Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 783 / 2014

13/08/2014 - 11:18:00

Candido do PSDB foi cabo eleitoral de Benedito de Lira

Julio Cezar diz que sua candidatura “não é fake” e encara a disputa como uma honra

João Mousinho [email protected]

O PSDB em Alagoas parece ter abandonado a disputa ao governo do Estado com a desistência de Eduardo Tavares (PSDB) – que alegou não ter a estrutura devida para permanecer no pleito –, a decisão do ex-procurador geral de Justiça de Alagoas gerou um alvoroço na cúpula tucano, que a partir de então estava sem um nome expressivo. Essa semana o vereador de Palmeira dos Índios, Julio Cezar Silva (PSDB), acatou a decisão do PSDB/AL e aceitou o desafio de encabeçar a chapa ao governo.

Vale lembrar que o próprio Julio Cezar Silva declarou voto ao candidato do PP ao governo de Alagoas por onde passou: da capital ao sertão. Sempre com discurso inflamado o vereador de Palmeira dizia aos quatro cantos que “Biu era o melhor para Alagoas”. Julio Cezar que integrou durante bom tempo a equipe de comunicação do governo Vilela, teve o aval do próprio para declarar publicamente seu apoio a Benedito.

 O evidente apoio de Julio Cezar a candidatura majoritária do PP ficou notório após a assessoria de Benedito de Lira (PP) fotografar o vereador em uma caminhada realizada no bairro do Jacintinho em Maceió. Na oportunidade Julio proferiu palavras de apoio a dupla: Biu e Alexandre Toledo (PSB), candidato a vice-governador, e estampou um bottom em sua blusa com o número do cabeça de chapa. 

Julio Cezar, mas outros tucanos se aproximavam – há algumas semanas – e se aproximam ainda mais de Biu; o que vinha fragmentando o apoio de Tavares para o pleito. A insatisfação do partido comandado por Teotonio Vilela em Alagoas é tamanha que o então vice de Tavares e hoje do vereador de Palmeira, o deputado estadual Gilvan Barros, deve seguir o exemplo do ex-chefe do Ministério Público e desistir do páreo. De cabo eleitoral para candidato, o discurso de Julio Cezar mudou.

Em sua rede social ele declarou: “Aceitei o desafio porque, além de ser um soldado do meu partido, me sinto preparado para manter nosso estado no caminho do desenvolvimento. Dediquei minha vida a prestar serviços à sociedade, como jornalista, radialista e vereador. Agora, me coloco à disposição do povo alagoano mais uma vez”.

Há poucos meses Julio Cezar era coadjuvante na política alagoana, servia como intermediador dos diálogos do prefeito de Palmeira dos Índios, James Ribeiro (PSDB), com os legisladores do município. O próprio prefeito da cidade sertaneja declarou que não vota nos candidatos tucanos e durante um evento público declarou apoio ao candidato à reeleição do senador Fernando Collor de Mello; um dos líderes da Frente de Oposição que tem como candidato ao governo Renan Filho (PMDB). 


Mal-entendido 

A reportagem do jornal Extra entrou em contato com Julio Cezar para saber das mudanças do seu rumo político em 2014, já que era explícito seu apoio a Benedito de Lira, coisa que ele não fez questão de negar anteriormente. “Sou filho de um vendedor de passaporte (alimento) e de uma feirante, quem me conhece sabe que me orgulho disso. Respeito minha história e origens, a minha candidatura não é fake (expressão inglês que significa “falso”).

 Sobre o apoio a candidatura de Benedito de Lira; Julio Cezar deu a seguinte explicação: “Estava no Jacintinho visitando uma pessoa que se encontrava com problema de saúde por volta das 6h da noite, percebi um barulho, e fui para rua vê o que era: estava passando uma caminhada, quando percebi que ali estava Alexandre Toledo, com quem trabalhei e sou amigo, fiz questão de dar um abraço e desejar boa sorte. Naquele momento coloram um bottom e tiraram uma foto”.

 O vereador de Palmeira dos Índios fez questão de colocar: “Se fosse Renan Filho, que estivesse passando pelo local, também tinha lhe dado um abraço. Não tenho inimigos. Na política temos adversários. Pra mim foi uma honra ser o escolhido pelo PSDB para disputar o governo. Sou soldado do partido e faço parte do processo de renovação proposto pelo PSDB em Alagoas”. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia