AGOSTO - TERÇA-FEIRA, 19/8
Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na te-levisão (Lei nº 9.504/97, art. 47, caput).Último dia para os Tribunais Regionais Eleitorais decidirem sobre os recursos interpostos contra a nomeação dos membros das Mesas Receptoras, observado o prazo de 3 dias da chegada do recurso no Tribunal .


AGOSTO - QUINTA-FEIRA, 21/8
Data em que todos os pedidos de registro de candidatos a governador, vice-governador, senador, suplentes e deputados federais, estaduais e distritais deverão estar julgados pelos Tribunais Regionais e publicadas as respectivas decisões.Data em que todos os pedidos de registro de candidatos a presidente e vice-presidente da República deverão estar julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral e publicadas as respectivas decisões .Último dia para o eleitor que estiver ausente do seu domicílio eleitoral, em primeiro e/ou segundo turnos das eleições 2014, requerer sua habilitação para votar em trânsito para Presidente e Vice-Presidente da República, com a indicação da capital do Estado onde estará presente, de passagem ou em deslocamento.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia